Quarta, 16 Janeiro 2019

maos

Por Florisvaldo Lopes

Caros camaradas,

Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises econômicas da História. Não fomos nós trabalhadores que provocamos e sim os capitalistas, os quais só pensam em lucro. No entanto somos nós que pagamos pela crise desses exploradores. Desde o golpe parlamentar aplicado contra a antiga gerente do Estado capitalista, a presidenta Dilma Rousseff, os golpistas já aplicaram vários golpes contra nós trabalhadores seguindo a ordem dos seus chefes capitalistas, principalmente os imperialistas norte-americanos.

Esses golpes se deram tanto nos nossos direitos trabalhistas como nos direitos sociais que ainda tínhamos. Os golpistas fizeram a reforma trabalhista e aprovaram a PEC 55 que retira dinheiro da saúde e educação, o que sucateará ainda mais os serviços que nós, explorados, tínhamos direito. O mais grave disso tudo é que esses ataques aconteceram sem aqueles que se dizem representantes de nossa classe, que são os partidos de esquerda e seus eleitos, as lideranças sindicais, etc., fizessem nada para evitar.

Para o próximo governo, seja ele de um fascista como Bolsonaro, de direitistas entreguistas como Alckmin, Ciro Gomes, Henrique Meirelles, Álvaro Dias e até de Marina Silva e do Cabo Daciolo, ou de um esquerdista traidor, seja de que partido for, qualquer um será forçado pelos capitalistas a continuar atacando ainda mais os direitos trabalhistas. O próximo ataque será fazer a reforma da previdência, além de continuarem entregando a preço de banana o patrimônio e riqueza do nosso país.

A eleição golpista e as demagogias dos candidatos 

Nesse momento que antecede a eleição golpista totalmente controlada pelos capitalistas através dos seus aparatos permanentes como a imprensa e até pela sua criação mais letal, a operação Lava-Jato, temos visto todo tipo de mentiras dos candidatos para enganar o povo que só é lembrado na hora do voto!  

Os agentes políticos de todos os partidos do país se apresentam nessas eleições dizendo que a luta é para restabelecer a “democracia”, a qual deve ser salva dos golpistas e do fascismo. Segundo esses políticos demagógicos é isso que está em jogo e por isso devemos eleger um governo “pacífico,” “democrático”, assim o país não cairá na mão de um fascista tipo Bolsonaro, e assim a democracia será restabelecida e a paz reinará para sempre.

Isso é uma mentira deliberada, a qual serve para enganar e manipular principalmente nós, os escravos assalariados. Se nós não quisermos continuar eternamente escravos assalariados devemos denunciar esses falsos que afirmam que é melhor eleger um "menos pior" do que cair na mão de um fascista. Claro que o fascismo é o maior inimigo nosso e dos oprimidos em geral. Tem a seu serviço carrascos sanguinários que merecem os nossos maiores ódios e a necessidade de combatê-los a cada minuto. Mas, certamente, não é elegendo o “menos pior” que daremos cabo do fascismo.  

No entanto, toda a burguesia nacional é inimiga de nós trabalhadores e o nosso maior inimigo é o sistema capitalista, principalmente os imperialistas norte-americanos, pois esses dominam e mandam na burguesia do país. Nossa maior luta é para derrubar o capitalismo ianque. Sua derrubada seria um golpe mortal em todos os opressores e exploradores, tanto nacional como internacionalmente.

A tal “democracia” que nos fizeram acreditar, nada mais é que uma ditadura imperialista. O capitalismo usa essa tal “democracia” para se alimentar do sangue e suor de nós trabalhadores, para retirar a nossa mais-valia sem a qual esses exploradores não teriam lucro.

Se quisermos acabar com o fascismo, com a exploração, com toda forma de opressão, devemos lutar para derrotar o capitalismo. Não há outro caminho. Porém, para entrarmos nessa luta temos de perder todos os vícios que o sistema nos impôs ao longo dos tempos, sendo o primeiro deles o individualismo, pois essa luta não será pacífica e, muito menos, cultural como prega a esquerda pequeno burguesa totalmente integrada ao capitalismo e que, por conta disso e para conservar seus privilégios e cargos parlamentares, nos trai todo o tempo. 

Essa luta só terá resultado com a união de todos trabalhadores e oprimidos. Não podemos negociar nem aceitar promessas dos exploradores capitalistas. Somente quando tivermos controlado a economia e os meios de produção teremos nossa emancipação política e pessoal e, assim, teremos realmente uma democracia, pois a única possível é a democracia operária que só será possível com o fim da exploração do homem pelo homem. 

Por tudo isso não podemos cair em demagogias nessas eleições, nem da elite representada pelos partidos de direita, nem da esquerda traidora e pequeno burguesa e seus burocratas partidários e sindicais. Lembremos que a burguesia nacional teme as massas unidas e mobilizadas e, por isso, ela busca uma aliança a qualquer custo com o imperialismo, mesmo que esse só lhe dê migalhas. 

Além do mais, a burguesia nacional utiliza os partidos pequeno burgueses reformistas para que estes, em momentos de bonança, façam algumas poucas reformas que garantam algumas migalhas aos explorados para mantê-los calmos. Porém, em momentos de crise, as poucas migalhas dadas com uma mão pelos reformistas são retiradas por esses mesmos com as duas mãos, como temos visto no último período.

Um exemplo de como a burguesia nacional e os imperialistas usam os partidos reformistas pequeno burgueses                  

Com o fim da ditadura militar no Brasil, em 1985, e por imposição do imperialismo norte-americano, o país passou a seguir a nova política, o neoliberalismo, desenvolvida por esse e que já vinha sendo implantada mundo afora, com o objetivo de controlar e explorar os países, principalmente os países emergentes.

Quem melhor cumpriu essa política entreguista foi o governo de FHC, Fernando Henrique Cardoso. Porém, a superexploração a que o povo estava submetido acabou fazendo com que este se organizasse para lutar contra esse estado de coisas.

A própria burguesia nacional e o imperialismo, principalmente o norte-americano, levaram ao governo um partido fundado nas lutas operárias da década de 1970, mas que já estava totalmente controlado por pequenos burgueses e pela aristocracia operária reformista.

Sim, estamos falando do PT e de Lula! Esses chegaram ao governo em 2003 apoiados pela burguesia e com a benção do imperialismo norte-americano. Não é por nada que Lula foi aos Estados Unidos, tendo como guia o próprio FHC, para se comprometer com George Bush Jr., a manter em seu governo a mesma política de seu antecessor, em “manter todos os contratos”.

De início, como o capitalismo explorador estava em crescimento, Lula pode fazer algumas reformas e dar migalhas aos explorados e, com isso, os escravos assalariados puderam ter alguma melhoria na sua vida pessoal. Por um período essas migalhas serviram para conter as lutas dos explorados pois Lula, o PT e a frente popular deste com outros partidos, cooptaram 150 mil sindicalistas com altos cargos e salários nas estatais, transformando a vanguarda de luta em uma aristocracia operária burocratizada e pequeno burguesa.

Liberaram também o dinheiro das estatais para os movimentos sociais como MTST, MST, UNE, etc., retirando esses da luta. Burocratizaram as centrais sindicais e todos os sindicatos. Estes sempre praticaram um sindicalismo de Estado no Brasil, mas com Lula, esses se uniram de vez ao patronato, deixando, assim, nós trabalhadores jogados à nossa própria sorte.

 Essa burocracia quebrou todas as greves nos governos petistas. O PT e a frente popular serviram como um grande muro de contenção que barrou a luta dos explorados contra a burguesia nacional e o imperialismo mundial. Como já falamos anteriormente, as reformas e migalhas que são dadas com uma mão aos explorados em tempos de bonança, são retiradas com as duas mãos em tempos de crise.

Por isso, contra o governo que serve apenas para gerenciar o Estado em benefício dos capitalistas, os explorados devem votar nulo nessas eleições. Essa é a única forma de protesto contra o golpe parlamentar e do Judiciário em andamento e de não legitimar essa falsa democracia. De deixar o futuro governo explorador, que venha a gerenciar o país, enfraquecido e com medo de uma revolta popular caso ele continue atacando os direitos dos explorados. Direitos, estes, conquistados com o sangue de muitos trabalhadores que lutaram.

Voto Nulo na eleição golpista controlada pelo imperialismo!
Fora imperialismo da América Latina!
Pela criação do partido operário revolucionário!
Trabalhadores do Brasil e do mundo uni-vos!

+ Política

Campanha pela Liberdade de Cesare Battisti

Campanha pela Liberdade de Cesare Battisti

O ativista italiano Casare Battisti foi preso na noite de ontem, 12 de janeiro, em...

Por que é inevitável um levante dos trabalhadores?

Por que é inevitável um levante dos trabalhadores?

  Por Florisvaldo Lopes Com a crise estrutural do capitalismo, a tendência é de muito...

A luta no mínimo

A luta no mínimo

 Bolsonaro tomou posse no dia 1º de janeiro de 2019 com enorme deslocamento de tropas...

Todo apoio à Venezuela!  Abaixo a agressão imperialista!

Todo apoio à Venezuela! Abaixo a agressão imperialista!

A posse de Jair Bolsonaro no dia 1º de janeiro, foi um momento importante para...

PT e CUT, versão light 2019

PT e CUT, versão light 2019

  Esse início de 2019 marca uma virada histórica na situação nacional e no movimento...

Por una campaña internacional en defensa de Venezuela

Por una campaña internacional en defensa de Venezuela

  ¡Contra la agresión imperialista a Venezuela! ¡Qué Maduro arme a todos los trabajadores!  ...

An international campaign in defense of Venezuela

An international campaign in defense of Venezuela

  No to the imperialist aggression against Venezuela! Maduro must weaponize all the workers!  ...

Por uma campanha internacional em defesa da Venezuela

Por uma campanha internacional em defesa da Venezuela

    Contra a agressão imperialista à Venezuela! Que Maduro arme todos os trabalhadores!  ...

Venezuela como expressão da crise mundial

Venezuela como expressão da crise mundial

O ano de 2018 encerra com um claro aprofundamento da crise capitalista mundial. A economia...

A morte do PT e a construção do Partido Revolucionário

A morte do PT e a construção do Partido Revolucionário

Na semana passada, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Melo concedeu liminar...

Qual o significado do fim do lulismo?

Qual o significado do fim do lulismo?

Às vésperas da posse de Bolsonaro como presidente da República, se projeta um ano de...

O fim da esquerda oportunista

O fim da esquerda oportunista

As declarações públicas do presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas, representaram um...

O parasitismo financeiro contra o Brasil

O parasitismo financeiro contra o Brasil

No dia 13 de dezembro de 2018, a Câmara dos Deputados quase aprovou a Lei...

Os escândalos contra Bolsonaro: regime militar aberto

Os escândalos contra Bolsonaro: regime militar aberto

Recentemente, estouraram vários escândalos sobre a família Bolsonaro. Vários deles se relacionam com revelações do...

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

A crise está instalada no futuro governo com a denúncia de corrupção contra a família...

O que está acontecendo na França?

O que está acontecendo na França?

Os protestos que têm acontecido na França nas últimas semanas representam um dos principais sintomas...

A classe operária entrará em movimento?

A classe operária entrará em movimento?

A situação de levante popular na França indica uma mudança na situação da luta de...

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou esta semana o julgamento de...

O fim do Lulismo

O fim do Lulismo

  A condenação de Lula de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção...

Liberdade para Lula!  Fora Bolsonaro e o golpe militar!

Liberdade para Lula! Fora Bolsonaro e o golpe militar!

O depoimento de Lula no dia 14 de novembro, sobre o processo do sítio de...

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

A vitória de Jair Bolsonaro no Brasil faz parte da guerra “silenciosa” (híbrida, assíncrona, ou...

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

  A chapa Bolsonaro/Paulo Guedes venceu as eleições presidenciais de 2018 porque o PT, apoiado...

Agora como farsa?

Agora como farsa?

Por Paulo Uribe A partir de golpe de Estado, em 31 de março de 1964,...

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Os ataques contra os trabalhadores vêm de maneira acelerada com o governo Bolsonaro. Praticamente todos...

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

Quais as consequências para os trabalhadores e a população pobre e negra dos subúrbios? Por...

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

O governo Bolsonaro já está, de fato, no comando do país. Nenhuma medida do governo...

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

  Desde o impeachment de Dilma, que foi um golpe parlamentar, a direita apertou o...

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

As eleições de outubro de 2018 representaram uma das maiores fraudes dos últimos tempos. A...

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, venceu a fraude eleitoral do imperialismo norte-americano,...

Against the military coup in progress

Against the military coup in progress

BRAZIL No agreements with Bolsonaro   In the second round of presidential elections in Brazil,...

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

Nos últimos dias antes das eleições, ficou claro que além de ser um circo eleitoral,...

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Encontro de Eduardo Bolsonaro com Steve Bannon Foto: Reprodução A vitória de Donald Trump em...

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Por Antônio Fernando Analisando a conjuntura atual, vemos que a crise do sistema, que só...

O PT como oposição golpista consentida

O PT como oposição golpista consentida

É importante fazer a discussão do processo eleitoral compreendendo o contexto do golpe de Estado...

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Por Sergio Lessa Há uma enorme confusão na avaliação do cenário político nacional, nestes dias...

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

O grande ponto que deve ser avaliado, em se tratando das eleições no Brasil, é...

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

Por Florisvaldo Lopes     No debate realizado pela TV Bandeirantes, o candidato do PSDB...

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu,...

Haddad faz gol contra

Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno....

Haddad é Lula?

Haddad é Lula?

Recentemente apareceu nas notícias que Fernando Haddad teria visitado o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal...

Haddad, semeando derrotas

Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo...

Haddad joga para perder

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno...

Haddad joga para perder no 2º turno?

Haddad joga para perder no 2º turno?

    As eleições de 2018 acontecem como parte do processo golpista e servem para...

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

Recentemente foram liberadas pelo juiz Sergio Moro as delações do ex-ministro Antonio Palocci, há 6...

O STF e o Golpe

O STF e o Golpe

O golpe de Estado no Brasil progride com contradições, mas progride. Já temos falado várias...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia”...

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

É corrente nos meios de comunicação de massas a afirmação de que as eleições deste...

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

O evento mais importante da semana foi a matéria de capa da revista The Economist,...

O roteiro golpista no Brasil

O roteiro golpista no Brasil

O golpe de Estado deve ser visto como um processo que começa em 2005 na...

Gazeta Revolucionária [pdf]