Sábado, 15 Dezembro 2018

 sam2

 

Neste momento após o indeferimento do habeas corpus do ex-presidente Lula no STF (Supremo Tribunal Federal) e a efetivação de sua prisão, voltam a ser colocados em primeiro plano da análise política os ataques do imperialismo contra os governos de frente popular e também contra a direita tradicional. Nesse sentido, os governos de frente popular que ascenderam com a quebra das políticas neoliberais e para conter os movimentos de massas,  com a abertura da crise de 2008,  acabaram se colocando na linha de frente da política do imperialismo  que com o  aprofundamento da crise precisou aumentar os ataques contra os trabalhadores.

Esses governos de frente popular que, como tudo na vida, nascem, se desenvolvem e morrem, se encontram na fase de decadência, inclusive os mais radicais. Por exemplo, na Venezuela, o governo de Hugo Chávez começou a fraquejar com a queda dos preços do petróleo no mercado mundial a partir de 2011, que coincidiu com sua morte. O mesmo pode ser visto na Bolívia, no Equador, no Uruguai, na Argentina, no Brasil, no Chile etc. Os ataques do imperialismo, a partir de 2008, começaram a ficar cada vez mais fortes. Até 2014, a burguesia imperialista estava dividida e isso apareceu muito claramente no caso do Brasil com Dilma Rousseff, onde na sua reeleição havia uma dúvida de setores da burguesia sobre a permanência do PT no governo. Angela Merkel, da Alemanha, por exemplo, e Barack Obama apoiaram Dilma abertamente na reeleição.

A crise econômica leva à crise política

A crise capitalista se aprofundou rapidamente a partir de 2015 e isso levou a que a burguesia, como um todo, se unificasse contra os governos do PT e levasse ao impeachment, que aconteceu em agosto de 2016, em cima da tentativa caricaturesca de criar um movimento de massas contrário ao PT, pela direita, com o apoio da Rede Globo, da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo e com o imperialismo por trás, o Departamento de Justiça norte-americano dando as cartas.

Essa mesma política aparece claramente no Equador, com Rafael Correa que não poderia ser reeleito e que acabou sendo colocado de fora do cenário político. Após ter assumido o governo, seu vice,  acabou aplicando uma política de aproximação com o imperialismo norte-americano. Neste momento, o governo do Equador de Lenin Moreno tenta essa virada abrindo toda uma série de concessões, inclusive em questões de segurança, retomando a discussão da base militar e do controle da polícia equatoriana pelo imperialismo que era um vínculo que tinha sido cortado pelo próprio imperialismo.

O caso da Venezuela neste momento é sui generis já que o imperialismo evita ataques diretos porque tem um grande medo do movimento de massas nesse país. Uma parte da população está armada e principalmente depois do golpe fracassado de 2001, houve uma situação em que uma boa parte do movimento saiu do controle. O próprio chavismo somente conseguiu controlá-lo armando uma parte da população, como também direcionando 40% do orçamento nacional para programas assistenciais e destinando mais 10% em subsídios. Essas políticas revelam a enorme polarização da luta de classes e explicam o grande medo que a direita hiper truculenta ligada ao imperialismo norte-americano tem do movimento de massas.

O imperialismo contra as frentes populares e a direita tradicional

Neste momento, a política de ataque à frente popular fica mais que nunca evidente principalmente no Brasil onde Lula, que foi muito elogiado por Barack Obama,  está colocado à escanteio do cenário político sendo levado à prisão. Até aí essa política seria compreensível porque esses governos de frente popular estão esgotados, são políticas caras e o imperialismo não confia que eles consigam conter o movimento de massas no próximo período.

 Mas por que os governos da direita tradicional também estão sendo atacados pelo imperialismo?Por que estão atacando o governo Temer, como aconteceu recentemente com a prisão dos seus amigos em cima da corrupção no Porto de Santos, um fato que já era conhecido há anos? Por que o imperialismo começou a apertar o próprio PSDB, não apenas com Aécio Neves mas também com o operador de Furnas, Paulo Preto, que era diretamente ligado à gestão Serra?

Uma parte das burguesias nacionais não fazem mais parte da direita tradicional na América Latina, por conta das dificuldades em aplicar ataques mais duros contra os trabalhadores. É o caso de Maurício Macri na Argentina e, principalmente, o de Pedro Pablo Kucinski no Peru. O imperialismo quer descartar até mesmo seus gestores locais e governar a América Latina diretamente, usando ora o Judiciário, ora os militares ou ambos.

O que revela a crise política no Peru?

Pedro Pablo Kucinski tinha sido ministro da Economia em vários dos últimos governos peruanos. Em vista da relação com a construtora Odebrecht e da denúncia de corrupção desta, foi obrigado a renunciar numa situação em que os últimos presidentes também se encontram envolvidos em denúncias de corrupção como Alan Garcia, Alejandro Toledo e Humala, sendo que este último tinha sido eleito com o apoio do PT brasileiro e se encontra atualmente preso. Alan Garcia e Alejandro Toledo estão nos Estados Unidos. Quando as denúncias da Odebrecht estouraram, Pedro Pablo Kucinski negociou com o partido "fujimorista" chamado Força Popular o apoio contra o impeachment, em troca de concessões e acabou indultando o pai do clã Fujimori, o ex-presidente Alberto Fujimori, que se encontra preso.

Essas manobras feitas por Pedro Pablo Kucinski criaram um racha no Partido Força Popular entre a filha de Alberto Fujimori, Keiko e seu irmão Keiji porque havia um alto grau de indisposição da população peruana contra as atrocidades que Fujimori tinha cometido contra si e contra os chamados terroristas do Sendero Luminoso e do grupo Tupac Amaru, além de denúncias muito graves de corrupção. Com essas manobras Kuczynski (PKK) conseguiu evitar o impeachment mas houve uma segunda onda de acusações contra ele onde o grupo de Keiko Fujimori acabou divulgando um vídeo, obviamente teleguiado pelo próprio imperialismo, em que Pedro Pablo Kucinski aparecia negociando com o irmão de Keiko, Keiji Fujimori, uma série de concessões em troca de que ele se mantivesse no poder.  Quando as afirmações vieram a público a renúncia de Pedro Pablo Kucinski estava selada.

Para o imperialismo, se trata de uma luta de vida ou morte para salvar os lucros dos monopólios. A política tradicional não basta para aplicar os enormes ataques colocados contra as massas e ainda conter a reação dessas. Por esse motivo, o regime político avança na direção do endurecimento.

+ Política

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

A crise está instalada no futuro governo com a denúncia de corrupção contra a família...

O que está acontecendo na França?

O que está acontecendo na França?

Os protestos que têm acontecido na França nas últimas semanas representam um dos principais sintomas...

A classe operária entrará em movimento?

A classe operária entrará em movimento?

A situação de levante popular na França indica uma mudança na situação da luta de...

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou esta semana o julgamento de...

O fim do Lulismo

O fim do Lulismo

  A condenação de Lula de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção...

Liberdade para Lula!  Fora Bolsonaro e o golpe militar!

Liberdade para Lula! Fora Bolsonaro e o golpe militar!

O depoimento de Lula no dia 14 de novembro, sobre o processo do sítio de...

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

A vitória de Jair Bolsonaro no Brasil faz parte da guerra “silenciosa” (híbrida, assíncrona, ou...

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

  A chapa Bolsonaro/Paulo Guedes venceu as eleições presidenciais de 2018 porque o PT, apoiado...

Agora como farsa?

Agora como farsa?

Por Paulo Uribe A partir de golpe de Estado, em 31 de março de 1964,...

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Os ataques contra os trabalhadores vêm de maneira acelerada com o governo Bolsonaro. Praticamente todos...

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

Quais as consequências para os trabalhadores e a população pobre e negra dos subúrbios? Por...

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

O governo Bolsonaro já está, de fato, no comando do país. Nenhuma medida do governo...

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

  Desde o impeachment de Dilma, que foi um golpe parlamentar, a direita apertou o...

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

As eleições de outubro de 2018 representaram uma das maiores fraudes dos últimos tempos. A...

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, venceu a fraude eleitoral do imperialismo norte-americano,...

Against the military coup in progress

Against the military coup in progress

BRAZIL No agreements with Bolsonaro   In the second round of presidential elections in Brazil,...

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

Nos últimos dias antes das eleições, ficou claro que além de ser um circo eleitoral,...

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Encontro de Eduardo Bolsonaro com Steve Bannon Foto: Reprodução A vitória de Donald Trump em...

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Por Antônio Fernando Analisando a conjuntura atual, vemos que a crise do sistema, que só...

O PT como oposição golpista consentida

O PT como oposição golpista consentida

É importante fazer a discussão do processo eleitoral compreendendo o contexto do golpe de Estado...

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Por Sergio Lessa Há uma enorme confusão na avaliação do cenário político nacional, nestes dias...

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

O grande ponto que deve ser avaliado, em se tratando das eleições no Brasil, é...

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

Por Florisvaldo Lopes     No debate realizado pela TV Bandeirantes, o candidato do PSDB...

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu,...

Haddad faz gol contra

Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno....

Haddad é Lula?

Haddad é Lula?

Recentemente apareceu nas notícias que Fernando Haddad teria visitado o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal...

Haddad, semeando derrotas

Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo...

Haddad joga para perder

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno...

Haddad joga para perder no 2º turno?

Haddad joga para perder no 2º turno?

    As eleições de 2018 acontecem como parte do processo golpista e servem para...

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

Recentemente foram liberadas pelo juiz Sergio Moro as delações do ex-ministro Antonio Palocci, há 6...

O STF e o Golpe

O STF e o Golpe

O golpe de Estado no Brasil progride com contradições, mas progride. Já temos falado várias...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia”...

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

É corrente nos meios de comunicação de massas a afirmação de que as eleições deste...

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

O evento mais importante da semana foi a matéria de capa da revista The Economist,...

O roteiro golpista no Brasil

O roteiro golpista no Brasil

O golpe de Estado deve ser visto como um processo que começa em 2005 na...

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

Esta semana tivemos a oportunidade de observar como a burguesia manipula o processo eleitoral especificamente...

América Latina rumo ao precipício

América Latina rumo ao precipício

A crise capitalista mundial tem forte influência no Brasil e na América Latina. O centro...

Bolsonaro e os militares

Bolsonaro e os militares

  Na atual conjuntura, é muito válida a célebre máxima do grande filósofo alemão Friedrich...

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

O “atentado” contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL),...

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

  Entrou em vigor, no dia 20 de agosto, o pacote de medidas econômicas adotas...

Aos trabalhadores brasileiros

Aos trabalhadores brasileiros

Por Florisvaldo Lopes Caros camaradas, Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises...

Bolsonaro - mais que uma facada

Bolsonaro - mais que uma facada

O recente ataque a Bolsonaro durante caminhada em Juiz de Fora/MG, acabou representando todo um...

Como se posicionar nas eleições golpistas?  #00Confirma

Como se posicionar nas eleições golpistas? #00Confirma

O candidato tucano do PT, Fernando Haddad, pode até decolar, mas vai encontrar muitos ataques...

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

  A propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores está calcada em cima da perseguição política...

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

  Lula é líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto para presidente da república....

Haddad X Bolsonaro no 2º turno?   #00confirma

Haddad X Bolsonaro no 2º turno? #00confirma

  Esta semana, as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República deram a...

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

A esquerda ligada à política eleitoreira e de conciliação de classes tem impulsionado uma série...

#00confirma

#00confirma

A ditadura do judiciário fica cada vez mais clara em todos os sentidos, apesar deste...

O imperialismo e os donos da padaria

O imperialismo e os donos da padaria

Para quem diz que Alckmin é o candidato natural do imperialismo tem de ver que...

Gazeta Revolucionária [pdf]

 gr19 capa

Números Anteriores


AcordaTI 01capa  


 Acorda Vargem Grande 0 capa


Acorda Educador 0 capa