Domingo, 09 Dezembro 2018

unificar

 

Era certo que, mais dia, menos dia, aconteceria um movimento de protesto dos caminhoneiros em razão da política do governo de reajuste diário do preço dos combustíveis. A condução da Petrobrás por Pedro Parente, claramente pró imperialista, de atrelamento dos preços ao mercado internacional, de redução da produção de derivados nas refinarias brasileiras fez aumentar a importação, a preço de dólar. Essa política beneficia diretamente os acionistas privados, principalmente os internacionais, e segue no rumo da privatização da Petrobrás.

Esse movimento foi, desde o início, apoiado e influenciado pela patronal do transporte, que prometeram não realizar descontos nos salários nem demitir por causa da paralisação, o que caracteriza um verdadeiro lockout. É do interesse dos empresários a redução da carga tributária e o congelamento e controle do preço do diesel, e os sindicatos patronais têm maior influência e poder de negociação, na prática sequestrando o movimento para a direita.

Outras pautas da extrema direita também são levantadas pelo movimento, principalmente o apelo para a intervenção militar. Essa linha golpista se impõe num movimento de base pequeno burguesa dirigida pela patronal. O setor pequeno burguês de caminhoneiros conseguiu unir pela base também proprietários de vans escolares, motoristas de aplicativo, taxistas, motoboys e até carroceiros e ciclistas.

O movimento conta com a simpatia da população pois enfrenta uma realidade que atinge a todos, qual seja, a alta dos preços dos combustíveis. Mas não é essa a reivindicação dos grevistas, não beneficiam em nada os trabalhadores, pelo contrário, o movimento está bem identificado pela direita. Camisetas da seleção brasileira, bandeiras do Brasil e cartazes pela intervenção militar são uma constante nos bloqueios.

O governo Temer, sinalizou no sentido de atender as reivindicações, avançando no subsídio ao diesel a partir de um maior desfalque no orçamento público. O governo não convenceu na primeira negociação, fracassou em por fim à paralisação, decretou a garantia da lei e da ordem colocando as forças armadas para desbloquear vias e garantir o abastecimento e abriu 37 inquéritos na Polícia Federal para apurar a suspeita de lockout na paralisação. É um governo refém do movimento e terá que ceder todos os anéis para não perder os dedos. Se não conseguir fazer refluir o movimento terá que renunciar, que é o que o movimento pretende, conforme tem veiculado subliminarmente na mídia.

Temos que analisar até que ponto esse movimento influencia no processo golpista que vem se aprofundando desde o impeachment de Dilma Rousseff, com a prisão de Lula e agora às portas de uma eleição em que a direita não conseguiu emplacar um candidato forte que indique uma vitória convincente e que possa conquistar a legitimidade necessária para conduzir o país no rumo imposto pelo imperialismo norte americano.

Um golpe militar está se delineando como desfecho de todo o processo golpista. A intervenção militar no Rio de Janeiro já é uma realidade de acúmulo de força do exército com maior interferência no processo político.

Esse movimento é um lockout impulsionado pelos sindicatos patronais,  do contrário não haveria uma unificação nacional tão organizada e uma duração de mais de uma semana.  A crise de desabastecimento provocada por uma greve de caminhoneiros combinada com um lockout patronal serve como laboratório do golpe que consegue mobilizar um setor importantíssimo da pequena burguesia, principalmente em um país como o nosso, movido por transporte rodoviário por excelência.

As direções do movimento operário, dirigidas pelo PT e a CUT, seguem na sua política frente populista e de priorização das eleições e apoiam tacitamente o lockout dos caminhoneiros, na tentativa de angariar  votos. De todas as maneiras se negaram a chamar de uma forma consequente a mobilização da classe contra os ataques aos direitos dos trabalhadores promovidos pela direita golpista. Apostaram todas as fichas na defesa de Lula e na manutenção de sua candidatura, mesmo preso, com a estratégia de apresentar a candidatura de um vice-presidente na última hora, com a esperança de que este possa herdar os votos do ex-presidente.

Mais do que nunca é necessária uma mobilização unificada da classe operária para reverter o cenário da conjuntura e impor uma derrota ao governo e a todos os golpistas, de todos os matizes. A única saída viável para a situação nacional é a saída operária.

As direções do PT e da CUT, principalmente, têm obrigação de chamar um plano de lutas nacional urgente para unificar as lutas rumo a uma greve geral e assim impor uma pauta operária para as lutas, dando a dinâmica para a paralisação dos empregados caminhoneiros e capitaneando toda a indignação da população contra todos os ataques do capital.

A greve dos petroleiros marcada para o dia 30 de maio deve ser o marco inicial de um plano de lutas de ação operária. É uma categoria de ponta a organizada a nível nacional e está diretamente ligada ao eixo de mobilização no momento que é a alta do preço dos combustíveis.

A partir da greve dos petroleiros, deve-se ampliar a pauta de reivindicações no sentido de reverter a política de formação do preço dos derivados de petróleo e que aponte para a estatização total da Petrobrás e para a retomada da produção de derivados no Brasil, com a retomada da capacidade total das refinarias, imediatamente.

É hora das direções do movimento de massas e das centrais sindicais cerrarem fileira numa pauta de luta unificada e largarem de mão o eleitoralismo absoluto ou nem eleições terão para participar.

Contra o lockout patronal!
Não à intervenção militar!
Todo apoio à greve dos petroleiros!
Unificação das lutas rumo à Greve Geral!

+ Política

A classe operária entrará em movimento?

A classe operária entrará em movimento?

A situação de levante popular na França indica uma mudança na situação da luta de...

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou esta semana o julgamento de...

O fim do Lulismo

O fim do Lulismo

  A condenação de Lula de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção...

Liberdade para Lula!  Fora Bolsonaro e o golpe militar!

Liberdade para Lula! Fora Bolsonaro e o golpe militar!

O depoimento de Lula no dia 14 de novembro, sobre o processo do sítio de...

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

A vitória de Jair Bolsonaro no Brasil faz parte da guerra “silenciosa” (híbrida, assíncrona, ou...

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

  A chapa Bolsonaro/Paulo Guedes venceu as eleições presidenciais de 2018 porque o PT, apoiado...

Agora como farsa?

Agora como farsa?

Por Paulo Uribe A partir de golpe de Estado, em 31 de março de 1964,...

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Os ataques contra os trabalhadores vêm de maneira acelerada com o governo Bolsonaro. Praticamente todos...

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

Quais as consequências para os trabalhadores e a população pobre e negra dos subúrbios? Por...

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

O governo Bolsonaro já está, de fato, no comando do país. Nenhuma medida do governo...

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

  Desde o impeachment de Dilma, que foi um golpe parlamentar, a direita apertou o...

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

As eleições de outubro de 2018 representaram uma das maiores fraudes dos últimos tempos. A...

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, venceu a fraude eleitoral do imperialismo norte-americano,...

Against the military coup in progress

Against the military coup in progress

BRAZIL No agreements with Bolsonaro   In the second round of presidential elections in Brazil,...

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

Nos últimos dias antes das eleições, ficou claro que além de ser um circo eleitoral,...

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Encontro de Eduardo Bolsonaro com Steve Bannon Foto: Reprodução A vitória de Donald Trump em...

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Por Antônio Fernando Analisando a conjuntura atual, vemos que a crise do sistema, que só...

O PT como oposição golpista consentida

O PT como oposição golpista consentida

É importante fazer a discussão do processo eleitoral compreendendo o contexto do golpe de Estado...

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Por Sergio Lessa Há uma enorme confusão na avaliação do cenário político nacional, nestes dias...

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

O grande ponto que deve ser avaliado, em se tratando das eleições no Brasil, é...

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

Por Florisvaldo Lopes     No debate realizado pela TV Bandeirantes, o candidato do PSDB...

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu,...

Haddad faz gol contra

Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno....

Haddad é Lula?

Haddad é Lula?

Recentemente apareceu nas notícias que Fernando Haddad teria visitado o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal...

Haddad, semeando derrotas

Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo...

Haddad joga para perder

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno...

Haddad joga para perder no 2º turno?

Haddad joga para perder no 2º turno?

    As eleições de 2018 acontecem como parte do processo golpista e servem para...

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

Recentemente foram liberadas pelo juiz Sergio Moro as delações do ex-ministro Antonio Palocci, há 6...

O STF e o Golpe

O STF e o Golpe

O golpe de Estado no Brasil progride com contradições, mas progride. Já temos falado várias...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia”...

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

É corrente nos meios de comunicação de massas a afirmação de que as eleições deste...

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

O evento mais importante da semana foi a matéria de capa da revista The Economist,...

O roteiro golpista no Brasil

O roteiro golpista no Brasil

O golpe de Estado deve ser visto como um processo que começa em 2005 na...

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

Esta semana tivemos a oportunidade de observar como a burguesia manipula o processo eleitoral especificamente...

América Latina rumo ao precipício

América Latina rumo ao precipício

A crise capitalista mundial tem forte influência no Brasil e na América Latina. O centro...

Bolsonaro e os militares

Bolsonaro e os militares

  Na atual conjuntura, é muito válida a célebre máxima do grande filósofo alemão Friedrich...

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

O “atentado” contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL),...

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

  Entrou em vigor, no dia 20 de agosto, o pacote de medidas econômicas adotas...

Aos trabalhadores brasileiros

Aos trabalhadores brasileiros

Por Florisvaldo Lopes Caros camaradas, Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises...

Bolsonaro - mais que uma facada

Bolsonaro - mais que uma facada

O recente ataque a Bolsonaro durante caminhada em Juiz de Fora/MG, acabou representando todo um...

Como se posicionar nas eleições golpistas?  #00Confirma

Como se posicionar nas eleições golpistas? #00Confirma

O candidato tucano do PT, Fernando Haddad, pode até decolar, mas vai encontrar muitos ataques...

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

  A propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores está calcada em cima da perseguição política...

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

  Lula é líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto para presidente da república....

Haddad X Bolsonaro no 2º turno?   #00confirma

Haddad X Bolsonaro no 2º turno? #00confirma

  Esta semana, as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República deram a...

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

A esquerda ligada à política eleitoreira e de conciliação de classes tem impulsionado uma série...

#00confirma

#00confirma

A ditadura do judiciário fica cada vez mais clara em todos os sentidos, apesar deste...

O imperialismo e os donos da padaria

O imperialismo e os donos da padaria

Para quem diz que Alckmin é o candidato natural do imperialismo tem de ver que...

O circo eleitoral

O circo eleitoral

O ponto que devemos destacar nessa semana é a continuidade do circo eleitoral. O debate...

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

  O Partido dos Trabalhadores (PT) registrou a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva...

Gazeta Revolucionária [pdf]

 gr18 capa

Números Anteriores


AcordaTI 01capa  


 Acorda Vargem Grande 0 capa


Acorda Educador 0 capa