Quarta, 25 Abril 2018

lulapre

 

Quatro pontos devem ser considerados na hora de avaliar essas duas questões. Em primeiro lugar a prisão de Lula. Em segundo lugar o assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco. Em terceiro lugar, a questão das guerras híbridas; e, por último, o movimento de massas.

A prisão de Lula aparece como favas contadas. Pelo menos, uma situação extrema que a direita e o imperialismo poderiam tolerar é que ele seja impedido de concorrer em alguma situação intermediária, por exemplo ficando em uma prisão domiciliar etc.

No STF (Supremo Tribunal Federal) Carmem Lúcia se recusou a colocar, inclusive na agenda de abril, a consideração em relação ao habeas corpus impetrado pela defesa de Lula. Mesmo assim, está indo a julgamento. O TRF-4 (Tribunal Regional Federal) deverá julgar os recursos de Lula nos próximos dias. Há também a questão relacionada com o próprio STF sobre a condenação do réu em segunda instância, que está em debate.

O que está colocado no cenário político atual é a imposição do imperialismo, dentro da evolução do golpismo, para impedir a participação de Lula nas eleições.

A candidatura Lula e a esquerda oportunista

O imperialismo não quer Lula como candidato por conta da escalada da crise. Lula representa uma política que não se contrapõe frontalmente ao imperialismo, apesar de algumas divergências, mas que se tornou muito cara por conta do dinheiro gasto para a compra de sindicalistas, para a compra de militantes de movimentos sociais, etc.

A política do PT e a do PSOL tenta levar a solução, o enfrentamento do problema, para os conchavos com a direita e, principalmente, para ações do tipo jurídico. Não está colocada, principalmente para o PT que controla as organizações de massa, a mobilização da população para enfrentar o golpe. Deve ser analisado porquê a política do PT tomou um caráter tão ultra defensivo e tão direcionado às eleições. Essa sempre foi a política do PT, mas agora aparece de uma maneira mais escancarada devido à pressão da direita, por um lado, e devido também, pelo outro, à pressão do movimento de massas.

A cúpula do PT tem medo de ser ultrapassada se ela impulsionar um movimento de massas a partir das organizações que ela controla, pois poderia dar lugar ao surgimento de oposições sindicais e ativistas nas principais organizações como, por exemplo, nos Correios, nos petroleiros, nos metalúrgicos, etc. Poderia dar lugar ao aparecimento de setores classistas, inclusive revolucionários, em condições de ultrapassar a candidatura Lula e a própria burocracia sindical. Neste contexto, apareceu como fato novo a candidatura Boulos, o líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), que é uma candidatura que conta com a bênção do próprio Lula e que mantém a política de “frente popular”, de conciliação de classes.

O verdadeiro motivo do assassinato de Marielle

ditadu


Recentemente, com o assassinato covarde da vereadora Marielle Franco, por elementos ligados às forças repressivas, surgem questões importantes a considerar. Marielle era de um setor bastante moderado do PSOL, inclusive ligado ao deputado estadual pelo Rio de Janeiro, Marcelo Freixo, que, nas últimas eleições, contou com o apoio da Rede Globo contra Marcelo Crivella, que era o candidato da Rede Record.

Mas por que Marielle foi assassinada sendo que ela participava de um dos setores do PSOL mais integrados ao regime político? Basicamente porque ela começou a denunciar com bastante veemência, inclusive, a corrupção e a truculência dos assassinatos realizados pela Polícia Militar. Conforme foi veiculado já a partir de 2011, em cima de revelações feitas por ex agentes da Polícia Civil e que foram divulgadas primeiramente pela Agência Pública, e depois publicadas na revista Caros Amigos, todos os batalhões da Polícia Militar têm um esquadrão da morte. Quando Marielle começou a denunciar a truculência do 14º Batalhão da Polícia do Rio de Janeiro, que atuava principalmente no Complexo da Maré, de onde ela é originária, a denúncia repercutiu de maneira bastante contundente.

Lamentavelmente, Marielle continuou confiando, em grande medida, na justiça, no Poder Judiciário brasileiro. Depois de seu assassinato nós tivemos toda uma reação desse órgão. Houve as declarações da Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro Marília Castro Neves, que chegou a acusar Marielle de envolvimento com bandidos. A Rede Globo passou a encabeçar a campanha, que vai da extrema direita até essa esquerda integrada ao regime, o PT e o PSOL, de que o problema deveria ser resolvido com a intervenção do próprio Judiciário e do Exército.

O estado burguês tem dono

O núcleo do problema político, e que gera uma confusão brutal, se relaciona com o caráter do Estado capitalista, do Estado burguês, e sobre o desenvolvimento do golpe. O Estado burguês tem dono que é, obviamente, a própria burguesia. A esquerda integrada ao regime não enxerga o caráter de classe do Estado burguês. Acha que seria um Estado supra classista. Ela também não enxerga o desenvolvimento do golpe de Estado dentro do contexto do desenvolvimento da crise capitalista mundial, que o golpe de Estado foi colocado em pé para aplicar ataques brutais contra as massas, contra os trabalhadores.

Justamente por esse motivo, o imperialismo se valeu de um golpe parlamentar contra a presidenta Dilma Rousseff que rapidamente evoluiu para um golpe do Poder Judiciário. Esse poder é ultra corporativista. Como é sabido, os desembargadores, juízes e procuradores chegam a ganhar salários sete vezes acima do teto constitucional, o que é algo escandaloso num país com tantos pobres  e miseráveis como o Brasil. O juiz Sergio Moro, por exemplo, ganha mais de R$ 70 mil reais por mês e há desembargadores que ganham R$ 150 mil e R$ 200 mil com o acúmulo de privilégios. Recentemente, aconteceu a greve ultra truculenta dos juízes para defender o auxílio-moradia e, além disso, 40% de auto aumento de salários e essa greve contou com 62 % de adesão.

O Poder Judiciário é formado por uma burocracia que, no grosso, como instituição, é totalmente controlada pela extrema direita e pelo imperialismo. Obviamente, devido aos interesses envolvidos, ele não tem nenhuma condição de esclarecer alguma coisa relacionada a colocar em pé uma política contra o caráter reacionário e classista, pró imperialista, do Estado burguês. Além disso, o golpe deve ser avaliado como uma questão estática ou deve ser avaliado como estando em evolução e de conjunto? Quem deu o golpe  e para quê?

Sobre o caráter do golpismo

A campanha contra a vereadora assassinada Marielle Franco que, levou a seu próprio assassinato, não surgiu do nada, mas em cima de uma campanha ultra truculenta que vem desde 2013 quando a burguesia colocou os coxinhas da extrema direita na rua. A própria Rede Globo, que agora tenta se apropriar do legado de Marielle, foi principalmente quem a impulsionou a mando do grande capital. As federações das indústrias, principalmente a FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) também estiveram envolvidas. A atuação do Exército também se relaciona com essa mesma política. Portanto, existe uma engrenagem golpista que, num certo momento, tem a Operação Lava Jato como pivô, embora que se encontre em decadência, mas continua ativa e conta com o Departamento de Justiça norte-americano, a CIA, a NSA e outros organismos imperialistas por trás.

O golpismo tem como base a política das chamadas guerras híbridas ou revoluções coloridas. Em cima dessa tese, a polícia deveria ser controlada pelo Exército ou ambos órgãos fazem parte do desenvolvimento do mesmo processo golpista?

As cúpulas de ambas instituições, as polícias e o Exército, fazem parte de uma burocracia que é sempre utilizada contra o povo no Brasil e em grande medida  no mundo, e que tem o principal objetivo de descarregar o peso da crise contra a população, contra as massas.

Há vídeo, que circulou na Internet recentemente, onde o Procurador Geral dos Estados Unidos para a América Latina, Blanco, fala abertamente em um evento onde participou Rodrigo Janot, o ex Procurador Geral da República, sobre o objetivo dessas intervenções. E o acusador, que é o Ministério Público, atua a favor do Departamento de Justiça, que está acusando o Brasil, as empresas brasileiras, de corrupção.

Normalmente um departamento de Justiça estrangeiro deveria falar com outro departamento de Justiça. No caso do Brasil, seria a Advocacia Geral da União. No Brasil, aconteceu a mesma política imposta aos demais países pelos norte-americanos, em que o Ministério da Justiça norte-americano conta como apoiador com o Ministério Público dos vários países contra as próprias empresas nacionais. Em nenhum país imperialista, acontece isso, pois acusar as próprias empresas implica nelas serem implodidas. A guerra híbrida, chamada de revolução colorida, que tentaram colocar em pé em 2013, agora se direciona no sentido de avançar rapidamente rumo a um golpe militar, tentando criar o factoide de que seria a população quem quer o golpe.

Sobre a paralisia do movimento de massas

O movimento de massas continua paralisado, em parte por causa da recessão e, em parte, mas principalmente, por causa das traições da política de frente popular. O PT, o PSOL e outros partidos, todos eles ligados à política frente populista de conciliação de classes, tentam direcionar todo o movimento de massas para as eleições ultra golpistas, que, inclusive, não contarão com a participação do único líder popular, do único personagem político, que é Lula, apesar dele ser um elemento da ala esquerda do regime político. A crise do regime político brasileiro é tão grande que a burguesia não consegue alavancar um único candidato com um mínimo de popularidade. Todos candidatos estão praticamente implodidos.

Até quando o movimento de massas continuará nessa paralisia? Não sabemos. O que sim sabemos, é que o aprofundamento da crise capitalista mundial é enorme e só tende a crescer. Não há nenhuma recuperação da economia no Brasil e na Argentina muito menos. Nos Estados Unidos, a crise é dramática, assim como também o é na Europa e na Ásia. A crise se acelera, mas o grande capital tem conseguido controlar o movimento de massas evitando escalar os ataques nos principais países e aumentando a compra e controle das direções burocratizadas.

O golpe principal que a burguesia imperialista quer dar não é contra a burguesia nacional, para expropriar as empresas nacionais, como o fez com a Petrobras, a Eletrobrás, a Embraer ou a Odebrecht, mas contra os trabalhadores. Ela quer acabar com os direitos trabalhistas, acabar com os direitos sociais, acabar com a Previdência Social, para que nunca mais ninguém se aposente, dentre outros ataques.

O aprofundamento da crise econômica mundial deverá dar lugar ao ascenso do movimento de massas no próximo período. A classe operária mundial deverá entrar em cena, desequilibrando essa luta, que no momento se dá principalmente entre as frações da burguesia, levando ao confronto das duas classes sociais mais importantes da sociedade capitalista, a burguesia e o proletariado.

+ Política

A crise material da política de frente popular

A crise material da política de frente popular

No Brasil, a política de frente popular começou a entrar em crise de maneira muito...

Bashar al-Assad, Putin, Xi Jinping, Lula – Que defesa?

Bashar al-Assad, Putin, Xi Jinping, Lula – Que defesa?

Uma coisa interessante é que o bombardeio da Síria pelos Estados Unidos, França e Reino...

O declínio da frente popular e a prisão de Lula - I

O declínio da frente popular e a prisão de Lula - I

A prisão de Lula e os acontecimentos da Síria com o bombardeio recente dos Estados...

A crise do Oriente Médio no contexto mundial

A crise do Oriente Médio no contexto mundial

Temos observado na imprensa capitalista mundial que os Estados Unidos tenta fazer uma campanha contra...

A crise mundial e a implosão do PT

A crise mundial e a implosão do PT

Em 2012, a política de contenção da crise mundial acabou fracassando. A tentativa de contê-la...

O nacionalismo do PT

O nacionalismo do PT

A política do PT no governo gerou algumas contradições, embora que pequenas, com o imperialismo....

As leis do capital em ação

As leis do capital em ação

O desenvolvimento tecnológico é imposto pela própria concorrência capitalista porque, se ele não avançar, leva...

Série: Golpe de Estado

Série: Golpe de Estado

O efeito borboleta e a prisão de Lula  Recentemente a prisão de Lula ocorreu da...

O efeito borboleta e a prisão de Lula

O efeito borboleta e a prisão de Lula

Recentemente a prisão de Lula ocorreu da maneira mais incrível e, para os analistas mais...

O imperialismo no epicentro dos golpes

O imperialismo no epicentro dos golpes

No Brasil, o imperialismo norte-americano depôs a presidenta Dilma Rousseff, encarcerou o ex presidente Lula...

Contra Lula e Temer: a mesma política imperialista na América Latina

Contra Lula e Temer: a mesma política imperialista na América Latina

    Neste momento após o indeferimento do habeas corpus do ex-presidente Lula no STF...

Construir um partido para a revolução e não para a eleição

Construir um partido para a revolução e não para a eleição

Um fantasma gerado pela maior crise econômica do capitalismo ronda o mundo, uma guerra catastrófica...

Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

O sinistro juiz Sérgio Moro não perdeu tempo para expedir a ordem de prisão de...

STF nega Habeas Corpus para Lula

STF nega Habeas Corpus para Lula

GOLPE DE ESTADO DÁ UM PASSO ADIANTE O Supremo Tribunal Federal em sessão plenária realizada...

A crise capitalista se espalha

A crise capitalista se espalha

Recentemente, fomos surpreendidos pela prisão dos amigos do presidente da República do Brasil, Michel Temer,...

A prisão dos amigos de Michel Temer

A prisão dos amigos de Michel Temer

O que significa a prisão dos amigos de Temer envolvidos no esquema de propinas recebidas...

Racha no STF eleva a crise às alturas

Racha no STF eleva a crise às alturas

O racha no Supremo Tribunal Federal (STF) ficou evidente e sua crise foi às alturas...

As eleições sem Lula e o golpe militar

As eleições sem Lula e o golpe militar

  Quatro pontos devem ser considerados na hora de avaliar essas duas questões. Em primeiro...

A crise do STF e a luta de classes

A crise do STF e a luta de classes

O fato de não ter ocorrido a reunião informal dos ministros do STF marcada para...

O governo do PT e o golpe contra os trabalhadores

O governo do PT e o golpe contra os trabalhadores

As coisas devem ser analisadas como elas são, a política vai avançando conforme a evolução...

Concentração da crise no governo federal

Concentração da crise no governo federal

A crise se concentra justamente no governo federal. Um caso que ilustra bem essa realidade...

 O assassinato da vereadora do PSOL no Rio  e a reação errada da esquerda

O assassinato da vereadora do PSOL no Rio e a reação errada da esquerda

  O assassinato de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro, do PSOL, representa mais...

Combate ao tráfico é novo álibi do golpe

Combate ao tráfico é novo álibi do golpe

Chama muito a atenção que o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, tenha partido para...

A prisão de Lula e a ditadura do Judiciário

A prisão de Lula e a ditadura do Judiciário

Cada vez fica mais claro que o estado de exceção que existe hoje no Brasil...

A classe operária está morta?

A classe operária está morta?

No Brasil, somados a todos os ataques que o imperialismo impõe que sejam aplicados, como...

América Latina, a onda agora é contra o crime organizado

América Latina, a onda agora é contra o crime organizado

O aprofundamento da crise capitalista se reflete em todas as regiões do mundo, inclusive na...

Mar do Sul da China, uma zona de risco

Mar do Sul da China, uma zona de risco

O aprofundamento da crise também se revela na crise do imperialismo no Mar do Sul...

Os gasodutos da discórdia

Os gasodutos da discórdia

Como explicar as contradições entre a Administração Trump e a Rússia, sendo que Trump tentou...

Os deslocamentos na Síria e região

Os deslocamentos na Síria e região

No Oriente Médio, a crise escala em cima da Síria e do Iêmen. O governo...

Incertezas europeias

Incertezas europeias

Na Europa, a situação é dramática. Após as eleições de outubro na Alemanha, a principal...

A dramática crise nos Estados Unidos

A dramática crise nos Estados Unidos

A crise capitalista nos Estados Unidos é dramática. O endividamento é enorme. A dívida pública...

A política “caótica” de Trump

A política “caótica” de Trump

A política protecionista dos Estados Unidos, sob a Administração de Donald Trump, acirra a competição...

Estados Unidos aumenta as taxas de importação do aço e do alumínio

Estados Unidos aumenta as taxas de importação do aço e do alumínio

O governo norte-americano anunciou o estabelecimento de taxas para a importação de aço e de...

A direita, a esquerda e a classe operária

A direita, a esquerda e a classe operária

A direita avança nos seus projetos de ataque aos direitos trabalhistas, impondo o ajuste fiscal...

O poder burguês é todo corrupto

O poder burguês é todo corrupto

  Para a política revolucionária, não se trata de dizer que um determinado político burguês...

A Odebrecht, a Lava Jato e o golpe militar

A Odebrecht, a Lava Jato e o golpe militar

  Recentemente, apareceram revelações extremamente significativas em relação às delações premiadas da Odebrecht porque um...

Decadência da  “frente popular” encabeçada pelo PT

Decadência da “frente popular” encabeçada pelo PT

   Qual é a posição do PT e da "frente popular" como um todo perante...

Intervenção militar contra os pobres

Intervenção militar contra os pobres

Num primeiro balanço do que o Exército tem feito após a intervenção militar no Rio...

A intervenção militar e a “esquerda”.

A intervenção militar e a “esquerda”.

No Brasil, há uma esquerda que podemos chamar de golpista, porque longe de combater o...

Eleições com intervenção militar?

Eleições com intervenção militar?

A crise aberta com o impedimento da candidatura de Lula, ficou bastante diluída depois da...

Intervenção para conter a explosão social

Intervenção para conter a explosão social

O aprofundamento da luta de classes é a real questão por trás da intervenção militar...

A intervenção militar aprofunda o golpe

A intervenção militar aprofunda o golpe

Para resolver o problema do tráfico de drogas só existe uma saída real, que não...

O exército como polícia é o caos

O exército como polícia é o caos

  O exército sempre foi um fracasso total nas intervenções das forças armadas para resolver...

Ultrapassando todos os limites da lei

Ultrapassando todos os limites da lei

  O parágrafo único do artigo 2.º do decreto que referendou a intervenção militar no...

A falsa luta contra o crime organizado

A falsa luta contra o crime organizado

 A campanha contra o crime organizado no Brasil aumentou muito e vai aumentar ainda mais....

A verdade sobre a intervenção militar no Rio de Janeiro

A verdade sobre a intervenção militar no Rio de Janeiro

Em primeiro lugar a intervenção militar no Rio de Janeiro deve ser contextualizada. A pergunta...

A pacificação do movimento de massas na China e região

A pacificação do movimento de massas na China e região

Na China, o sindicalismo é estatal. O movimento operário foi atrelado ao estado e se...

Os negócios da China

Os negócios da China

Como ficou claro no 19º Congresso do Partido Comunista Chinês, que aconteceu em outubro, o...

O custo da aceleração produtiva chinesa

O custo da aceleração produtiva chinesa

O custo da aceleração produtiva chinesa se relaciona, em primeiro lugar, com um alto grau...

A China no contexto da crise mundial

A China no contexto da crise mundial

Um componente muito importante para compreender o aprofundamento da crise capitalista mundial é entender claramente...

Nacional

A crise material da política de frente popular

23 Abril 2018
A crise material da política de frente popular

No Brasil, a política de frente popular começou a entrar em crise de maneira muito intensa a partir de 2012. Não podemos esquecer quando analisamos a política, a crise de...

Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

07 Abril 2018
Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

O sinistro juiz Sérgio Moro não perdeu tempo para expedir a ordem de prisão de Lula, logo após receber ofício do TRF-4 que autorizava a decretação da prisão um dia...

A prisão dos amigos de Michel Temer

03 Abril 2018
A prisão dos amigos de Michel Temer

O que significa a prisão dos amigos de Temer envolvidos no esquema de propinas recebidas devido ao favorecimento de empresas que operam no porto de Santos? Será que é uma...

Educação

Corre a repressão sobre os educadores em Belo Horizonte

23 Abril 2018
Corre a repressão sobre os educadores em Belo Horizonte

No fim do ano de 2017, em Belo Horizonte, o prefeito Alexandre kalil (PHS), uma espécie de Dória mineiro, resolveu abrir mais vagas na Educação Infantil e para isso utilizou-se...

"É que Narciso acha feio o que não é espelho"

22 Abril 2018
"É que Narciso acha feio o que não é espelho"

  "É que Narciso acha feio o que não é espelho" Caetano Veloso    Na semana passada, na tentativa de dar respostas à insatisfação da categoria com o governo Fernando Pimentel...

MORENO COMO VOCÊS? O REI SE INCLINA E MATA

19 Abril 2018
MORENO COMO VOCÊS? O REI SE INCLINA E MATA

Termina a greve dos educadores de Minas Gerais   No dia 18 de abril de 2018, com uma assembleia lotada, mas menor que as anteriores, foi aprovado o fim da...

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

Bashar al-Assad, Putin, Xi Jinping,...

Uma coisa interessante é que o bombardeio da Síria pelos...

As guerras híbridas

Trata-se de um método imperialista para atacar os países sem...

A crise da direita tradicional

A direita tradicional passou a ser colocada pelo imperialismo na...

O efeito colateral na esquerda

O movimento de massas está paralisado no Brasil e mesmo...

A morte terceirizada no Carnaval...

No último Domingo dia 04/02 o jovem Lucas Antônio Lacerda...