Sábado, 15 Dezembro 2018

 llua


A situação nacional está marcada por uma enorme crise econômica que atinge o país em cheio uma vez que a economia, totalmente voltada para a especulação financeira, sofre os reveses da flutuação do humor dos “investidores” externos que especulam atrás de lucro fácil.

Some-se a isso a ofensiva do imperialismo que promove um golpe de Estado na intenção de implantar um regime bonapartista que garanta a entrega total, muito mais do que já está sendo entregue hoje, da economia nacional para os monopólios internacionais.

Nessa conjuntura, a classe operária não está mobilizada para resistir unificadamente com um movimento paredista forte e ações de rua.  O que se destaca e até amortece a luta é o direcionamento de toda a indignação popular para as eleições de 2018, que já começa a afunilar rumo à reta final.

A crise da esquerda é imensa e a tendência é de ir ao fundo do poço

Nesse contexto, a situação da esquerda é bem desconfortável, na medida em que se encontra pressionada pelos ataques espetaculares da burguesia e aprofunda-se em uma crise porque, contraditoriamente, cada vez mais se integra ao regime burguês. Em vez de se apoiar na luta da classe operária para resistir aos ataques do capital, ela gira à direita e avança na implementação de uma política de conciliação de classes, ou seja, uma política frente populista.

 Isso significa que, ao abandonar a luta dos trabalhadores, tratando esses não como agentes de transformação social, mas apenas como eleitores, e se jogando a conquistar cargos no parlamento burguês, a esquerda transpôs totalmente a barreira de classes e se transformou em uma esquerda burguesa, ou seja, a ala esquerda da burguesia nacional. Não só o PT e o PC do B, que já vinham nessa dinâmica há anos, mas o conjunto da esquerda foi à direita, arrastada por essa ala conciliadora, no afã de herdar o espólio da Frente Popular. 

E como hoje, na época neoliberal, não há mais espaço para uma política de conciliação de classes, a política da frente popular aprofunda-se numa crise e, quiçá, numa crise terminal para essa burocracia.

Confiar no Poder Judiciário é dar um tiro no próprio pé

Então, para se defender dos ataques orquestrados pelo imperialismo por meio da Lava Jato, das leis anti operárias, das perseguições políticas e da campanha de extrema direita da grande mídia, a esquerda em geral, que não confia na luta operária, acaba apelando para as instituições do regime burguês, notadamente o Poder Judiciário. 

Essa política jurídica da esquerda é um escândalo. Até os sindicatos mais “de luta” direcionam a resolução dos conflitos para o Judiciário. Mais ativo é o departamento jurídico do que o carro de som! O grau de confiança que a esquerda tem nas instituições podres do regime é impressionante. Recurso em cima de recurso ao Poder Judiciário, que é a principal instituição do golpe!

Mesmo que o STF esteja dividido, o fundamental para o golpe foi garantido: O impeachment de Dilma não foi levantado pelo Supremo; A prisão de Lula também não foi levantada pelo Supremo; A relatoria da Lava Jato no Supremo nas mãos de Edson Fachin é pior do que quando estava  nas mãos de Teori  Zavascki. Confiar no Judiciário é a mesma coisa que o condenado confiar no carrasco.

As eleições de outubro fazem parte do golpe

Não podemos nos iludir. O processo eleitoral é estratégico para o golpismo. Por isso tiraram do páreo Lula, o principal candidato, e estão queimando com denúncias, processos judiciais e propaganda negativa os seus possíveis sucessores. E estão queimando, também, os outros candidatos que não são confiáveis, que podem vir a ser um presidente fraco semelhante a Michel Temer.

Em relação ao vice de Lula, a extrema direita está só esperando que seja definido para cair de pau em cima, para evitar a transferência dos votos de Lula para o candidato que, em tese será o mais forte da esquerda. Mesmo assim, não é garantido que vá para o segundo turno, porque as pesquisas de intenção de votos estão dando 1% a 2% para Haddad e para Jaques Wagner. Ainda que seja Gleisi Hoffmann a candidata, não está garantido que vá ter sucesso em capitalizar parcela significativa dos votos em Lula.

Também, a direita, ao mesmo tempo, definirá seu candidato preferencial e gastará rios de dinheiro para elegê-lo, pois ela precisa de um candidato que, com a legitimidade das urnas, consiga impor os planos de arrocho e privatizações exigidos pelo imperialismo norte americano. Com um elemento de direita eleito presidente é possível aplicar essa política. O próprio Bolsonaro já deu a dica: o próximo presidente fará aprovar uma Emenda Constitucional que aumente o número de ministros do Supremo, para superar a crise deste órgão, que hoje é um dos principais entraves para o avanço no processo do golpe.

A estratégia da burguesia é instalar um regime bonapartista no Brasil

Dessa forma, a burguesia conseguirá girar o regime à direita e terá melhores condições para avançar para instalar um regime bonapartista no país. Por isso as eleições são estratégicas para o golpe, para ir moldando o aparato estatal conforme os ditames imperiais.

E o que nos espera já a partir do próximo ano é um Poder Executivo com presidente de extrema direita alinhado com o imperialismo; um Poder Legislativo com maioria de deputados e senadores de direita; um Poder Judiciário com o números de ministros do STF  aumentado de 11 para 21 integrantes sendo que dez ministros serão nomeados pelo novo presidente golpista (todos do nível de Sérgio Moro,  Marcelo Bretas e Janaína Paschoal); um Exército de prontidão, pronto para intervir em qualquer lugar e a qualquer momento.

Por tudo isso é que as eleições de 2018 são eleições golpistas. E mesmo assim a esquerda defende essas eleições como democráticas, porque ela precisa desse subterfúgio para tentar conquistar alguns cargos no aparelho do Estado, para manter uma fonte de renda e não implodir. Por isso permanecerá cada vez mais atrelada ao regime burguês.

Numa perspectiva mais abrangente, não imediata,  a tendência é que a burguesia instale um regime de tipo bonapartista, um tipo de ditadura. Ou, se o movimento operário sair num ascenso muito grande, para controlar o movimento, a burguesia pode lançar mão de uma outra Frente Popular, mas muito mais controlada do que foi a Frente Popular encabeçada pelo PT.

+ Política

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

A crise está instalada no futuro governo com a denúncia de corrupção contra a família...

O que está acontecendo na França?

O que está acontecendo na França?

Os protestos que têm acontecido na França nas últimas semanas representam um dos principais sintomas...

A classe operária entrará em movimento?

A classe operária entrará em movimento?

A situação de levante popular na França indica uma mudança na situação da luta de...

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou esta semana o julgamento de...

O fim do Lulismo

O fim do Lulismo

  A condenação de Lula de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção...

Liberdade para Lula!  Fora Bolsonaro e o golpe militar!

Liberdade para Lula! Fora Bolsonaro e o golpe militar!

O depoimento de Lula no dia 14 de novembro, sobre o processo do sítio de...

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

A vitória de Jair Bolsonaro no Brasil faz parte da guerra “silenciosa” (híbrida, assíncrona, ou...

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

  A chapa Bolsonaro/Paulo Guedes venceu as eleições presidenciais de 2018 porque o PT, apoiado...

Agora como farsa?

Agora como farsa?

Por Paulo Uribe A partir de golpe de Estado, em 31 de março de 1964,...

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Os ataques contra os trabalhadores vêm de maneira acelerada com o governo Bolsonaro. Praticamente todos...

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

Quais as consequências para os trabalhadores e a população pobre e negra dos subúrbios? Por...

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

O governo Bolsonaro já está, de fato, no comando do país. Nenhuma medida do governo...

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

  Desde o impeachment de Dilma, que foi um golpe parlamentar, a direita apertou o...

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

As eleições de outubro de 2018 representaram uma das maiores fraudes dos últimos tempos. A...

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, venceu a fraude eleitoral do imperialismo norte-americano,...

Against the military coup in progress

Against the military coup in progress

BRAZIL No agreements with Bolsonaro   In the second round of presidential elections in Brazil,...

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

Nos últimos dias antes das eleições, ficou claro que além de ser um circo eleitoral,...

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Encontro de Eduardo Bolsonaro com Steve Bannon Foto: Reprodução A vitória de Donald Trump em...

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Por Antônio Fernando Analisando a conjuntura atual, vemos que a crise do sistema, que só...

O PT como oposição golpista consentida

O PT como oposição golpista consentida

É importante fazer a discussão do processo eleitoral compreendendo o contexto do golpe de Estado...

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Por Sergio Lessa Há uma enorme confusão na avaliação do cenário político nacional, nestes dias...

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

O grande ponto que deve ser avaliado, em se tratando das eleições no Brasil, é...

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

Por Florisvaldo Lopes     No debate realizado pela TV Bandeirantes, o candidato do PSDB...

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu,...

Haddad faz gol contra

Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno....

Haddad é Lula?

Haddad é Lula?

Recentemente apareceu nas notícias que Fernando Haddad teria visitado o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal...

Haddad, semeando derrotas

Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo...

Haddad joga para perder

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno...

Haddad joga para perder no 2º turno?

Haddad joga para perder no 2º turno?

    As eleições de 2018 acontecem como parte do processo golpista e servem para...

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

Recentemente foram liberadas pelo juiz Sergio Moro as delações do ex-ministro Antonio Palocci, há 6...

O STF e o Golpe

O STF e o Golpe

O golpe de Estado no Brasil progride com contradições, mas progride. Já temos falado várias...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia”...

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

É corrente nos meios de comunicação de massas a afirmação de que as eleições deste...

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

O evento mais importante da semana foi a matéria de capa da revista The Economist,...

O roteiro golpista no Brasil

O roteiro golpista no Brasil

O golpe de Estado deve ser visto como um processo que começa em 2005 na...

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

Esta semana tivemos a oportunidade de observar como a burguesia manipula o processo eleitoral especificamente...

América Latina rumo ao precipício

América Latina rumo ao precipício

A crise capitalista mundial tem forte influência no Brasil e na América Latina. O centro...

Bolsonaro e os militares

Bolsonaro e os militares

  Na atual conjuntura, é muito válida a célebre máxima do grande filósofo alemão Friedrich...

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

O “atentado” contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL),...

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

  Entrou em vigor, no dia 20 de agosto, o pacote de medidas econômicas adotas...

Aos trabalhadores brasileiros

Aos trabalhadores brasileiros

Por Florisvaldo Lopes Caros camaradas, Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises...

Bolsonaro - mais que uma facada

Bolsonaro - mais que uma facada

O recente ataque a Bolsonaro durante caminhada em Juiz de Fora/MG, acabou representando todo um...

Como se posicionar nas eleições golpistas?  #00Confirma

Como se posicionar nas eleições golpistas? #00Confirma

O candidato tucano do PT, Fernando Haddad, pode até decolar, mas vai encontrar muitos ataques...

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

  A propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores está calcada em cima da perseguição política...

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

  Lula é líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto para presidente da república....

Haddad X Bolsonaro no 2º turno?   #00confirma

Haddad X Bolsonaro no 2º turno? #00confirma

  Esta semana, as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República deram a...

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

A esquerda ligada à política eleitoreira e de conciliação de classes tem impulsionado uma série...

#00confirma

#00confirma

A ditadura do judiciário fica cada vez mais clara em todos os sentidos, apesar deste...

O imperialismo e os donos da padaria

O imperialismo e os donos da padaria

Para quem diz que Alckmin é o candidato natural do imperialismo tem de ver que...

Gazeta Revolucionária [pdf]

 gr19 capa

Números Anteriores


AcordaTI 01capa  


 Acorda Vargem Grande 0 capa


Acorda Educador 0 capa