Quarta, 21 Novembro 2018

ilula 

A propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores está calcada em cima da perseguição política a Lula, que é vitima de medidas de exceção no processo de um golpe de Estado e que está sendo barrado de participar da eleição presidencial desse ano, a qual venceria com facilidade.

Outro eixo que o PT explora tem a ver com a psicologia de massas, utilizando a memória recente da população de que nos governos anteriores de Lula não existiam as mazelas sociais que são escancaradas hoje, no governo Temer. É uma jogada de marketing, pois nos governos Lula, e vejam bem, governos Lula, e não Dilma, já que o povo tem outra memória dos governos Dilma, houve uma melhora do nível de vida da população mais pobre, ainda que mínima.  

Porém, marketing eleitoral não muda a realidade. Pode levar à vitória nas urnas se colar perfeitamente com o nível de consciência da maioria da população. Mas não muda a realidade da base material socialmente produzida no Brasil e no Mundo, na atualidade.

A conjuntura atual é de crise generalizada

Hoje, a situação é muito diferente do início dos anos 2000, quando havia grande valorização no preço das matérias primas, existia uma política de estimular o crédito e o consumo, onde “os banqueiros nunca antes tiveram tanto lucro” e até sobrava para calar a boca da população pobre com migalhas investidas em assistência social. Porém, de lá pra cá aprofundou a crise econômica tanto a nível mundial como nacional.

Como tirar o país da recessão, criar empregos, aumentar salários, governar de fato a favor dos trabalhadores sem atacar os privilégios da elite? Certamente não é conchavando com essa mesma elite que se conseguirá algo de positivo.

E aqui está o furo de todo o programa do PT e da esquerda em geral. Pois é um programa de governar junto com a patronal. E nós trabalhadores temos experiência e consciência muito clara de que se, por exemplo, uma diretoria do sindicato negocia muito à vontade e amigavelmente com a patronal, certamente o acordo será péssimo para os trabalhadores. É só ver como foram os últimos dissídios das categorias.

Não dá para desconsiderar que o PT está coligado com os partidos patronais e golpistas em 17 dos 26 estados da federação. Esse fato desmascara toda e qualquer ilusão de que um novo governo petista seria a saída para todos os sofrimentos e dificuldades que a classe operária e o povo pobre em geral têm passado.

É certo que é impossível repetir um governo semelhante aos de Lula, com alguma concessão em investimentos sociais e programas assistenciais. Simplesmente porque hoje é outra conjuntura. A crise econômica mundial de 2008, que chegou ao Brasil em 2012 e aprofundou em 2015/2016, jogou o país num caos total.

O imperialismo não quer ceder nem um milímetro

E a política do imperialismo norte-americano, que é quem verdadeiramente manda no nosso país, não é de fazer concessões para nenhuma nação, muito menos às da América Latina. Os EUA estão travando uma guerra comercial com a China e com os outros países imperialistas, na disputa por espaço no mercado mundial, na intenção de equilibrar a tendência da queda da taxa de lucros dos monopólios, que piorou muito no último período.

Independente de quem vencer as eleições, o próximo governo terá que dançar conforme a música. A limitação do crescimento das despesas públicas que só será corrigido pela inflação do ano anterior (o chamado teto de gastos públicos), a reforma trabalhista, a reforma da previdência e as privatizações do que resta de empresa pública, são exigências que os norte-americanos não vão abrir mão em hipótese alguma. E a tendência é o aprofundamento da espoliação do país já a partir do próximo ano com a posse do novo governo.

Um suposto governo Haddad, hoje, seria muito diferente dos de Lula. Seria, sim, mais parecido com os de Dilma e muito próximo ao de Temer. Pois a política do PT é de submissão aos ditames imperialistas, uma política de conciliação de classes que tenta reeditar governos de Frente Popular, que são governos em conjunto com a burguesia.

Esse tipo de governo de Frente Popular acaba por governar a favor do aumento dos lucros dos capitalistas e contra os interesses dos trabalhadores. Já os governos anteriores do PT e a campanha que está fazendo agora, coligado com todos os partidos do Centrão por quase todos os estados da federação, indica o mau caminho.

São necessárias medidas anti-imperialistas

Nenhum governo pode fazer minimamente nada a favor do povo se não desagradar o imperialismo. Como garantir emprego, saúde, educação e segurança para a população sem dinheiro? É óbvio que a primeira ação de um governo verdadeiramente popular seria estancar a sangria dos recursos do país deixando de pagar a dívida pública (externa e interna).

Sem essa medida, qualquer programa de governo “popular” é balela. E isso serve não só para  Haddad, mas também para  Boulos e até para  Ciro Gomes, que se arroga “de esquerda”.

Conforme informação do Banco Central, a dívida pública rompeu a barreira dos R$ 5 trilhões em abril de 2018. O endividamento da União, estados e municípios equivale a 75,9% do Produto Interno Bruto (PIB). E a tendência é que essa dívida continue aumentando. Por isso a necessidade de reduzir os gastos públicos para que se possa pagar juros e amortizar parte da dívida. Como o pagamento dos juros é muito maior do que o montante que se economiza, as contas fecham com déficit todos os meses e a dívida só faz crescer.

Como “governar para o povo” se a maior parte da riqueza produzida pelo país vai para as mãos dos bancos?

Somente enfrentando os monopólios internacionais teremos dinheiro para investir em programas sociais. É necessário deixar de pagar a dívida pública para os bancos, estatizar o sistema financeiro e estatizar as operações de comércio exterior. Isso é o mínimo para ter dinheiro em caixa para reorganizar a economia.

O governo deve estar apoiado na mobilização dos trabalhadores

Mas como garantir, efetivamente, estas medidas? O governo só terá êxito se apoiar a mobilização da população em geral e a mobilização dos trabalhadores em primeiro lugar. Um país com os trabalhadores mobilizados, apoiando as medidas anti-imperialistas de seu governo, pode enfrentar o imperialismo e resistir com sucesso à toda reação burguesa.

Então, somente apoiado na mobilização dos trabalhadores é que um governo poderia avançar nessas medidas. E esse governo deveria ser totalmente independente da patronal, para representar exclusivamente os interesses dos trabalhadores.

Mas isso é justamente o que o PT e a esquerda não fazem. Pois a política de Frente Popular prioriza a ação parlamentar e jurídica, e não a  ação direta das massas. O PT não tem como política mobilizar os trabalhadores e enfrentar o golpe e os ataques da burguesia. E se viesse a governar o país, seria mais um governo patronal, um governo tucano encabeçado por um petista.

+ Política

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

A vitória de Jair Bolsonaro no Brasil faz parte da guerra “silenciosa” (híbrida, assíncrona, ou...

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

  A chapa Bolsonaro/Paulo Guedes venceu as eleições presidenciais de 2018 porque o PT, apoiado...

Agora como farsa?

Agora como farsa?

Por Paulo Uribe A partir de golpe de Estado, em 31 de março de 1964,...

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Os ataques contra os trabalhadores vêm de maneira acelerada com o governo Bolsonaro. Praticamente todos...

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

Quais as consequências para os trabalhadores e a população pobre e negra dos subúrbios? Por...

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

O governo Bolsonaro já está, de fato, no comando do país. Nenhuma medida do governo...

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

  Desde o impeachment de Dilma, que foi um golpe parlamentar, a direita apertou o...

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

As eleições de outubro de 2018 representaram uma das maiores fraudes dos últimos tempos. A...

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, venceu a fraude eleitoral do imperialismo norte-americano,...

Against the military coup in progress

Against the military coup in progress

BRAZIL No agreements with Bolsonaro   In the second round of presidential elections in Brazil,...

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

Nos últimos dias antes das eleições, ficou claro que além de ser um circo eleitoral,...

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Encontro de Eduardo Bolsonaro com Steve Bannon Foto: Reprodução A vitória de Donald Trump em...

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Por Antônio Fernando Analisando a conjuntura atual, vemos que a crise do sistema, que só...

O PT como oposição golpista consentida

O PT como oposição golpista consentida

É importante fazer a discussão do processo eleitoral compreendendo o contexto do golpe de Estado...

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Por Sergio Lessa Há uma enorme confusão na avaliação do cenário político nacional, nestes dias...

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

O grande ponto que deve ser avaliado, em se tratando das eleições no Brasil, é...

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

Por Florisvaldo Lopes     No debate realizado pela TV Bandeirantes, o candidato do PSDB...

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu,...

Haddad faz gol contra

Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno....

Haddad é Lula?

Haddad é Lula?

Recentemente apareceu nas notícias que Fernando Haddad teria visitado o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal...

Haddad, semeando derrotas

Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo...

Haddad joga para perder

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno...

Haddad joga para perder no 2º turno?

Haddad joga para perder no 2º turno?

    As eleições de 2018 acontecem como parte do processo golpista e servem para...

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

Recentemente foram liberadas pelo juiz Sergio Moro as delações do ex-ministro Antonio Palocci, há 6...

O STF e o Golpe

O STF e o Golpe

O golpe de Estado no Brasil progride com contradições, mas progride. Já temos falado várias...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia”...

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

É corrente nos meios de comunicação de massas a afirmação de que as eleições deste...

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

O evento mais importante da semana foi a matéria de capa da revista The Economist,...

O roteiro golpista no Brasil

O roteiro golpista no Brasil

O golpe de Estado deve ser visto como um processo que começa em 2005 na...

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

Esta semana tivemos a oportunidade de observar como a burguesia manipula o processo eleitoral especificamente...

América Latina rumo ao precipício

América Latina rumo ao precipício

A crise capitalista mundial tem forte influência no Brasil e na América Latina. O centro...

Bolsonaro e os militares

Bolsonaro e os militares

  Na atual conjuntura, é muito válida a célebre máxima do grande filósofo alemão Friedrich...

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

O “atentado” contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL),...

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

  Entrou em vigor, no dia 20 de agosto, o pacote de medidas econômicas adotas...

Aos trabalhadores brasileiros

Aos trabalhadores brasileiros

Por Florisvaldo Lopes Caros camaradas, Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises...

Bolsonaro - mais que uma facada

Bolsonaro - mais que uma facada

O recente ataque a Bolsonaro durante caminhada em Juiz de Fora/MG, acabou representando todo um...

Como se posicionar nas eleições golpistas?  #00Confirma

Como se posicionar nas eleições golpistas? #00Confirma

O candidato tucano do PT, Fernando Haddad, pode até decolar, mas vai encontrar muitos ataques...

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

  A propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores está calcada em cima da perseguição política...

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

  Lula é líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto para presidente da república....

Haddad X Bolsonaro no 2º turno?   #00confirma

Haddad X Bolsonaro no 2º turno? #00confirma

  Esta semana, as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República deram a...

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

A esquerda ligada à política eleitoreira e de conciliação de classes tem impulsionado uma série...

#00confirma

#00confirma

A ditadura do judiciário fica cada vez mais clara em todos os sentidos, apesar deste...

O imperialismo e os donos da padaria

O imperialismo e os donos da padaria

Para quem diz que Alckmin é o candidato natural do imperialismo tem de ver que...

O circo eleitoral

O circo eleitoral

O ponto que devemos destacar nessa semana é a continuidade do circo eleitoral. O debate...

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

  O Partido dos Trabalhadores (PT) registrou a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva...

A China no mercado mundial

A China no mercado mundial

A China é um elemento muito importante de estabilidade do capitalismo mundial. Para estabilizar a...

Crise na Turquia

Crise na Turquia

O caso da Turquia é muito interessante porque revela que a crise se desenvolve meio...

PT. Nem demônio como fala a direita, nem anjo como defende a esquerda

PT. Nem demônio como fala a direita, nem anjo como defende a esquerda

Os erros da política do PT são mantidos ocultos aos olhos da maioria dos trabalhadores....

Debate ridículo entre os presidenciáveis

Debate ridículo entre os presidenciáveis

O fato mais relevante dessa semana foi o debate dos candidatos à Presidência da República...

Gazeta Revolucionária [pdf]

 gr16 capa

 gr15capa