Quarta, 21 Novembro 2018

Os erros da política do PT são mantidos ocultos aos olhos da maioria dos trabalhadores.

ceuinferno 
Por Florisvaldo Lopes

Iniciemos por uma breve análise da política no Brasil imposta pela elite escravagista e entreguista até a chegada do PT ao governo em 2002.

O Brasil, desde sua descoberta, serviu apenas aos interesses da elite. O que era de praxe na época das cruzadas, continua sendo a praxe do capitalismo, principalmente dos imperialistas, ou seja, explorar países e povos subdesenvolvidos.   

Até 1889 o país servia ao interesse da monarquia portuguesa, o qual, por sua vez, estava sobre o controle do imperialismo Inglês, ou seja, já nessa época o Brasil era submetido ao controle do imperialismo, antes dos ingleses, hoje dos americanos. Quando foi instalada a República, inicia-se uma nova era de exploração do país, agora não mais pelos portugueses e ingleses  mas sim pelos ianques. Não é à toa que os Estado Unidos, através da doutrina Monroe, a qual defendia a autonomia do continente americano, foram os primeiros a aceitar a emancipação política do Brasil.

A  partir de 1889 o país passa a ser controlado, mesmo que indiretamente, pelos norte-americanos. Antes era a escravização dos nativos, depois dos negros africanos, mais tarde a exploração da mão de obra imigrante e, por último, a exploração total da mão de obra dos brasileiros que dura até hoje.

A Nova República e a dominação imperialista

Os governos republicanos de 1889 até o fim da ditadura militar, na década de 1980, sempre geriram o Estado por interesse da elite local e dos imperialistas internacionais. Claro que, por imposição da luta dos explorados, alguns desses governos tiveram que ceder alguns direitos, mesmo porque era preciso controlar a luta das massas.

A pós-ditadura implantou no Brasil a política desenvolvida pelo imperialismo norte-americano para explorar os países, principalmente os subdesenvolvidos.  O neoliberalismo começa a se desenvolver já no governo de José Sarney, passa por Collor de Mello o qual é deposto e seu sucessor Itamar Franco continua aplicando a mesma política, porém é no governo de Fernando Henrique Cardoso (FHC) que a política neoliberal chega ao seu apogeu.

O Estado, além de nada fazer pelos oprimidos, estava sendo entregue cada vez mais e mais rápido ao imperialismo, principalmente, nos governos de FHC.

Até então o povo explorado do país foi governado pela elite que nada fez pelos direitos dos explorados. Esses só tinham um direito, o direito de trabalhar! As faculdades públicas serviam apenas aos filhos de ricos, todo o serviço de qualidade prestado pelo Estado servia apenas à elite. Aos explorados, o serviço prestado era o mais sucateado possível, ou seja, tudo de pior que tinha no Estado brasileiro é o que era permitido que os trabalhadores aproveitassem.

Governo Petista

Depois de 500 anos do país ser explorado em benefício da elite capitalista nacional e internacional, o Estado brasileiro seria gerenciado por um governo de um ex operário. Era a vez do PT e de Lula.

Mas porquê a elite deixou que Lula chegasse a governar o Brasil? Porque a economia capitalista e, principalmente, o neoliberalismo começavam a se decompor e era preciso viabilizar um governo que conseguisse conter os descontentamentos dos explorados, ou seja, dos trabalhadores, os quais voltaram à luta.  

O histórico do sucessor de FHC era um histórico de conciliação de classes. Lula sempre foi um apaziguador, seja nas greves que ele dirigiu, mesmo sendo empurrado pelos operários, seja no tempo que foi preso pela ditadura. As palavras de Lula aos trabalhadores em greve eram sempre, “vão para casa, não provoquem e não aceitem provocações”.

O apaziguador perfeito o qual o capitalismo poderia usar sem medo para que controlasse a luta das massas. E assim, Lula chega ao governo. Antes, não por acaso, vai aos Estado Unidos tendo também, não por acaso, o próprio FHC como guia, para pedir a benção ao presidente norte-americano, George Bush Jr, com quem Lula se comprometeu a continuar a política econômica de FHC. E assim fez no seu governo.

Claro que Lula e o PT não poderiam levar a política de FHC ao pé da letra. O PT, aqui já burocratizado e controlado por pequenos burgueses e a aristocracia operária, tinha sido fundado em um movimento genuinamente operário proveniente das lutas operárias do final da década de 70. Se Lula tivesse aplicado integralmente a política da elite exploradora, a qual ele prometeu ao imperialismo, o PT acabaria no seu primeiro governo. Mesmo porque, apesar do apoio da elite, o PT chegou ao governo com milhares de votos dos trabalhadores os quais estavam descontentes com a política de exploração de FHC.

Os prós e os contras na política petista

Lula, por ter vindo da classe explorada, sabia muito bem que qualquer melhoria mínima que chegue à vida de um trabalhador seria bem aceita. Com as crises capitalistas relativamente estabilizadas, foi possível colocar em prática a sua política social como o Bolsa-Família, o programa de moradia Minha Casa Minha Vida e outros.

Lula no governo e com uma economia relativamente estabilizada pôde, pelo menos, simular uma política de desenvolvimento do país. Seja no sentido de infraestrutura, seja no sentido de assistência social, é fato que ele recuperou a Embraer a qual foi sucateada pela elite, é fato que no governo dele a Petrobras cresceu, que  as estatais melhoraram e que o setor tecnológico se desenvolveu. Foi facilitado o ingresso de  operários nas universidades. Estendeu  o crédito pessoal para a massa operária que, assim, teve um período de melhoria de vida.

Em vários setores o país avançou. Isso é fato. E daí vem o porquê de o povo explorado gostar do PT. Afinal para um país que em 500 anos não obteve nenhuma benfeitoria do Estado, qualquer migalha é bem-vinda, e isso  Lula e o PT souberam usar bem. Porém, se analisarmos a política do PT friamente, ou seja, sem sentimentalismos, sem crença, veremos claramente quais foram os acertos, os erros e os interesses próprios do PT.

Análise do governo petista. Acertos, erros e interesses

O que estava por trás do desenvolvimento das estatais? Claro que havia nisso um desenvolvimentismo, mas junto com isso ele usou as estatais para cooptar mais de 150 mil sindicalistas com ótimos salários e assim retirou esses da luta operária.

E o objetivo era esse, afinal Lula foi levado ao governo para paralisar as lutas dos explorados. Com isso ele conseguiu de uma só vez: 1) criar mais empregos nas estatais estabilizadas e, assim, o operário ficou contente e o voto estava garantido; 2) cooptar as lideranças sindicais de luta na sua própria base; 3) garantir os lucros das empresas que prestavam serviços às estatais como, por exemplo, Odebrecht, OAS e várias outras, as quais, em retribuição, financiaram as campanhas petistas nas eleições seguintes.

Sobre o Bolsa-Família, uma ajuda de custo às famílias que não tem renda, o ponto importante desse projeto é que para as famílias terem direito a receber a ajuda, os filhos devem ter boa frequência na escola. Somos totalmente a favor dessa ajuda, porém achamos que o valor repassado a essas famílias é insuficiente. Esse valor deveria ser, no mínimo, de um salário mínimo. Com o Bolsa-Família, que se trata de uma política emergencial para diminuir a extrema pobreza do país, o PT lucrou a gratidão dessas famílias em forma de voto.

Escola para todos. Aqui fica claro a conciliação de classes petista. Esse projeto que ajudou muitos pobres a entrarem na faculdade serve muito mais aos empresários do sistema de ensino que são recompensados pelo governo com o dinheiro da União. Um governo que pensa nos oprimidos deveria ter melhorado e ampliado as universidades federais abrindo-as, verdadeiramente, ao povo. O que o PT fez foi repassar muito dinheiro do Estado para os empresários do ensino.

Todos os programas feitos pelo PT em prol dos pobres tiveram por trás interesses do próprio partido e de seus amigos empresários que ganharam muito dinheiro com isso. Em contrapartida o PT, dando migalhas a um povo que nunca tinha recebido nada dos governos em toda história do Brasil, ganhava deste o tão esperado voto nas urnas para continuar governando.  

Os maiores crimes do governo petista contra os trabalhadores

1) Manter todos os acordos com o imperialismo; 2) Conter a luta dos trabalhadores comprando suas lideranças; 3) Iludir os trabalhadores de que é possível melhorar de vida reformando um Estado capitalista; 4) Induzir os trabalhadores ao consumo, aqui a mesma política do capitalismo; 5) Facilitar aos trabalhadores a compra de itens de consumo nunca antes conseguidos, pagos em várias prestações e, dessa forma, aumentar o endividamento e a inadimplência da grande maioria da classe trabalhadora; 6) Aburguesar a mente do trabalhador e intimidá-lo a ponto dele não mais reclamar das condições miseráveis de vida no seu local de trabalho porque, afinal, ele precisa pagar suas dívidas; 7) Ainda hoje, ocultar dos trabalhadores o golpe em desenvolvimento no país, conter a luta de massas, não chamar nenhuma mobilização (única ação que pode conter o golpe impulsionado pelo imperialismo) e levar tudo para a luta jurídica no momento em que o Judiciário encabeça o golpe; a própria Dilma é candidata a senadora em MG, abandonando a luta contra o golpe que a depôs.

Foram criadas várias ciladas aos trabalhadores no governo do PT, fazendo com que esses caíssem na demagogia de que estão sem poder de barganha para lutar contra a perda de seus direitos adquiridos, devido à crise capitalista, para não perderem o emprego e depois não terem como pagar suas dívidas!

As migalhas dadas pelo governo petista aos explorados gerou prazer aos mesmos em curto prazo, porém, como o PT manteve e fortificou a ideologia capitalista na mente dos explorados, atrasou muito o desenvolvimento de sua consciência de classe. 

Como seria o governo de um partido Operário para os explorados (governo de transição ao socialismo)

1) Expropriação dos meios da produção socializando a produção para todo o povo;

2) Expropriação do grande capital sob o controle dos conselhos operários.

3) Dissolução dos ministérios e o fim da burocracia estatal que deverão ser substituídos por representantes dos conselhos de trabalhadores, eleitos a partir dos locais de trabalho e de moradia;

4) Abolição dos impostos sobre o consumo e sobre a renda para os trabalhadores assalariados. Impostos progressivos sobre a renda e a herança;

5) Assembleia nacional unicameral eleita a partir dos conselhos de trabalhadores. Os representantes não poderão ter um salário superior ao de um trabalhador médio e poderão ser removidos a qualquer momento;

6) Igualdade de direitos de todos os cidadãos, independentemente de sexo, religião, raça e nacionalidade;

7) Direito de todos os cidadãos convocarem para depor, em processos comuns, qualquer tipo de autoridade pública diante dos Tribunais Populares;

8) Ensino gratuito e de qualidade em todos os níveis;

9) Saúde pública e de qualidade com acesso à toda a população;

10) Ajuda de custo de um salário mínimo às famílias carentes, porém para que isso não se torne uma forma de comodismo é necessário desenvolver o país como um todo, criando empregos para que todos possam trabalhar e não dependam da ajuda financeira do Estado;

11) Estatização de todas as empresas de serviço público, colocando na sua administração os próprios operários;

12) Equiparação de salários para não haver diferença entre os vários cargos;

13) A produção nacional agrícola e industrial destinada em primeiro lugar para o consumo interno, o que sobrar seria exportado;

14) A dívida pública externa, a qual foi convertida em interna pelo  PT, e que já foi paga, deve ser suspensa;

15) Desenvolver o país como um todo, principalmente o Norte e Nordeste, através da criação de obras públicas de infraestrutura, para garantir qualidade de vida e emprego para todos brasileiros.

Voto nulo nas eleições golpistas!
Unidade dos trabalhadores contra o golpe!
Pela retomada dos operários das suas instituições de luta, hoje nas mãos da burocracia!
Fora imperialismo do Brasil!
Pela criação do Partido Operário Revolucionário!

 

+ Política

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

A vitória de Jair Bolsonaro no Brasil faz parte da guerra “silenciosa” (híbrida, assíncrona, ou...

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

  A chapa Bolsonaro/Paulo Guedes venceu as eleições presidenciais de 2018 porque o PT, apoiado...

Agora como farsa?

Agora como farsa?

Por Paulo Uribe A partir de golpe de Estado, em 31 de março de 1964,...

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Os ataques contra os trabalhadores vêm de maneira acelerada com o governo Bolsonaro. Praticamente todos...

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

Quais as consequências para os trabalhadores e a população pobre e negra dos subúrbios? Por...

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

O governo Bolsonaro já está, de fato, no comando do país. Nenhuma medida do governo...

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

  Desde o impeachment de Dilma, que foi um golpe parlamentar, a direita apertou o...

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

As eleições de outubro de 2018 representaram uma das maiores fraudes dos últimos tempos. A...

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, venceu a fraude eleitoral do imperialismo norte-americano,...

Against the military coup in progress

Against the military coup in progress

BRAZIL No agreements with Bolsonaro   In the second round of presidential elections in Brazil,...

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

Nos últimos dias antes das eleições, ficou claro que além de ser um circo eleitoral,...

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Encontro de Eduardo Bolsonaro com Steve Bannon Foto: Reprodução A vitória de Donald Trump em...

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Por Antônio Fernando Analisando a conjuntura atual, vemos que a crise do sistema, que só...

O PT como oposição golpista consentida

O PT como oposição golpista consentida

É importante fazer a discussão do processo eleitoral compreendendo o contexto do golpe de Estado...

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Por Sergio Lessa Há uma enorme confusão na avaliação do cenário político nacional, nestes dias...

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

O grande ponto que deve ser avaliado, em se tratando das eleições no Brasil, é...

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

Por Florisvaldo Lopes     No debate realizado pela TV Bandeirantes, o candidato do PSDB...

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu,...

Haddad faz gol contra

Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno....

Haddad é Lula?

Haddad é Lula?

Recentemente apareceu nas notícias que Fernando Haddad teria visitado o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal...

Haddad, semeando derrotas

Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo...

Haddad joga para perder

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno...

Haddad joga para perder no 2º turno?

Haddad joga para perder no 2º turno?

    As eleições de 2018 acontecem como parte do processo golpista e servem para...

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

Recentemente foram liberadas pelo juiz Sergio Moro as delações do ex-ministro Antonio Palocci, há 6...

O STF e o Golpe

O STF e o Golpe

O golpe de Estado no Brasil progride com contradições, mas progride. Já temos falado várias...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia”...

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

É corrente nos meios de comunicação de massas a afirmação de que as eleições deste...

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

O evento mais importante da semana foi a matéria de capa da revista The Economist,...

O roteiro golpista no Brasil

O roteiro golpista no Brasil

O golpe de Estado deve ser visto como um processo que começa em 2005 na...

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

Esta semana tivemos a oportunidade de observar como a burguesia manipula o processo eleitoral especificamente...

América Latina rumo ao precipício

América Latina rumo ao precipício

A crise capitalista mundial tem forte influência no Brasil e na América Latina. O centro...

Bolsonaro e os militares

Bolsonaro e os militares

  Na atual conjuntura, é muito válida a célebre máxima do grande filósofo alemão Friedrich...

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

O “atentado” contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL),...

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

  Entrou em vigor, no dia 20 de agosto, o pacote de medidas econômicas adotas...

Aos trabalhadores brasileiros

Aos trabalhadores brasileiros

Por Florisvaldo Lopes Caros camaradas, Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises...

Bolsonaro - mais que uma facada

Bolsonaro - mais que uma facada

O recente ataque a Bolsonaro durante caminhada em Juiz de Fora/MG, acabou representando todo um...

Como se posicionar nas eleições golpistas?  #00Confirma

Como se posicionar nas eleições golpistas? #00Confirma

O candidato tucano do PT, Fernando Haddad, pode até decolar, mas vai encontrar muitos ataques...

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

  A propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores está calcada em cima da perseguição política...

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

  Lula é líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto para presidente da república....

Haddad X Bolsonaro no 2º turno?   #00confirma

Haddad X Bolsonaro no 2º turno? #00confirma

  Esta semana, as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República deram a...

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

A esquerda ligada à política eleitoreira e de conciliação de classes tem impulsionado uma série...

#00confirma

#00confirma

A ditadura do judiciário fica cada vez mais clara em todos os sentidos, apesar deste...

O imperialismo e os donos da padaria

O imperialismo e os donos da padaria

Para quem diz que Alckmin é o candidato natural do imperialismo tem de ver que...

O circo eleitoral

O circo eleitoral

O ponto que devemos destacar nessa semana é a continuidade do circo eleitoral. O debate...

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

  O Partido dos Trabalhadores (PT) registrou a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva...

A China no mercado mundial

A China no mercado mundial

A China é um elemento muito importante de estabilidade do capitalismo mundial. Para estabilizar a...

Crise na Turquia

Crise na Turquia

O caso da Turquia é muito interessante porque revela que a crise se desenvolve meio...

PT. Nem demônio como fala a direita, nem anjo como defende a esquerda

PT. Nem demônio como fala a direita, nem anjo como defende a esquerda

Os erros da política do PT são mantidos ocultos aos olhos da maioria dos trabalhadores....

Debate ridículo entre os presidenciáveis

Debate ridículo entre os presidenciáveis

O fato mais relevante dessa semana foi o debate dos candidatos à Presidência da República...

Gazeta Revolucionária [pdf]

 gr16 capa

 gr15capa