Quarta, 18 Julho 2018

marielle2
 

O assassinato de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro, do PSOL, representa mais uma amostra da escalada do golpe militar no Brasil. Socióloga, ativista do movimento negro, do movimento feminista, do movimento LGBT e militante dos direitos humanos, foi assassinada covardemente por meio de vários tiros disparados com pistolas automáticas que são de uso exclusivo da Polícia. No último período, ela tinha denunciado o verdadeiro massacre que era praticado pelo Batalhão Número 41 da Polícia Militar do Rio de Janeiro contra os moradores de favelas,  principalmente os da Favela Maré, à qual ela pertence.

Esse fato, se junta a outros como, por exemplo, o da professora Luciana Xavier que na quinta-feira, 15 de março, na Câmara Municipal de São Paulo, teve o nariz quebrado após ser atingida por cassetete da Guarda Civil Metropolitana, em protesto de servidores contra mudança na Previdência Social dos servidores municipais. Se trata de reações de força e já em nível de grande truculência. É a comprovação do que já tinha sido amplamente divulgado há três anos atrás, depois de uma investigação que foi feita por uma jornalista da Agência Pública, publicada pela revista Caros Amigos, e que revelava, por meio de denúncias de ex policiais civis, que cada batalhão da Polícia Militar tem esquadrões da morte. São os esquadrões da morte surgidos a partir do final dos anos 1960 voltando a agir.

O Exército contra a corrupção da Polícia Militar?

Há uma polêmica proveniente principalmente a partir da esquerda, mas que é incentivada pela direita, de que esse foi um fato isolado, que se trata da parte corrupta da Polícia que age dessa forma e não da instituição como um todo, que esta parte é quem estaria enfrentando a intervenção do Exército.

A intervenção do Exército no Rio de Janeiro não tem o objetivo de moralizar as instituições, mas segurar as rédeas firmemente para, a partir de medidas de força, conseguir impor mecanismos mais sólidos que permitam ao Estado brasileiro avançar nos ataques contra a população e que é uma imposição do imperialismo. Esses ataques seriam as medidas contra os direitos trabalhistas, a privatização da Previdência, que representa a metade do Orçamento Federal "oficial" e o pagamento da dívida pública, que é uma verdadeira roubalheira (legalizada), vai para os grandes bancos estrangeiros e não é contabilizada, e representa quase outro orçamento público federal.

O objetivo da intervenção militar passa justamente por aumentar os ataques e, posteriormente, por meio da força das baionetas, conter o grande levante popular que deverá acontecer em reação a esses ataques.

A intervenção se diz que seria contra o tráfico, contra a violência, contra as quadrilhas organizadas, mas em nenhum lugar do mundo a intervenção do exército contra grupos criminosos deu certo. Inclusive a situação neste momento no México, onde o exército se encontra desempenhando esse papel desde 2006, é totalmente caótica. Recentemente, por exemplo, houve um discurso do comandante da Marinha, que foi endereçado ao próprio presidente da República, dizendo que a situação é tão caótica que o exército mata crianças.

Por que o Exército não pode combater o crime?

Quando o exército passa a atuar contra as organizações criminosas, principalmente as que mexem com altos valores de dinheiro, ele inevitavelmente será corrompido também. Imaginemos um soldado que receba US$ 300 por mês, ou um coronel que ganhe US$ 1000, se um traficante lhes oferecer US$ 50 mil ou US$ 500 mil, o que acontece?

A intervenção militar no Rio de Janeiro, na prática, não se contrapõe ao grosso modus operandi da polícia, que é totalmente corrupta, que está direcionado aos mesmos objetivos. Até pode estabelecer alguns ajustes, mas o objetivo principal não mudará. Se contrapor contra a massa, contra os trabalhadores e, principalmente, contra a classe operária. Nisso a esquerda revolucionária não deveria ter absolutamente nenhuma dúvida já que se relaciona com o caráter do estado burguês. Houve um golpe de Estado parlamentar no Brasil contra a presidenta Dilma Rousseff, que evoluiu rapidamente para um golpe de Estado do Judiciário. Este controla todas as instituições neste momento, por meio da truculência da Lava Jato, dos juízes e dos procuradores e, agora, evolui cada vez mais rápido para um golpe de Estado de cunho bonapartista, uma ditadura policial burocrática, com o Exército na linha de frente.

A não reação da esquerda

A reação da esquerda, que é na maioria totalmente integrada ao regime, é muito vergonhosa. Da mesma maneira que não houve nenhuma reação contra a intervenção militar no Rio de Janeiro, contra a aprovação da PEC 55 (que é a lei que instituiu teto para os gastos públicos sociais, da mesma maneira que agora não há teto nenhum para a espoliação financeira, para a dívida pública, as swaps cambiais, etc.), da PLS 257 (arrocho contra os gastos estaduais e municipais) ou da reforma trabalhista, a atuação da esquerda é totalmente calamitosa. Se trata de uma esquerda que não mobiliza nada, trai absolutamente todas as greves, como voltamos a ver agora na recente greve dos Correios, e não mobiliza a população para reagir contra o golpe militar que tem como principal alvo os trabalhadores.

O PSOL soltou uma nota de poucas linhas, totalmente burocrática, formal e, da mesma maneira que o PT, coloca que a saída seria investigar; e quem deveria fazer a investigação seria a justiça brasileira que é justamente a cabeça do  Estado de exceção; não denuncia o golpe militar e tenta direcionar todas as ações, além do campo jurídico, para as eleições.

Abaixo a intervenção militar no Rio de Janeiro!

Nós repudiamos o assassinato da vereadora Marielle Franco e o denunciamos como parte da engrenagem geral do golpismo que tem como objetivo o direcionamento para um golpe militar no Brasil, que é uma política imposta pelo imperialismo norte americano.

Em segundo lugar devem ser denunciadas as eleições como absolutamente golpistas, pois é um processo totalmente controlado pela direita que servem para justificar e legalizar o golpe de Estado.

A esquerda traidora, em primeiro lugar o PT e o PSOL, deve ser denunciada como engrenagem do mesmo golpe. Se trata de uma esquerda golpista, que trai os trabalhadores, não mobiliza a classe e as massas no geral para resistir ao golpe e desvia a indignação popular para as eleições. Agora fica claro que quando o imperialismo e a direita colocam os seus pit bulls em campo, esses são os resultados.

Marielle começou a mexer num vespeiro. Ela fazia parte da comissão que investiga a intervenção no Rio de Janeiro. Ela denunciou os organismos de segurança, os esquadrões da morte da PM etc. E a reação da repressão foi, em certa medida, até "natural". O que deve se contrapor a essa truculência dos organismos de repressão? É somente o povo armado, o povo na rua. E como fazer isso se nem sequer o povo é chamado para resistir?

 

Abaixo o imperialismo!
Abaixo o golpe militar!
Abaixo a esquerda golpista!
Pela organização dos trabalhadores contra o golpe militar e contra todos os ataques!

+ Política

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do...

A política do imperialismo alimenta a crise

A política do imperialismo alimenta a crise

A política mundial é um reflexo da crise econômica, ela tem papel de responder essa...

Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos...

A crise da direita e as contradições do golpe

A crise da direita e as contradições do golpe

  As ações golpistas, no Brasil, seguem no sentido do controle do regime político pelo...

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

Seria importante, neste momento, que a esquerda pudesse evitar fazer a repetição da história como...

Luta operária e sindical no Brasil

Luta operária e sindical no Brasil

Para contextualizar dialeticamente os sindicatos e a luta operária devemos analisar a partir do início...

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

  A situação nacional está marcada por uma enorme crise econômica que atinge o país...

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

  A “luta contra a corrupção” não é nada mais do que uma desculpa utilizada...

O STF no centro do furacão

O STF no centro do furacão

   Para avaliar em que ponto o golpe de Estado no Brasil se encontra hoje...

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

  A esquerda pequeno-burguesa promove a ideia de que a revolução seria feita pelo conhecimento,...

Contagem regressiva para a guerra mundial

Contagem regressiva para a guerra mundial

Após a crise capitalista mundial de 2008 as contradições interimperialistas começaram a aumentar, principalmente entre...

A Rede Globo e o FBI

A Rede Globo e o FBI

  Desde a crise de 2008 o mundo não e mais o mesmo, os grandes...

Copa do Mundo e Golpe de Estado

Copa do Mundo e Golpe de Estado

É absolutamente normal que a burguesia, principalmente sua ala direita, promova manipulações utilizando o futebol...

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Estamos vivendo, hoje, no Brasil, um processo político de golpe de Estado. Apesar de que...

A Coreia do Norte e a crise mundial

A Coreia do Norte e a crise mundial

Para entender a crise geral que está aberta é preciso entender a evolução política mundial...

Estava cheia de si e dormiu

Estava cheia de si e dormiu

 A situação nacional ainda está marcada pela ressaca do movimento dos caminhoneiros. Aumentou o desgaste...

Ciro Gomes com o pé na lama

Ciro Gomes com o pé na lama

A crise política no Brasil dispara como reflexo da crise econômica. Os candidatos da direita...

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

O problema no Brasil deve ser sempre entendido dentro da evolução da crise capitalista mundial...

Os caminhoneiros e a guerra híbrida

Os caminhoneiros e a guerra híbrida

O ponto central do balanço é se essa greve foi uma greve em si, se...

Bate continência aqui e mantenha o respeito

Bate continência aqui e mantenha o respeito

Reunião de militares candidatos em Brasília, dia 8 de maio de 2018 Apareceram nos últimos...

A crise capitalista na Itália

A crise capitalista na Itália

 Há dez anos da crise de 2008, a economia capitalista mundial vem se mantendo em...

E por falar na CIA

E por falar na CIA

  O regime político no Brasil e no mundo avança para um regime mais duro,...

A esquerda sobre rodas

A esquerda sobre rodas

    O movimento dos caminhoneiros, ocorrido nos últimos dias de maio, colocou o governo...

A Crise na Venezuela

A Crise na Venezuela

A Venezuela é um caso muito interessante, sui generis. Foi o primeiro país a entrar...

 A política de terra arrasada para a Petrobras

A política de terra arrasada para a Petrobras

  A política que tem sido aplicada na Petrobras é uma política de terra arrasada...

A "frente popular" e o balaio de gatos

A "frente popular" e o balaio de gatos

A política real do PT, que encabeça a Frente Popular, é a política de Frente...

A crise das eleições e da "legalidade" golpista

A crise das eleições e da "legalidade" golpista

  Nesses dias se "comemorou" dois anos de governo Temer no Brasil. Neste governo Temer o...

A verdade sobre a  luta contra a corrupção

A verdade sobre a luta contra a corrupção

  Em primeiro lugar o imperialismo norte americano assim como o imperialismo como um todo,...

Pela unificação das lutas dos trabalhadores rumo a uma Greve Geral

Pela unificação das lutas dos trabalhadores rumo a uma Greve Geral

  Era certo que, mais dia, menos dia, aconteceria um movimento de protesto dos caminhoneiros...

A esquerda integrada ao regime

A esquerda integrada ao regime

Marx estabeleceu uma luta muito grande contra os setores oportunistas dentro do movimento operário europeu...

A crise do regime político

A crise do regime político

  A teoria fundamental sobre o Estado burguês foi colocada amplamente na Ideologia Alemã, no...

A luta de classes

A luta de classes

  No Manifesto Comunista, escrito em 1848, Marx e Engels distinguem as classes sociais fundamentais...

Argentina: o elo mais fraco

Argentina: o elo mais fraco

    O governo Macri é uma verdadeira escola de neoliberalismo tentando aplicar as políticas...

A crise capitalista total

A crise capitalista total

  A teoria da crise capitalista está bem desenvolvida justamente nesse colosso do marxismo que...

O resto do mundo e o Oriente Médio

O resto do mundo e o Oriente Médio

Ao aprofundamento da crise capitalista nos países desenvolvidos tem se somado a crise de países...

O aprofundamento da crise na América Latina

O aprofundamento da crise na América Latina

    No Brasil, em 1997, houve uma situação parecida com a da Argentina hoje,...

Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

  Agora, o que está acontecendo, dentro da caixa de Pandora aberta pela Operação Lava...

Mortes e prisões no dia do trabalhador

Mortes e prisões no dia do trabalhador

  A política oficial do PT teve como resultado um 1 º de maio, em...

O desespero petista

O desespero petista

    O 1 º de maio de 2018 representou um divisor de águas, marcou...

Quem poderia atender melhor o imperialismo?

Quem poderia atender melhor o imperialismo?

Há uma luta entre alas da burguesia. A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, aderiu ao...

O primeiro motor do golpe

O primeiro motor do golpe

De acordo com a revista The Economist, de 28 de janeiro de 2017, a taxa...

Um golpe sem pausas

Um golpe sem pausas

    No último período, o golpe de Estado no Brasil, continua se desenvolvendo a...

A América Latina nas garras do imperialismo

A América Latina nas garras do imperialismo

A política do imperialismo norte-americano para a América Latina é única. Não se trata de...

O imperialismo quer um Bonaparte para governar o Brasil

O imperialismo quer um Bonaparte para governar o Brasil

Além do que está na linha de frente do golpismo, há o que está na...

A insustentável defesa do menchevismo

A insustentável defesa do menchevismo

As atividades do 1º de maio de 2018 demonstraram o fracasso absoluto da frente popular,...

A paralisia vai durar até quando?

A paralisia vai durar até quando?

  Até esse momento, o imperialismo ainda não impulsionou grandes mobilizações de massas dirigidas pela...

Não se trata da luta do bem contra o mal

Não se trata da luta do bem contra o mal

  O imperialismo organiza sua política para aumentar os ataques contra as massas A esperança...

1º de Maio de 2018 foi um fiasco no Brasil

1º de Maio de 2018 foi um fiasco no Brasil

   O fiasco do 1º de Maio no Brasil mostrou a evidente crise da política...

O fim do governo Temer e a prisão de Aécio Neves

O fim do governo Temer e a prisão de Aécio Neves

  A crise política avança no Brasil. O governo Temer está liquidado. Tanto é assim...

Três projetos políticos que enganaram o povo brasileiro

Três projetos políticos que enganaram o povo brasileiro

Por Florisvaldo Lopes Claro que desde sempre o eleitor é enganado com os discursos demagógicos...

Nacional

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

18 Julho 2018
O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que funciona como segunda instância da "República de...

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

13 Julho 2018
Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos analisar dialeticamente o sindicalismo no Brasil. A ditadura Vargas do Estado Novo nos anos 40...

Luta operária e sindical no Brasil

06 Julho 2018
Luta operária e sindical no Brasil

Para contextualizar dialeticamente os sindicatos e a luta operária devemos analisar a partir do início da organização sindical no Brasil que ocorre ainda em meados do século XIX com o...

Estava cheia de si e dormiu

14 Junho 2018
Estava cheia de si e dormiu

 A situação nacional ainda está marcada pela ressaca do movimento dos caminhoneiros. Aumentou o desgaste do governo Temer e este só se mantém no cargo devido a que estamos a...

Ciro Gomes com o pé na lama

14 Junho 2018
Ciro Gomes com o pé na lama

A crise política no Brasil dispara como reflexo da crise econômica. Os candidatos da direita e da esquerda integrada ao regime estão inviabilizados e os votos brancos e nulos dispararam....

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

Massacre ao povo palestino (parte...

A Intifada palestina     Intifada significa revolta, ou literalmente...

Massacre ao povo palestino (parte...

A criação do Estado de Israel Não foi da noite...

Massacre ao povo palestino (parte...

Sionismo praticando a necropolítica em Gaza     A propósito,...

Massacre ao povo palestino (parte...

Nakba, 70 anos de assassinatos No dia 14 de maio...