Sábado, 22 Setembro 2018

 lulabolson

Esta semana, as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República deram a tônica no debate da situação política nacional. A pesquisa CNT/MDA revela que Lula está com 37,3% das intenções de voto, Bolsonaro com 18,8% e os outros principais candidatos entre 6% a 4%. O IBOPE coloca Lula com 37%, Bolsonaro com 18% e os outros entre 6% e 4%. E o Instituto DATAFOHA dá 39% para Lula, para Bolsonaro 19% e os outros entre 8% e 5%.

Outra pesquisa DATAFOLHA, da mesma semana, que mede a preferência do eleitorado sobre partidos políticos, revela que o PT supera de longe todos os outros partidos na preferência do eleitor. PT com 24%; PMDB e PSDB com 4%; PSOL, PDT, PSB e PSL com 1%.

Eleições golpistas refletem de forma distorcida a polarização da luta de classes

Esses levantamentos são muito sintomáticos. Lula, condenado criminalmente e cumprindo pena, lidera todas as pesquisas, seguido de Bolsonaro, que amealha um pouco mais da metade dos votos do petista. Os outros candidatos não chegam a um terço dos votos do segundo colocado.

Esses números revelam a polarização da luta de classes. A conjuntura de crise econômica e de aumento da exploração combinada com a resistência dos trabalhadores e o crescimento da ultradireita estão bem ilustrados nesses levantamentos. A indicação de voto em Lula reflete a resistência dos trabalhadores aos ataques da patronal. A indicação de voto em Bolsonaro reflete as posições de direita que no Brasil se manifestam como antipetismo, anticomunismo e antiesquerdismo.

Essa realidade reflete a polarização mundial, que escalou após a crise de 2008, com o avanço da extrema direita em vários países, notoriamente com a vitória de Donald Trump nos EUA.

A resistência dos trabalhadores é espelhada no campo eleitoral, de uma forma distorcida, pela falta de uma direção revolucionária para encaminhar as lutas operárias, pois a direção burocrática canaliza toda a indignação popular para o campo eleitoral.

Essa resposta dos explorados no campo da superestrutura política não é só no Brasil. Em maio deste ano ocorreu a vitória de Maduro na Venezuela com 67% dos votos. Pode-se dizer que houve manipulação, mas o certo é que a direita não venceu, perdeu. No México, em junho deste ano, Lopez Obrador vence com 53%. O golpismo financiado pelos EUA, na Nicarágua, não conseguiu depor Daniel Ortega e antecipar as eleições como era a intenção da direita. E em outubro, a vitória de Lula seria certa não fosse a condenação em 2º grau num processo relâmpago e sem provas.

Haddad no 2º turno?

Porém, há uma possibilidade que dê PT este ano. Haddad pode ir para o 2º turno e vencer. E essa vitória petista vai influenciar, inevitavelmente, as eleições na Argentina no ano que vem. E assim vai dar a tônica de uma resposta dos trabalhadores ao aperto promovido pela exploração capitalista, e confirmará uma mudança de conjuntura a nível regional envolvendo toda a América Latina.

Essa situação reflete a crise capitalista mundial, que obriga os EUA a entrarem numa guerra comercial com a China e com os outros países imperialistas. Também expressa a violenta crise política interna que vive a potência norte-americana, com as trapalhadas do governo Trump, ameaçado de sofrer um processo de impeachment.

Por sua vez, essa crise da dominação do imperialismo se manifesta no Brasil com uma crise no processo de golpe de Estado. A crise do golpe se deu em razão de que não bastava prender Lula para o PT não vencer as eleições. O cálculo era de que com Lula preso, o PT seria desmoralizado e não teria força para reagir e iria decair muito mais do que quando das eleições municipais de 2016, momento em que o PT foi dizimado nas urnas e perdeu mais de 60% de suas prefeituras.

A contradição se deu em que a população identificou a prisão de Lula como perseguição política o que reverteu em votos para o PT. O feitiço virou contra o feiticeiro. A prisão de Lula deu efeito contrário, foi um verdadeiro tiro no pé da direita. Colocaram o líder petista em evidência máxima, todos os dias na mídia com um fato novo, o que favoreceu sobremaneira a campanha do PT.

O imperialismo não conseguiu construir seu candidato ideal

A postura do Judiciário golpista foi tão medonha, de uma grosseria tal, que suscitou uma campanha nacional e internacional pela libertação de Lula, preso injustamente apenas para que não participasse das eleições de outubro. Mobilizaram até o Papa, que enviou seu representante para, sem sucesso, visitar Lula na prisão. Mais recentemente, o Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) determinou que o Estado brasileiro tomasse todas as medidas necessárias para garantir os direitos políticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, inclusive o acesso à imprensa.

Olhando retrospectivamente, teria sido mais inteligente não prender Lula e minar sua candidatura por outros meios. E se formos mais a fundo, do jeito que as coisas estão, teria sido preferível deixar o governo Dilma/Temer sangrar mais dois anos para, com facilidade, derrotar o PT em 2018. Mas assim não se deu. O imperialismo privilegiou uma política truculenta, golpista, a moda Trump, que até o momento está produzindo efeito contrário.

Talvez por aí até tivesse sido possível construir uma alternativa da direita para que se contrapusesse ao candidato petista, pois um dos calcanhares de Aquiles da burguesia é a falta de uma candidatura viável de direita.

Bolsonaro perde em uma disputa com o PT no 2º turno e não é totalmente confiável ao capital financeiro internacional. Alckmin, não vai chegar lá. Ainda que nenhum deles tenha sido o modelo de candidato ideal para o imperialismo, que sempre preferiu um outsider, “apolítico”, de extrema direita, que liderasse a direitização do regime político rumo ao bonapartismo aberto.

Um governo tucano liderado por um petista?

Por tudo isso é que a burguesia corre o risco de ter que engolir uma saída com o PT no próximo período. O que vai sobrar para a classe dominante seguir em frente será a socialdemocracia, pois é bem provável que o PT venha a ganhar essas eleições.

Se assim for, será um governo bem mais à direita que o de Lula e o de Dilma, pois provavelmente terá que montar um ministério que contente todos seus aliados no 2º turno, o que há de pior na política brasileira. Será um governo de “pacto social”, de “unidade nacional”.

Mesmo assim, inevitavelmente, será bombardeado pela extrema-direita, não vai conseguir governar, vai depender do Centrão no Congresso e talvez nem termine o mandato. Será um governo de muita crise, com a possibilidade de explodir de vez o regime político e com tendência de polarização ainda maior.

É por isso que os analistas burgueses dizem que tem que ver se acontecerá a transferência de votos de Lula para Haddad, que tem que esperar começar o horário eleitoral para ver se Alckmin reage e supera Bolsonaro, etc., etc.

Mais pura balela! O que não querem é admitir o óbvio. Lula transfere votos para Haddad, Alckmin não supera Bolsonaro. E uma disputa entre Haddad e Bolsonaro no 2º turno divide a burguesia. Até FHC já afirmou que o PSDB deve apoiar Haddad no 2º turno e o Centrão vai preferir Haddad do que Bolsonaro, ou no mínimo vai rachar. Haddad e o PT tem uma política muito parecida com o PSDB. Haddad é muito parecido com Fernando Pimentel, governador do PT de MG que mais parece um tucano. 

Um novo golpe do Judiciário?

Agora, a única maneira da burguesia evitar uma vitória petista é cassando a chapa do PT, com a Justiça Eleitoral impugnando a chapa Lula/Haddad e não dando alternativa para o PT apresentar outro candidato.

Essa foi a possibilidade que a direita considerou quando trocou a relatoria do processo de impugnação da candidatura Lula. Pois aqui temos um pequeno golpe interno ao TSE, em que a Presidente do Tribunal, ministra Rosa Weber, tirou das mãos do ministro Admar Gonzaga a relatoria do processo de impugnação do registro de candidatura do ex-presidente Lula e passou para o ministro Roberto Barroso.

O ministro Luís Roberto Barroso concentra os dois processos do PT no TSE, o de registro da candidatura e o da impugnação da candidatura. Ele deverá ter muito peito para, com um canetaço, tirar o PT da disputa.

O que dificulta para eles darem esse golpe é que o campo petista é muito maior que o campo antipetista. É pelo menos o dobro. E eles têm medo de uma rebelião popular.

+ Política

América Latina rumo ao precipício

América Latina rumo ao precipício

A crise capitalista mundial tem forte influência no Brasil e na América Latina. O centro...

Bolsonaro e os militares

Bolsonaro e os militares

  Na atual conjuntura, é muito válida a célebre máxima do grande filósofo alemão Friedrich...

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

O “atentado” contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL),...

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

  Entrou em vigor, no dia 20 de agosto, o pacote de medidas econômicas adotas...

Aos trabalhadores brasileiros

Aos trabalhadores brasileiros

Por Florisvaldo Lopes Caros camaradas, Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises...

Bolsonaro - mais que uma facada

Bolsonaro - mais que uma facada

O recente ataque a Bolsonaro durante caminhada em Juiz de Fora/MG, acabou representando todo um...

Como se posicionar nas eleições golpistas?  #00Confirma

Como se posicionar nas eleições golpistas? #00Confirma

O candidato tucano do PT, Fernando Haddad, pode até decolar, mas vai encontrar muitos ataques...

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

  A propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores está calcada em cima da perseguição política...

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

  Lula é líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto para presidente da república....

Haddad X Bolsonaro no 2º turno?   #00confirma

Haddad X Bolsonaro no 2º turno? #00confirma

  Esta semana, as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República deram a...

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

A esquerda ligada à política eleitoreira e de conciliação de classes tem impulsionado uma série...

#00confirma

#00confirma

A ditadura do judiciário fica cada vez mais clara em todos os sentidos, apesar deste...

O imperialismo e os donos da padaria

O imperialismo e os donos da padaria

Para quem diz que Alckmin é o candidato natural do imperialismo tem de ver que...

O circo eleitoral

O circo eleitoral

O ponto que devemos destacar nessa semana é a continuidade do circo eleitoral. O debate...

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

  O Partido dos Trabalhadores (PT) registrou a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva...

A China no mercado mundial

A China no mercado mundial

A China é um elemento muito importante de estabilidade do capitalismo mundial. Para estabilizar a...

Crise na Turquia

Crise na Turquia

O caso da Turquia é muito interessante porque revela que a crise se desenvolve meio...

PT. Nem demônio como fala a direita, nem anjo como defende a esquerda

PT. Nem demônio como fala a direita, nem anjo como defende a esquerda

Os erros da política do PT são mantidos ocultos aos olhos da maioria dos trabalhadores....

Debate ridículo entre os presidenciáveis

Debate ridículo entre os presidenciáveis

O fato mais relevante dessa semana foi o debate dos candidatos à Presidência da República...

O PT enrolado em miríades de recursos judiciais

O PT enrolado em miríades de recursos judiciais

Após a deposição do PT do governo em 2016, orquestrada pelos Estados Unidos e aplicada...

O Alckminduto do PSDB e do Centrão

O Alckminduto do PSDB e do Centrão

Geraldo Alckmin, ou Chuchu como já foi chamado, com seu nariz de Pinóquio, que nos...

A crise capitalista pelo mundo

A crise capitalista pelo mundo

Dia a após dia, a crise da economia capitalista mundial aprofunda e se manifesta nos...

O desemprego, o golpe e as eleições

O desemprego, o golpe e as eleições

A situação do Brasil é gravíssima devido o alto grau de desemprego. O desemprego não...

A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

O golpe de Estado no Brasil, capitaneado pelo Poder Judiciário, avança de vento em popa....

Programa de governo do PT favorece o golpe

Programa de governo do PT favorece o golpe

Nos últimos dias, vimos no site do PT que a cúpula desse partido divulgou um...

Estratégia extraparlamentar do imperialismo

Estratégia extraparlamentar do imperialismo

O avanço do imperialismo é totalmente extraparlamentar, para impor um governo duro, devido à crise...

O PT como um partido da ordem

O PT como um partido da ordem

O PT tem uma estratégia totalmente atrelada ao regime político e não ultrapassa em absolutamente...

A crise das eleições de 2018

A crise das eleições de 2018

A crise política no Brasil abarca o conjunto do regime político. Não é à toa...

Desvendando "as loucuras" de Donald Trump

Desvendando "as loucuras" de Donald Trump

O governo de Donald Trump se encontra cada vez mais numa aparente loucura total. Recentemente...

O imperialismo está pedindo água

O imperialismo está pedindo água

A decadência do sistema capitalista imperialista é monumental. A taxa de lucros dos monopólios, segundo...

Devorados pelo Judiciário

Devorados pelo Judiciário

A ilusão da esquerda nas instituições do Estado burguês fica manifesta com a postura quase...

Esquerda dá verniz democrático às eleições golpistas

Esquerda dá verniz democrático às eleições golpistas

Qual é a relação entre o golpe de Estado em curso no país e as...

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do...

A política do imperialismo alimenta a crise

A política do imperialismo alimenta a crise

A política mundial é um reflexo da crise econômica, ela tem papel de responder essa...

Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos...

A crise da direita e as contradições do golpe

A crise da direita e as contradições do golpe

  As ações golpistas, no Brasil, seguem no sentido do controle do regime político pelo...

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

Seria importante, neste momento, que a esquerda pudesse evitar fazer a repetição da história como...

Luta operária e sindical no Brasil

Luta operária e sindical no Brasil

Para contextualizar dialeticamente os sindicatos e a luta operária devemos analisar a partir do início...

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

  A situação nacional está marcada por uma enorme crise econômica que atinge o país...

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

  A “luta contra a corrupção” não é nada mais do que uma desculpa utilizada...

O STF no centro do furacão

O STF no centro do furacão

   Para avaliar em que ponto o golpe de Estado no Brasil se encontra hoje...

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

  A esquerda pequeno-burguesa promove a ideia de que a revolução seria feita pelo conhecimento,...

Contagem regressiva para a guerra mundial

Contagem regressiva para a guerra mundial

Após a crise capitalista mundial de 2008 as contradições interimperialistas começaram a aumentar, principalmente entre...

A Rede Globo e o FBI

A Rede Globo e o FBI

  Desde a crise de 2008 o mundo não e mais o mesmo, os grandes...

Copa do Mundo e Golpe de Estado

Copa do Mundo e Golpe de Estado

É absolutamente normal que a burguesia, principalmente sua ala direita, promova manipulações utilizando o futebol...

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Estamos vivendo, hoje, no Brasil, um processo político de golpe de Estado. Apesar de que...

A Coreia do Norte e a crise mundial

A Coreia do Norte e a crise mundial

Para entender a crise geral que está aberta é preciso entender a evolução política mundial...

Estava cheia de si e dormiu

Estava cheia de si e dormiu

 A situação nacional ainda está marcada pela ressaca do movimento dos caminhoneiros. Aumentou o desgaste...

Ciro Gomes com o pé na lama

Ciro Gomes com o pé na lama

A crise política no Brasil dispara como reflexo da crise econômica. Os candidatos da direita...

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

O problema no Brasil deve ser sempre entendido dentro da evolução da crise capitalista mundial...

Nacional

Bolsonaro e os militares

18 Setembro 2018
Bolsonaro e os militares

  Na atual conjuntura, é muito válida a célebre máxima do grande filósofo alemão Friedrich Hegel e que, depois, foi referendada por Karl Marx:  a História se repete, a primeira...

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

17 Setembro 2018
Haddad, Bolsonaro e o Golpe

O “atentado” contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL), marca o aprofundamento do processo do golpe de Estado.  Colocou em cena o general da...

Aos trabalhadores brasileiros

12 Setembro 2018
Aos trabalhadores brasileiros

Por Florisvaldo Lopes Caros camaradas, Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises econômicas da História. Não fomos nós trabalhadores que provocamos e sim os capitalistas, os quais...

A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

03 Agosto 2018
A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

O golpe de Estado no Brasil, capitaneado pelo Poder Judiciário, avança de vento em popa. Com a aproximação do prazo final para inscrições de candidatos ao cargo de Presidente da...

Devorados pelo Judiciário

20 Julho 2018
Devorados pelo Judiciário

A ilusão da esquerda nas instituições do Estado burguês fica manifesta com a postura quase que religiosa de confiança na Justiça burguesa. Porém, esse crédito na isenção dos julgadores brasileiros...

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

Massacre ao povo palestino (parte...

A Intifada palestina     Intifada significa revolta, ou literalmente...

Massacre ao povo palestino (parte...

A criação do Estado de Israel Não foi da noite...

Massacre ao povo palestino (parte...

Sionismo praticando a necropolítica em Gaza     A propósito,...

Massacre ao povo palestino (parte...

Nakba, 70 anos de assassinatos No dia 14 de maio...