Sábado, 15 Dezembro 2018

operariostrike 

A esquerda pequeno-burguesa promove a ideia de que a revolução seria feita pelo conhecimento, pelos intelectuais. Seria feita por meio da luta pelos direitos das minorias a partir da direção dos intelectuais universitários. Ou seja, em última instância seria uma "revolução" cultural que praticamente descarta o papel protagônico da revolução de massas. Isso é próprio do socialismo pequeno burguês que Marx já criticou desde “O Manifesto do Partido Comunista”, por ser reacionário e não ter nada a ver com a revolução socialista real.

A revolução socialista real coloca uma coisa muito simples que é a seguinte: os agentes reais que estão em jogo no campo da luta de classes são, por uma parte, os donos dos meios de produção, e por outra parte, os que trabalham para esses meios de produção. O objetivo da revolução é retirar a propriedade desses parasitas que são os donos dos meios de produção e passá-la aos que trabalham nesses meios de produção. Essa é a revolução operária. Nesse sentido, o agente social da revolução operária nunca pode ser a intelectualidade burguesa ou pequeno-burguesa. Só pode ser a própria classe operária.

Fôlego para o neoliberalismo

Tudo isso fica muito confuso porque a classe operária se encontra paralisada há muitas décadas principalmente por conta da restauração capitalista na China, na Ex-URSS e nos outros Estados Operários Burocráticos que fez com que fosse disponibilizada enorme quantidade de mão de obra que supriu o mercado mundial. Muitas vagas de empregos industriais saíram dos países desenvolvidos e foram transferidas para esses países , no geral, e também para o México, a partir dos anos 1980, aumentando o desemprego e fazendo escalar, também, a precarização do trabalho e o sub emprego.

Essa realidade deu fôlego ao neoliberalismo, que foi exaltado aos quatro ventos como única alternativa viável para o gerenciamento da economia globalizada, dentro da campanha ideológica do imperialismo de que o "socialismo morreu" e que o sistema político ideal é a “democracia” (burguesa, obviamente). Como consequência disso houve uma redução nas lutas do movimento de massas e principalmente do movimento operário.

O giro à direita das direções do movimento de massas

Mas não foi somente esse fator a causa da retração do movimento. Há outro que se combina com essa realidade e que é o processo de cooptação das direções operárias pelo imperialismo. Com a queda do Muro de Berlim, com o fim da URSS e com o efeito dominó que significou a queda das outras burocracias, os Partidos Comunistas de todo o mundo também reagiram à restauração capitalista e mudaram de nome e programa passando a defender a propriedade privada dos meios de produção. Esses partidos enfrentaram uma crise tremenda, sofreram divisões internas e, de conjunto, assumiram as posições da social democracia.

Na verdade, toda a esquerda girou à direita. Todas as direções tradicionais e também as “novas” direções do movimento de massas abandonaram a estratégia do socialismo e passaram a reivindicar a “democracia” como valor universal.

Ou seja, se bandearam de mala e cuia para o lado burguês. Já não interessava mais mobilizar a classe numa estratégia “socialista”, ainda que formalmente. Abandonou-se até a “via reformista” para o socialismo, que era só no discurso. Agora, abertamente, se aderiu ao regime burguês, tendo como fim a disputa por vagas no parlamento burguês em prol da “radicalização da democracia” senão de sua preservação. Tudo como desculpa para continuar parasitando as instituições do Estado burguês e as instituições sindicais e políticas em geral e assim manter os seus privilégios materiais que de outra forma, trabalhando na produção ou em comércio e serviço, não obteriam.  

Tudo isso contribuiu para um tremendo atraso na consciência das massas e no arrefecimento das mobilizações.

A classe operária se levantará em resposta aos ataques do capital

Porém, as perspectivas para o próximo período são de que a crise capitalista vai continuar avançando e, por esse motivo e em cima dessa pressão, a classe operária deverá entrar em movimento inevitavelmente.

A crise capitalista em si não depende de grandes políticas da burguesia. Por dia acontecem bilhões ou trilhões de transações de todo tipo. Isso ninguém pode controlar. O problema é que as leis do capital estão cada dia mais exacerbadas. A lei, por exemplo, da busca pelo lucro a qualquer custo está mais viva do que nunca porque sem lucro as empresas quebram. Isso gera também enormes contradições entre as potências imperialistas, entre todos os setores da burguesia, nas burguesias regionais, etc., para garantir as suas partes do bolo da riqueza social, o seu próprio pedaço contra os demais. Contra os trabalhadores em primeiro lugar, mas contra os outros setores da burguesia também.

A lei da concorrência continua em cima disso cada vez mais exacerbada. A lei do aumento da composição orgânica do capital também. Ou seja, o aumento da concorrência leva à necessidade de investimento em tecnologia, diminuindo o percentual do capital variável, quer dizer, da mão de obra. E esse capital constante é o componente das mercadorias que não gera lucro. O seu valor não aumenta durante o processo de produção. Se tirar a mão de obra e substitui-la por robôs o sistema entra em colapso, pois computador não gera lucro.

O próprio desenvolvimento da crise capitalista, que avança de maneira bastante espontânea, tende a levar a um novo levante da classe operária e do movimento de massas em geral no mundo. Por um lado isso deve fazer com que a classe operária se destaque se houver um grau de radicalização grande, e busque retomar seus organismos de luta como, por exemplo, os sindicatos que estão nas mãos da burocracia sindical e que são setores da pequena burguesia totalmente vendidos para o grande capital. Um grau de radicalização alto nesses movimentos operários de massas só poderia acontecer em cima da explosão de uma bolha capitalista muito grande. Temos de ver se esse empurrão vai levar a classe operária a formar seus próprios partidos de independência de classe, que lute efetivamente contra o capital, pela defesa de seus direitos, e até partidos operários revolucionários, que levantem a necessidade da derrubada do capitalismo por meio de uma revolução socialista.           

Obviamente, do outro lado vamos ter a burguesia, principalmente seu setor mais reacionário, tentando impulsionar a pequena burguesia, totalmente perdida e preocupada com a crise, para movimentos fascistas que, por sua vez, vão tentar direcioná-la para se contrapor ao movimento operário e ao movimento de massas. 

Tudo isso é luta de classes, onde se tem várias classes sociais brigando entre si. Mas o fato é que quanto mais avança a crise maior é a pressão da bolha social, do verdadeiro vulcão social que se apresenta. Isso empurra a burguesia para a necessidade da ir à guerra e a guerra tem contida em seu interior a revolução.

+ Política

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

A crise está instalada no futuro governo com a denúncia de corrupção contra a família...

O que está acontecendo na França?

O que está acontecendo na França?

Os protestos que têm acontecido na França nas últimas semanas representam um dos principais sintomas...

A classe operária entrará em movimento?

A classe operária entrará em movimento?

A situação de levante popular na França indica uma mudança na situação da luta de...

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou esta semana o julgamento de...

O fim do Lulismo

O fim do Lulismo

  A condenação de Lula de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção...

Liberdade para Lula!  Fora Bolsonaro e o golpe militar!

Liberdade para Lula! Fora Bolsonaro e o golpe militar!

O depoimento de Lula no dia 14 de novembro, sobre o processo do sítio de...

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

A vitória de Jair Bolsonaro no Brasil faz parte da guerra “silenciosa” (híbrida, assíncrona, ou...

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

  A chapa Bolsonaro/Paulo Guedes venceu as eleições presidenciais de 2018 porque o PT, apoiado...

Agora como farsa?

Agora como farsa?

Por Paulo Uribe A partir de golpe de Estado, em 31 de março de 1964,...

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Os ataques contra os trabalhadores vêm de maneira acelerada com o governo Bolsonaro. Praticamente todos...

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

Quais as consequências para os trabalhadores e a população pobre e negra dos subúrbios? Por...

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

O governo Bolsonaro já está, de fato, no comando do país. Nenhuma medida do governo...

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

  Desde o impeachment de Dilma, que foi um golpe parlamentar, a direita apertou o...

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

As eleições de outubro de 2018 representaram uma das maiores fraudes dos últimos tempos. A...

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, venceu a fraude eleitoral do imperialismo norte-americano,...

Against the military coup in progress

Against the military coup in progress

BRAZIL No agreements with Bolsonaro   In the second round of presidential elections in Brazil,...

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

Nos últimos dias antes das eleições, ficou claro que além de ser um circo eleitoral,...

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Encontro de Eduardo Bolsonaro com Steve Bannon Foto: Reprodução A vitória de Donald Trump em...

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Por Antônio Fernando Analisando a conjuntura atual, vemos que a crise do sistema, que só...

O PT como oposição golpista consentida

O PT como oposição golpista consentida

É importante fazer a discussão do processo eleitoral compreendendo o contexto do golpe de Estado...

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Por Sergio Lessa Há uma enorme confusão na avaliação do cenário político nacional, nestes dias...

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

O grande ponto que deve ser avaliado, em se tratando das eleições no Brasil, é...

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

Por Florisvaldo Lopes     No debate realizado pela TV Bandeirantes, o candidato do PSDB...

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu,...

Haddad faz gol contra

Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno....

Haddad é Lula?

Haddad é Lula?

Recentemente apareceu nas notícias que Fernando Haddad teria visitado o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal...

Haddad, semeando derrotas

Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo...

Haddad joga para perder

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno...

Haddad joga para perder no 2º turno?

Haddad joga para perder no 2º turno?

    As eleições de 2018 acontecem como parte do processo golpista e servem para...

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

Recentemente foram liberadas pelo juiz Sergio Moro as delações do ex-ministro Antonio Palocci, há 6...

O STF e o Golpe

O STF e o Golpe

O golpe de Estado no Brasil progride com contradições, mas progride. Já temos falado várias...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia”...

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

É corrente nos meios de comunicação de massas a afirmação de que as eleições deste...

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

O evento mais importante da semana foi a matéria de capa da revista The Economist,...

O roteiro golpista no Brasil

O roteiro golpista no Brasil

O golpe de Estado deve ser visto como um processo que começa em 2005 na...

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

Esta semana tivemos a oportunidade de observar como a burguesia manipula o processo eleitoral especificamente...

América Latina rumo ao precipício

América Latina rumo ao precipício

A crise capitalista mundial tem forte influência no Brasil e na América Latina. O centro...

Bolsonaro e os militares

Bolsonaro e os militares

  Na atual conjuntura, é muito válida a célebre máxima do grande filósofo alemão Friedrich...

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

O “atentado” contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL),...

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

  Entrou em vigor, no dia 20 de agosto, o pacote de medidas econômicas adotas...

Aos trabalhadores brasileiros

Aos trabalhadores brasileiros

Por Florisvaldo Lopes Caros camaradas, Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises...

Bolsonaro - mais que uma facada

Bolsonaro - mais que uma facada

O recente ataque a Bolsonaro durante caminhada em Juiz de Fora/MG, acabou representando todo um...

Como se posicionar nas eleições golpistas?  #00Confirma

Como se posicionar nas eleições golpistas? #00Confirma

O candidato tucano do PT, Fernando Haddad, pode até decolar, mas vai encontrar muitos ataques...

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

  A propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores está calcada em cima da perseguição política...

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

  Lula é líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto para presidente da república....

Haddad X Bolsonaro no 2º turno?   #00confirma

Haddad X Bolsonaro no 2º turno? #00confirma

  Esta semana, as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República deram a...

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

A esquerda ligada à política eleitoreira e de conciliação de classes tem impulsionado uma série...

#00confirma

#00confirma

A ditadura do judiciário fica cada vez mais clara em todos os sentidos, apesar deste...

O imperialismo e os donos da padaria

O imperialismo e os donos da padaria

Para quem diz que Alckmin é o candidato natural do imperialismo tem de ver que...

Gazeta Revolucionária [pdf]

 gr19 capa

Números Anteriores


AcordaTI 01capa  


 Acorda Vargem Grande 0 capa


Acorda Educador 0 capa