Quarta, 25 Abril 2018

crisemundial

Recentemente, fomos surpreendidos pela prisão dos amigos do presidente da República do Brasil, Michel Temer, onde vários elementos próximos a ele foram vinculados à corrupção relacionada ao Porto de Santos. Aí surge a dúvida do que está acontecendo porque até agora não se trata mais de ataques contra Lula somente. Temos um ataque frontal contra o presidente Michel Temer. O que isso significa? Qual é a política que está por trás?

Em primeiro lugar, para entender o problema, precisa contextualizar o desenvolvimento da crise mundial e a situação do imperialismo, principalmente do norte-americano que é quem domina o Brasil. Precisa ser dito que não se trata apenas de um problema do Brasil.

Esse problema se repete em toda a América Latina. Isso pode ser visto recentemente nos acontecimentos no Peru. Por que um elemento muito ligado ao imperialismo, como o é Pedro Paulo Kuczynski, que era o presidente do Peru e que tinha sido o homem forte da economia em vários governos, se viu obrigado a renunciar em cima de uma pressão que segue a mesma política da campanha contra a corrupção? O que isso tem a ver com o Brasil? Qual é o problema relacionado na Argentina, por exemplo, onde temos uma situação vivenciada por Maurício Macri, que é parecida? O que acontece com o próprio Donald Trump? O que acontece no mundo?

A crise capitalista por trás da crise política

O aprofundamento da crise capitalista mundial está chegando a níveis cada vez mais difíceis de serem controlados. As empresas enfrentam enormes dificuldades para extrair lucros da produção e os grandes capitalistas, o grande capital, as 148 famílias que dominam o mundo, precisam conter a queda da taxa de lucros. A revista The Economist, que funciona como um observatório do imperialismo mundial, na edição do dia 28 de janeiro de 2017, publicou uma matéria onde dizia que a queda da taxa de lucros nos últimos cinco anos, até janeiro daquele ano, tinha sido de 25%. Aí está o centro do problema, a verdadeira problemática de toda essa política que visa salvar os lucros do grande capital, do aprofundamento da crise mundial.

Para salvar os lucros dos monopólios, o imperialismo é obrigado a atacar de frente os direitos dos trabalhadores porque não consegue mais extrair lucros da produção. Por isso há a queda na retirada de direitos dos trabalhadores que foram concedidos com o objetivo de manter as massas pacificadas. Esse foi um processo que aparece claramente após a Segunda Guerra Mundial com a concessão de direitos trabalhistas, e que tinha começado como uma forma de contenção do desenvolvimento das tendências revolucionárias após a Revolução Russa de Outubro de 1917. No Brasil, os direitos trabalhistas foram cedidos por Getúlio Vargas em pleno Estado Novo, que foi de 1938 a 1945, com o objetivo de, justamente, controlar os trabalhadores e não porque o grande capital queira dar alguma coisa. O grande capital não dá nada. O grande capital é regido pelas leis do capital conforme Karl Marx descreveu e detalhou profundamente no célebre livro O Capital. Conforme a crise vai se acentuando e é preciso estabilizar a queda da taxa de lucros, eles necessitam atacar em cheio os trabalhadores para obter recursos e estabilizar esse problema.

A crise acelera no Brasil

No último período, o governo Michel Temer entrou em enorme crise. Não está conseguindo avançar violentamente  com a intensidade que o capital exige para esses ataques. Houve um certo avanço, sob o ponto de vista do grande capital, com a  aprovação da PLS 257, em setembro de 2016, e da PEC 55, em outubro de 2016, que estabeleceram tetos para os gastos sociais e a abertura total para a especulação financeira. Ou seja, o repasse de recursos para os grandes especuladores, sem que houvesse nenhuma reação da Frente Popular, encabeçada pelo PT, emaranhada até às últimas consequências em manter os "carguinhos" e os privilégios totalmente atrelados ao estado capitalista.

Michel Temer ficou numa espécie de círculo do qual não consegue sair porque não consegue avançar nos ataques contra os trabalhadores. Por exemplo, a reforma trabalhista, sob o ponto de vista do capital, estabeleceu grandes ataques, mas não conseguiu retirar todos os direitos que o imperialismo impõe, mesmo que esteja nessa direção. O imperialismo quer retirar os direitos do descanso semanal remunerado, do 13º, das férias, os direitos da Seguridade Social, da aposentadoria. Temer não está conseguindo aplicar essa política.

A Previdência Social representa, de acordo com as estatísticas oficiais, metade do Orçamento Público Federal, US$ 598 bilhões de um total, US$ 1,3  trilhão. Obviamente, há ainda mais de US$ 1 trilhão relacionado com o dinheiro que é repassado diretamente para os especuladores, por meio da hiper corrupta e nunca auditada dívida pública, e que não é contabilizado.
 

A crise generalizada do regime político

Como conseguir aprofundar os ataques? O governo Temer não tem a mínima condição de aplicar essa política e, por esse motivo, ele está sendo atacado. Um novo governo de Lula também não tem a mínima condição porque a política dos governos de frente popular é cara para o grande capital, pois para manter as massas pacificadas compra centenas de milhares de sindicalistas, dirigentes dos movimentos sociais, incentiva as empresas nacionais a se desenvolverem mesmo pegando uma pequena fatia do mercado mundial. O imperialismo não tem muito mais folga para isso.

O imperialismo precisa de um governo que venha com mão de ferro, que ataque os trabalhadores, retire os direitos trabalhistas pela raiz, que acabe com a Previdência Social, que entregue de vez as empresas nacionais aos monopólios, como aconteceu com a Odebrecht, com a Embraer e outras várias empresas nacionais. Que acabe com o programa de defesa nacional. Que acabe com a influência do Brasil em Cuba, com as relações com o Irã, com a Rússia, com a China. Com a influência das empresas brasileiras na África.

A política de Lula se tornou insustentável e a de Temer também porque não conseguem atacar em cheio os direitos dos trabalhadores. A tese principal é que a crise econômica gera a crise política e essa, devido à insustentabilidade econômica, acaba gerando todo esse caos, a fraqueza do regime político. Isso significa que o imperialismo encontra enormes dificuldades para viabilizar um candidato que, por meio de eleições, consiga estabilizar o regime político.

Qual é nesse momento a grande prioridade do imperialismo?

Em primeiro lugar controlar as eleições previstas para este ano. Como o imperialismo não o está conseguindo apela para manobras. Temer até chegou ao ponto de querer se apresentar como candidato à reeleição, em certa medida contra os interesses do imperialismo. Por esse motivo, ele está sendo atacado, obviamente por aquela extrema direita a mando do próprio imperialismo.  Além disso, se Temer cair, existe a possibilidade de que as eleições não aconteçam em outubro o que seria uma saída interessante ao imperialismo porque criaria uma situação intermediária, encabeçada pelo presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia. Haveria um ganho de tempo para avançar na direção de um regime aonde o imperialismo possa dar melhor as cartas, para um regime de cunho bonapartista pela via extraparlamentar, da mão dos militares.

Sob o ponto de vista do imperialismo, a situação política é um caos. Não consegue viabilizar os ataques contra os trabalhadores por meio do governo Temer. Não consegue viabilizá-los por meio de Ciro Gomes. Não consegue impor Bolsonaro que é um elemento que está bastante desmoralizado, que tenderia a se desmoralizar rapidamente. Tem muita dificuldade para emplacar Luciano Huck porque sobre ele pesam denúncias dentro da campanha contra a corrupção que são bastante graves como, por exemplo, o fato de ter usado recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento) para a compra de um avião próprio, além do fato dele ser um elemento muito vinculado à Rede Globo. Também há dificuldade para viabilizar a candidatura de Henrique Meireles, o ex Ministro da Fazenda, que era o presidente do Conselho da JBS, considerando que os principais elementos da JBS estão na prisão, hoje.

A impossibilidade de viabilizar por vias normais um elemento da direita tradicional que consiga dar um passo além no rumo da imposição de fortes ataques, cada vez mais, deixa o imperialismo de mãos atadas e com a necessidade de avançar rumo a um governo bonapartista, uma ditadura policial burocrática onde os militares teriam um papel de primeira ordem. Parte da esquerda diz, "mas quem colocou os militares no Rio de Janeiro foi Temer". Ele fez isso porque se não o tivesse feito teria caído imediatamente perante a impossibilidade de aprovar a Reforma da Previdência. É um fato, mas o problema que devemos encarar, e se relaciona com outra tese fundamental, é que o estado burguês tem dono.

O gerente da vez, que neste momento é Temer, atua conforme os marcos gerais que o  imperialismo impõe. Temer não pode sair “inventando moda”, senão ele cai. Seria, para exemplificar, como um gerente de uma padaria o qual não seguisse mais ou menos os alinhamentos gerais do dono da padaria e não conseguisse trazer lucro, ele seria mandado embora. É o problema que Temer enfrenta, mas na hora que ele impôs a intervenção militar no Rio de Janeiro, ele abriu caminho para que a saída militar se fortaleça. É exatamente isso que Marx explicou no célebre livro, escrito em 1852, O XVIII Brumário de Luís Bonaparte, sobre a evolução do golpe de Estado bonapartista na França, onde a cada medida dos partidos burgueses, e que eram medidas que vinham acontecendo mais ou menos no piloto automático, acabava se sucedendo o fortalecimento de uma alternativa abertamente golpista, bonapartista, encabeçada por Luís Bonaparte. E no Brasil, assim como na América Latina e no mundo, acontece a mesma coisa.

+ Política

A crise material da política de frente popular

A crise material da política de frente popular

No Brasil, a política de frente popular começou a entrar em crise de maneira muito...

Bashar al-Assad, Putin, Xi Jinping, Lula – Que defesa?

Bashar al-Assad, Putin, Xi Jinping, Lula – Que defesa?

Uma coisa interessante é que o bombardeio da Síria pelos Estados Unidos, França e Reino...

O declínio da frente popular e a prisão de Lula - I

O declínio da frente popular e a prisão de Lula - I

A prisão de Lula e os acontecimentos da Síria com o bombardeio recente dos Estados...

A crise do Oriente Médio no contexto mundial

A crise do Oriente Médio no contexto mundial

Temos observado na imprensa capitalista mundial que os Estados Unidos tenta fazer uma campanha contra...

A crise mundial e a implosão do PT

A crise mundial e a implosão do PT

Em 2012, a política de contenção da crise mundial acabou fracassando. A tentativa de contê-la...

O nacionalismo do PT

O nacionalismo do PT

A política do PT no governo gerou algumas contradições, embora que pequenas, com o imperialismo....

As leis do capital em ação

As leis do capital em ação

O desenvolvimento tecnológico é imposto pela própria concorrência capitalista porque, se ele não avançar, leva...

Série: Golpe de Estado

Série: Golpe de Estado

O efeito borboleta e a prisão de Lula  Recentemente a prisão de Lula ocorreu da...

O efeito borboleta e a prisão de Lula

O efeito borboleta e a prisão de Lula

Recentemente a prisão de Lula ocorreu da maneira mais incrível e, para os analistas mais...

O imperialismo no epicentro dos golpes

O imperialismo no epicentro dos golpes

No Brasil, o imperialismo norte-americano depôs a presidenta Dilma Rousseff, encarcerou o ex presidente Lula...

Contra Lula e Temer: a mesma política imperialista na América Latina

Contra Lula e Temer: a mesma política imperialista na América Latina

    Neste momento após o indeferimento do habeas corpus do ex-presidente Lula no STF...

Construir um partido para a revolução e não para a eleição

Construir um partido para a revolução e não para a eleição

Um fantasma gerado pela maior crise econômica do capitalismo ronda o mundo, uma guerra catastrófica...

Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

O sinistro juiz Sérgio Moro não perdeu tempo para expedir a ordem de prisão de...

STF nega Habeas Corpus para Lula

STF nega Habeas Corpus para Lula

GOLPE DE ESTADO DÁ UM PASSO ADIANTE O Supremo Tribunal Federal em sessão plenária realizada...

A crise capitalista se espalha

A crise capitalista se espalha

Recentemente, fomos surpreendidos pela prisão dos amigos do presidente da República do Brasil, Michel Temer,...

A prisão dos amigos de Michel Temer

A prisão dos amigos de Michel Temer

O que significa a prisão dos amigos de Temer envolvidos no esquema de propinas recebidas...

Racha no STF eleva a crise às alturas

Racha no STF eleva a crise às alturas

O racha no Supremo Tribunal Federal (STF) ficou evidente e sua crise foi às alturas...

As eleições sem Lula e o golpe militar

As eleições sem Lula e o golpe militar

  Quatro pontos devem ser considerados na hora de avaliar essas duas questões. Em primeiro...

A crise do STF e a luta de classes

A crise do STF e a luta de classes

O fato de não ter ocorrido a reunião informal dos ministros do STF marcada para...

O governo do PT e o golpe contra os trabalhadores

O governo do PT e o golpe contra os trabalhadores

As coisas devem ser analisadas como elas são, a política vai avançando conforme a evolução...

Concentração da crise no governo federal

Concentração da crise no governo federal

A crise se concentra justamente no governo federal. Um caso que ilustra bem essa realidade...

 O assassinato da vereadora do PSOL no Rio  e a reação errada da esquerda

O assassinato da vereadora do PSOL no Rio e a reação errada da esquerda

  O assassinato de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro, do PSOL, representa mais...

Combate ao tráfico é novo álibi do golpe

Combate ao tráfico é novo álibi do golpe

Chama muito a atenção que o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, tenha partido para...

A prisão de Lula e a ditadura do Judiciário

A prisão de Lula e a ditadura do Judiciário

Cada vez fica mais claro que o estado de exceção que existe hoje no Brasil...

A classe operária está morta?

A classe operária está morta?

No Brasil, somados a todos os ataques que o imperialismo impõe que sejam aplicados, como...

América Latina, a onda agora é contra o crime organizado

América Latina, a onda agora é contra o crime organizado

O aprofundamento da crise capitalista se reflete em todas as regiões do mundo, inclusive na...

Mar do Sul da China, uma zona de risco

Mar do Sul da China, uma zona de risco

O aprofundamento da crise também se revela na crise do imperialismo no Mar do Sul...

Os gasodutos da discórdia

Os gasodutos da discórdia

Como explicar as contradições entre a Administração Trump e a Rússia, sendo que Trump tentou...

Os deslocamentos na Síria e região

Os deslocamentos na Síria e região

No Oriente Médio, a crise escala em cima da Síria e do Iêmen. O governo...

Incertezas europeias

Incertezas europeias

Na Europa, a situação é dramática. Após as eleições de outubro na Alemanha, a principal...

A dramática crise nos Estados Unidos

A dramática crise nos Estados Unidos

A crise capitalista nos Estados Unidos é dramática. O endividamento é enorme. A dívida pública...

A política “caótica” de Trump

A política “caótica” de Trump

A política protecionista dos Estados Unidos, sob a Administração de Donald Trump, acirra a competição...

Estados Unidos aumenta as taxas de importação do aço e do alumínio

Estados Unidos aumenta as taxas de importação do aço e do alumínio

O governo norte-americano anunciou o estabelecimento de taxas para a importação de aço e de...

A direita, a esquerda e a classe operária

A direita, a esquerda e a classe operária

A direita avança nos seus projetos de ataque aos direitos trabalhistas, impondo o ajuste fiscal...

O poder burguês é todo corrupto

O poder burguês é todo corrupto

  Para a política revolucionária, não se trata de dizer que um determinado político burguês...

A Odebrecht, a Lava Jato e o golpe militar

A Odebrecht, a Lava Jato e o golpe militar

  Recentemente, apareceram revelações extremamente significativas em relação às delações premiadas da Odebrecht porque um...

Decadência da  “frente popular” encabeçada pelo PT

Decadência da “frente popular” encabeçada pelo PT

   Qual é a posição do PT e da "frente popular" como um todo perante...

Intervenção militar contra os pobres

Intervenção militar contra os pobres

Num primeiro balanço do que o Exército tem feito após a intervenção militar no Rio...

A intervenção militar e a “esquerda”.

A intervenção militar e a “esquerda”.

No Brasil, há uma esquerda que podemos chamar de golpista, porque longe de combater o...

Eleições com intervenção militar?

Eleições com intervenção militar?

A crise aberta com o impedimento da candidatura de Lula, ficou bastante diluída depois da...

Intervenção para conter a explosão social

Intervenção para conter a explosão social

O aprofundamento da luta de classes é a real questão por trás da intervenção militar...

A intervenção militar aprofunda o golpe

A intervenção militar aprofunda o golpe

Para resolver o problema do tráfico de drogas só existe uma saída real, que não...

O exército como polícia é o caos

O exército como polícia é o caos

  O exército sempre foi um fracasso total nas intervenções das forças armadas para resolver...

Ultrapassando todos os limites da lei

Ultrapassando todos os limites da lei

  O parágrafo único do artigo 2.º do decreto que referendou a intervenção militar no...

A falsa luta contra o crime organizado

A falsa luta contra o crime organizado

 A campanha contra o crime organizado no Brasil aumentou muito e vai aumentar ainda mais....

A verdade sobre a intervenção militar no Rio de Janeiro

A verdade sobre a intervenção militar no Rio de Janeiro

Em primeiro lugar a intervenção militar no Rio de Janeiro deve ser contextualizada. A pergunta...

A pacificação do movimento de massas na China e região

A pacificação do movimento de massas na China e região

Na China, o sindicalismo é estatal. O movimento operário foi atrelado ao estado e se...

Os negócios da China

Os negócios da China

Como ficou claro no 19º Congresso do Partido Comunista Chinês, que aconteceu em outubro, o...

O custo da aceleração produtiva chinesa

O custo da aceleração produtiva chinesa

O custo da aceleração produtiva chinesa se relaciona, em primeiro lugar, com um alto grau...

A China no contexto da crise mundial

A China no contexto da crise mundial

Um componente muito importante para compreender o aprofundamento da crise capitalista mundial é entender claramente...

Nacional

A crise material da política de frente popular

23 Abril 2018
A crise material da política de frente popular

No Brasil, a política de frente popular começou a entrar em crise de maneira muito intensa a partir de 2012. Não podemos esquecer quando analisamos a política, a crise de...

Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

07 Abril 2018
Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

O sinistro juiz Sérgio Moro não perdeu tempo para expedir a ordem de prisão de Lula, logo após receber ofício do TRF-4 que autorizava a decretação da prisão um dia...

A prisão dos amigos de Michel Temer

03 Abril 2018
A prisão dos amigos de Michel Temer

O que significa a prisão dos amigos de Temer envolvidos no esquema de propinas recebidas devido ao favorecimento de empresas que operam no porto de Santos? Será que é uma...

Educação

Corre a repressão sobre os educadores em Belo Horizonte

23 Abril 2018
Corre a repressão sobre os educadores em Belo Horizonte

No fim do ano de 2017, em Belo Horizonte, o prefeito Alexandre kalil (PHS), uma espécie de Dória mineiro, resolveu abrir mais vagas na Educação Infantil e para isso utilizou-se...

"É que Narciso acha feio o que não é espelho"

22 Abril 2018
"É que Narciso acha feio o que não é espelho"

  "É que Narciso acha feio o que não é espelho" Caetano Veloso    Na semana passada, na tentativa de dar respostas à insatisfação da categoria com o governo Fernando Pimentel...

MORENO COMO VOCÊS? O REI SE INCLINA E MATA

19 Abril 2018
MORENO COMO VOCÊS? O REI SE INCLINA E MATA

Termina a greve dos educadores de Minas Gerais   No dia 18 de abril de 2018, com uma assembleia lotada, mas menor que as anteriores, foi aprovado o fim da...

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

Bashar al-Assad, Putin, Xi Jinping,...

Uma coisa interessante é que o bombardeio da Síria pelos...

As guerras híbridas

Trata-se de um método imperialista para atacar os países sem...

A crise da direita tradicional

A direita tradicional passou a ser colocada pelo imperialismo na...

O efeito colateral na esquerda

O movimento de massas está paralisado no Brasil e mesmo...

A morte terceirizada no Carnaval...

No último Domingo dia 04/02 o jovem Lucas Antônio Lacerda...