Quarta, 16 Janeiro 2019

 intervencao10

 
Qual é a posição do PT e da "frente popular" como um todo perante o golpe militar? A posição continua extremamente calhorda, de aberta traição contra os trabalhadores. Não tem havido nenhuma denúncia clara. O máximo que tem sido feito é dizer que tais ou quais medidas são ilegais etc. São denúncias parciais; não há a denúncia do golpe como um todo e nem o chamado para que o movimento de massas se mobilize para derrubar a intervenção.

As saídas colocadas são de cunho jurídico para viabilizar, na medida do possível, a candidatura Lula, mesmo que já esteja totalmente inviabilizada. O objetivo mínimo é tentar encaminhar uma alternativa que não imploda o PT, que se encontra num estado cada vez mais frágil. O PT quase foi implodido no seu último Congresso, que aconteceu em julho do ano passado, quando o Senador Lindberg Farias estava liderando um importante bloco contra a Articulação.

A cúpula do PT, hiper burocratizada e integrada ao regime, não levanta nenhuma posição importante em defesa da população contra o golpe. O golpe é visto como um golpe de cunho parlamentar, porque o PT se movimenta exclusivamente dentro do terreno parlamentar.

A posição traidora do PT deve ser denunciada. A escalada do oportunismo revela uma crise brutal de todas as burocracias que controlam o movimento operário. A burocracia política do PT, dos sindicatos, do MST, da UNE e dos movimentos sociais no geral se integrou com mala e cuia ao regime político.

Num ano eleitoral, com eleições abertamente golpistas, vemos a burocracia se agarrar com tudo à campanha eleitoral na tentativa de superar a própria crise jogando todo o movimento que controla para o processo eleitoral de maneira ultra controlada.

A campanha pelo voto nulo serve para denunciar essas eleições golpistas e adquire um peso importante neste momento. Não se trata de não participar das eleições. Devemos participar, pois não temos condições de boicotá-las. Mas devemos participar chamando o voto nulo.

Neste momento, o grau de calhordice da frente popular é total. A política do PT é a da governabilidade. Não se trata de uma política revolucionária, de uma política para que a classe operária tome o poder. A política colocada é para fazer acordos com a direita, como sempre fez, com o PMDB, com o DEM etc. Já estão sendo denunciados os acordos que novamente o PT está fazendo agora perante as eleições de 2018. O que revela o grau de integração ao regime político, mesmo em uma situação de golpe acelerado, que passou do golpe parlamentar para o golpe do Judiciário e agora avança abertamente para um golpe bonapartista de cunho militar.

O PT considera tudo isso como uma espécie de passeio. Ele tenta se integrar ao regime golpista. Mas o interessante é que o imperialismo não deixa que ele se integre. Por exemplo, o PT tenta viabilizar um novo candidato como alternativa a Lula, mas é impedido. Tentou viabilizar Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo,  mas já existem varias denúncias de corrupção eleitoral e de caixa dois contra ele. O ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, foi vítima de uma campanha em cima de suposta denúncia de corrupção em obras, etc. Na condução coercitiva realizada, abusivamente, pela Polícia Federal, a imprensa chegou antes que a própria Polícia Federal na casa da Jaques Wagner. Isso demonstra que se trata de uma campanha generalizada.O próprio PT está sendo vítima de sua própria política.

No Haiti, o governo Lula enviou tropas a mando de George Bush Jr, para controlar o movimento de massas onde existia a possibilidade de uma revolução em cima da crise aberta após a queda  do governo Aristide. Agora, no Brasil aplica-se a mesma política. A Frente Popular, encabeçada pelo PT, liderada por Lula, se encontra em franco declínio.

A decadência da “frente popular” semi fantasma
 

A posição de setores da esquerda frente populista, integrada ao regime, que tentam herdar o legado do PT, pois este tende a ser massacrado pela direita e também pelo movimento de massas, é muito parecida com a do PT. São as posições do PSOL e do PSTU, principalmente.

No caso do PSOL, o que temos são saídas meramentes jurídicas, lembrando que este partido apoiou abertamente as UPP’s (Unidade de Polícia Pacificadora) no Rio de Janeiro, que é uma coisa hiper escandalosa, que Marcelo Freixo, candidato do PSOL à Prefeitura do Rio de Janeiro nas últimas eleições municipais, era o porta bandeira dessa política, muito aliado ao secretário de Segurança Pública do governo do PMDB, José Beltrame.

Portanto, a política do PSOL é muito parecida com a do PT com um discurso um pouco mais à esquerda, porém com muito menos ligação com o movimento operário. Se lemos a Nota que o PSOL escreveu em relação à intervenção militar no Rio de Janeiro vemos que há um grau de expectativa jurídica enorme como solução ao problema. Não por acaso, a Rede Globo apoiou nas últimas eleições de outubro de 2017, o candidato do PSOL, Freixo, contra o candidato da Rede Record, o atual Prefeito, Marcelo Crivella, o que é bastante escandaloso.

A candidatura que está para ser lançada pelo PSOL, do líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), Guilherme Boulos, como candidato à Presidência da República, segue uma linha totalmente frente populista, ou seja, de integração ao regime, de contenção da luta de classes, e que dá continuidade a toda essa política, tanto do PT como do PSOL.

Boulos é muito ligado a Lula. Seria preciso verificar se a própria cúpula do PT não estaria por trás dessa candidatura. A política de Boulos sempre foi de acordos com prefeituras, com governos estaduais etc. O programa que ele propõe, apesar de algum discurso esquerdista, não é ir contra o regime atual. É uma política de fazer denúncias e aumentar os programas sociais assistenciais, mas mantendo tudo como está, que é a base da política frente populista.

O PSTU tem no seu sítio na Internet uma Nota de José Maria, o presidente do Partido, sobre o problema da intervenção militar no Rio de Janeiro que equipara essa intervenção com as medidas tomadas por Dilma Rousseff. Se bem seria verdade que Dilma e o PT abriram espaço ao golpe parlamentar e do Judiciário, o PMDB está abrindo espaço agora ao golpe militar aberto. Mas o PSTU não considera que há um golpe militar em andamento no Brasil, imposto pelo imperialismo, com o objetivo de aumentar os ataques contra as massas por causa da necessidade de estabilizar a queda da taxa de lucros. Esse partido acredita na democracia burguesa hiper calhorda e limitada que existe no País. Então temos uma posição na esquerda muito deprimente dos principais partidos políticos. Os demais são partidos hiper secundários ou atrelados a essas duas tendências principais.

A decadência da “ frente ampla”
 

A “frente ampla” inclui, além do PT, o PDT, o PCdoB, Ciro Gomes (PDT), Roberto Requião e outros elementos da ala esquerda do PMDB. A cúpula do PT continua com essa aposta, apesar das contradições, e tenta usar essa carta para impedir sua própria implosão. O PT manobra para todos os lados, faz acordos sem qualquer princípio, na busca de uma saída oportunista para a própria crise interna. Na realidade, esses partidos estão totalmente atrelados ao regime e não farão nenhuma das mudanças que os trabalhadores necessitam.

O que Ciro Gomes vai fazer em relação à dívida pública, apesar do "discursinho" demagógico? O que ele pode fazer com relação à Rede Globo? O que ele pretende fazer em relação à reforma trabalhista, à reforma da Previdência, à Lava Jato etc.? Ele, inclusive, não denunciou o parecer do TRF-4 (Tribunal Regional Federal) com relação a Lula, o que é uma coisa hiper calhorda porque se trata de um ataque contra todos os direitos e liberdades individuais realizados pela segunda instância do juiz Sérgio Moro. Ele tenta manobrar em cima disso. Ele próprio encampou a campanha contra a corrupção, da mesma maneira que é feito pela direita. Ou seja, se trata de uma política de frente popular, de frente ampla, mais à direita ainda que a política tradicional do PT numa versão mais palatável para o imperialismo.

+ Política

Campanha pela Liberdade de Cesare Battisti

Campanha pela Liberdade de Cesare Battisti

O ativista italiano Casare Battisti foi preso na noite de ontem, 12 de janeiro, em...

Por que é inevitável um levante dos trabalhadores?

Por que é inevitável um levante dos trabalhadores?

  Por Florisvaldo Lopes Com a crise estrutural do capitalismo, a tendência é de muito...

A luta no mínimo

A luta no mínimo

 Bolsonaro tomou posse no dia 1º de janeiro de 2019 com enorme deslocamento de tropas...

Todo apoio à Venezuela!  Abaixo a agressão imperialista!

Todo apoio à Venezuela! Abaixo a agressão imperialista!

A posse de Jair Bolsonaro no dia 1º de janeiro, foi um momento importante para...

PT e CUT, versão light 2019

PT e CUT, versão light 2019

  Esse início de 2019 marca uma virada histórica na situação nacional e no movimento...

Por una campaña internacional en defensa de Venezuela

Por una campaña internacional en defensa de Venezuela

  ¡Contra la agresión imperialista a Venezuela! ¡Qué Maduro arme a todos los trabajadores!  ...

An international campaign in defense of Venezuela

An international campaign in defense of Venezuela

  No to the imperialist aggression against Venezuela! Maduro must weaponize all the workers!  ...

Por uma campanha internacional em defesa da Venezuela

Por uma campanha internacional em defesa da Venezuela

    Contra a agressão imperialista à Venezuela! Que Maduro arme todos os trabalhadores!  ...

Venezuela como expressão da crise mundial

Venezuela como expressão da crise mundial

O ano de 2018 encerra com um claro aprofundamento da crise capitalista mundial. A economia...

A morte do PT e a construção do Partido Revolucionário

A morte do PT e a construção do Partido Revolucionário

Na semana passada, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Melo concedeu liminar...

Qual o significado do fim do lulismo?

Qual o significado do fim do lulismo?

Às vésperas da posse de Bolsonaro como presidente da República, se projeta um ano de...

O fim da esquerda oportunista

O fim da esquerda oportunista

As declarações públicas do presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas, representaram um...

O parasitismo financeiro contra o Brasil

O parasitismo financeiro contra o Brasil

No dia 13 de dezembro de 2018, a Câmara dos Deputados quase aprovou a Lei...

Os escândalos contra Bolsonaro: regime militar aberto

Os escândalos contra Bolsonaro: regime militar aberto

Recentemente, estouraram vários escândalos sobre a família Bolsonaro. Vários deles se relacionam com revelações do...

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

A crise está instalada no futuro governo com a denúncia de corrupção contra a família...

O que está acontecendo na França?

O que está acontecendo na França?

Os protestos que têm acontecido na França nas últimas semanas representam um dos principais sintomas...

A classe operária entrará em movimento?

A classe operária entrará em movimento?

A situação de levante popular na França indica uma mudança na situação da luta de...

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou esta semana o julgamento de...

O fim do Lulismo

O fim do Lulismo

  A condenação de Lula de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção...

Liberdade para Lula!  Fora Bolsonaro e o golpe militar!

Liberdade para Lula! Fora Bolsonaro e o golpe militar!

O depoimento de Lula no dia 14 de novembro, sobre o processo do sítio de...

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

A vitória de Jair Bolsonaro no Brasil faz parte da guerra “silenciosa” (híbrida, assíncrona, ou...

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

  A chapa Bolsonaro/Paulo Guedes venceu as eleições presidenciais de 2018 porque o PT, apoiado...

Agora como farsa?

Agora como farsa?

Por Paulo Uribe A partir de golpe de Estado, em 31 de março de 1964,...

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Os ataques contra os trabalhadores vêm de maneira acelerada com o governo Bolsonaro. Praticamente todos...

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

Quais as consequências para os trabalhadores e a população pobre e negra dos subúrbios? Por...

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

O governo Bolsonaro já está, de fato, no comando do país. Nenhuma medida do governo...

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

  Desde o impeachment de Dilma, que foi um golpe parlamentar, a direita apertou o...

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

As eleições de outubro de 2018 representaram uma das maiores fraudes dos últimos tempos. A...

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, venceu a fraude eleitoral do imperialismo norte-americano,...

Against the military coup in progress

Against the military coup in progress

BRAZIL No agreements with Bolsonaro   In the second round of presidential elections in Brazil,...

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

Nos últimos dias antes das eleições, ficou claro que além de ser um circo eleitoral,...

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Encontro de Eduardo Bolsonaro com Steve Bannon Foto: Reprodução A vitória de Donald Trump em...

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Por Antônio Fernando Analisando a conjuntura atual, vemos que a crise do sistema, que só...

O PT como oposição golpista consentida

O PT como oposição golpista consentida

É importante fazer a discussão do processo eleitoral compreendendo o contexto do golpe de Estado...

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Por Sergio Lessa Há uma enorme confusão na avaliação do cenário político nacional, nestes dias...

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

O grande ponto que deve ser avaliado, em se tratando das eleições no Brasil, é...

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

Por Florisvaldo Lopes     No debate realizado pela TV Bandeirantes, o candidato do PSDB...

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu,...

Haddad faz gol contra

Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno....

Haddad é Lula?

Haddad é Lula?

Recentemente apareceu nas notícias que Fernando Haddad teria visitado o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal...

Haddad, semeando derrotas

Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo...

Haddad joga para perder

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno...

Haddad joga para perder no 2º turno?

Haddad joga para perder no 2º turno?

    As eleições de 2018 acontecem como parte do processo golpista e servem para...

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

Recentemente foram liberadas pelo juiz Sergio Moro as delações do ex-ministro Antonio Palocci, há 6...

O STF e o Golpe

O STF e o Golpe

O golpe de Estado no Brasil progride com contradições, mas progride. Já temos falado várias...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia”...

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

É corrente nos meios de comunicação de massas a afirmação de que as eleições deste...

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

O evento mais importante da semana foi a matéria de capa da revista The Economist,...

O roteiro golpista no Brasil

O roteiro golpista no Brasil

O golpe de Estado deve ser visto como um processo que começa em 2005 na...

Gazeta Revolucionária [pdf]