Domingo, 20 Maio 2018

dute1

A convocação da “Greve Geral” para o dia 5 de dezembro acabou se transformando num abacaxi que a burocracia hiper desmoralizada não conseguiu descascar. No melhor dos casos, deveria ter sido uma paralisação, porque o que está colocado não é generalizar grandes e fortes greves senão a tentativa de manter o controle do movimento de massas. Conforme os ataques continuam contra os trabalhadores, existe a ameaça de que o movimento de massas ultrapasse a burocracia sindical, a política de conciliação de classes da “frente popular” encabeçada pelo PT. A crise é enorme, o arrocho salarial brutal e o desemprego se transformou num componente estrutural da crise.

Os últimos números divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), o desemprego e o subemprego somam, no Brasil 27,8 milhões de pessoas. Mas esses números consideram uma força de trabalho de apenas 65 milhões de trabalhadores e camuflam que apenas pouco mais de 33 milhões de trabalhadores contam com Carteira de Trabalho assinada e que, de acordo com os próprios números do IBGE, a metade desses trabalhadores ganha um mísero salário mínimo.

Na realidade, a força de trabalho no Brasil se encontra em torno aos 120 milhões de trabalhadores. O desemprego real, atinge pelo menos 70 milhões de pessoas. A situação é dramática, tão crítica que é preciso acompanhar com muito cuidado até quando os trabalhadores irão continuar paralisados. Há ainda o impacto da intensificação da crise no mundo que está indo para um novo colapso do capitalismo mundial.

A burocracia sindical e a “frente popular” fazem parte do regime

A votação da “reforma” da Previdência Social que iria acontecer no dia 6 de dezembro, não aconteceu por causa da crise do governo Temer, mesmo quando os componentes da “reforma” seriam muito menores do que o imperialismo queria. Mas o governo tenta sobreviver manobrando nos bastidores.

A burocracia de todas as centrais rapidamente marcaram a suposta “Greve Geral” para o dia 5 de dezembro, logo após a fraude que foi a “paralisação” que tinha acontecido algumas semanas atrás, quando não houve paralisação nenhuma; inclusive foi a pior paralisação desde 2013, no mínimo.

A “greve geral”, se depender da burocracia e da “frente popular”, só pode ser um fracasso total porque essa é a política que eles aplicam. Eles estão com muito medo. Eles querem controlar e canalizar o movimento grevista o máximo que puderem para os mecanismos institucionais. A burocracia sindical tenta usar os trabalhadores como massa de manobra para pressionar o governo porque perdeu o imposto sindical e ela está querendo algum mecanismo para voltar a ter essa verba.

Um caso escandaloso apareceu na CUT que criou um PDV, um plano de demissão voluntária ou incentivado, para demitir os próprios funcionários. Isso revela que a crise é enorme e que a capacidade de luta dessa burocracia está praticamente extinta. Poderá dar uma viradinha à esquerda no caso de haver um grande ascenso de massas? Poderá, mas em bloco não. O normal é que aconteça como sempre aconteceu, com rachas enormes; mas é preciso levar em conta que são 30 anos de paralisia e altas traições. O que tende a acontecer neste momento é um grande bloco da burocracia sindical ir ainda mais para a direita junto com a burguesia, como sempre aconteceu, a burguesia mais reacionária. Alguns setores dela deverão rachar principalmente com a perda da base material da burocracia, que é o dinheiro do imposto sindical, e a pressão do movimento de massas que ameaça passar por cima.

É possível se preparar uma greve geral em três dias?

Preparar uma greve geral num curto período de tempo é impossível, principalmente no contexto de paralisia das lutas, que é provocado, como um dos principais pilares, pela contenção da burocracia e da política de “frente popular”.

Uma greve geral é a generalização de um conjunto de greves. Se não há greves, se trataria de uma grande paralisação. Mas para se preparar uma mobilização é preciso ir à base, discutir com os trabalhadores, elaborar e entregar panfletos; preparar a logística, carros de som, os piquetes para fechar as entradas das principais empresas, “convencer” os sindicatos dos transportes. É preciso ter uma política, um comando, palavras de ordem. O que houve na preparação das últimas duas “greves gerais”? Não houve absolutamente nada. Pura manipulação, mais uma farsa.

Em paralelo, aparecem algumas mobilizações espontâneas como, por exemplo, as mobilizações de antifascistas em vários lugares. Esses protestos semi espontâneos já tiveram importância em 2013 e 2014, apesar de que, no geral, acabaram manipulados pela direita.

Se acelera a traição da “frente popular”, a política da conciliação de classes, cada vez mais. Apesar do Brasil estar entrando no ritmo de final de ano e a burocracia estar conduzindo, como boiada para o matadouro, os trabalhadores para o abismo de final de ano, é óbvio que os ataques só irão continuar.

O revolucionários precisamos nos preparar para orientar o movimento de massas que, mesmo paralisado agora, tende a se colocar em movimento no próximo período.

A saída da crise é extraparlamentar

A saída da crise não pode acontecer por meio de eleições. A saída da crise num momento de grande crise só pode ser extraparlamentar, conforme o próprio Karl Marx explicou no livro O 18 Brumário de Luís Bonaparte, e em vários outros.

O imperialismo busca varrer o regime político atual e colocar outro no lugar. Essa é uma tese central. Por causa do aprofundamento da crise, que se transformou numa crise estrutural, precisa mudar o regime político para adequá-lo a essa situação. Precisa ser mais duro, com menos partidos, com maior facilidade para o grande capital controlar as massas, com maior capacidade de reação contra o movimento operário que, inevitavelmente, deverá entrar em movimento no próximo período.

Uma greve geral de verdade deverá ser construída retomando as greves gerais que aconteceram na década de 1980, principalmente com a generalização das greves com ocupações de fábrica de 1985 e 1986, as greves gerais de dezembro de 1987 e a de 1989; esta, proporcionalmente, foi a maior da história do Brasil, com mais de 30 milhões de trabalhadores que aderiram.

O papel dos revolucionários, neste momento em que o movimento de massas se encontra paralisado, deve ter no eixo se preparar para atuar no movimento de massas. A greve geral de verdade, como uma das formas de luta mais revolucionárias, precisa ser construída. Para isso, a classe operária precisa ser mobilizada por meio de palavras de ordem, por meio de boletins. É preciso atuar nas principais categorias. É precisa ter um órgão político central forte que oriente a luta geral. Nós nos esforçamos para construir o Jornal Gazeta Revolucionária. Apesar do medo da recessão e do desemprego, os trabalhadores começam a sentir os efeitos das “reformas” que, na prática, são verdadeiros massacres contra as condições de vida dos trabalhadores.

+ Política

O resto do mundo e o Oriente Médio

O resto do mundo e o Oriente Médio

Ao aprofundamento da crise capitalista nos países desenvolvidos tem se somado a crise de países...

O aprofundamento da crise na América Latina

O aprofundamento da crise na América Latina

    No Brasil, em 1997, houve uma situação parecida com a da Argentina hoje,...

Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

  Agora, o que está acontecendo, dentro da caixa de Pandora aberta pela Operação Lava...

Mortes e prisões no dia do trabalhador

Mortes e prisões no dia do trabalhador

  A política oficial do PT teve como resultado um 1 º de maio, em...

O desespero petista

O desespero petista

    O 1 º de maio de 2018 representou um divisor de águas, marcou...

Quem poderia atender melhor o imperialismo?

Quem poderia atender melhor o imperialismo?

Há uma luta entre alas da burguesia. A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, aderiu ao...

O primeiro motor do golpe

O primeiro motor do golpe

De acordo com a revista The Economist, de 28 de janeiro de 2017, a taxa...

Um golpe sem pausas

Um golpe sem pausas

    No último período, o golpe de Estado no Brasil, continua se desenvolvendo a...

A América Latina nas garras do imperialismo

A América Latina nas garras do imperialismo

A política do imperialismo norte-americano para a América Latina é única. Não se trata de...

O imperialismo quer um Bonaparte para governar o Brasil

O imperialismo quer um Bonaparte para governar o Brasil

Além do que está na linha de frente do golpismo, há o que está na...

A insustentável defesa do menchevismo

A insustentável defesa do menchevismo

As atividades do 1º de maio de 2018 demonstraram o fracasso absoluto da frente popular,...

A paralisia vai durar até quando?

A paralisia vai durar até quando?

  Até esse momento, o imperialismo ainda não impulsionou grandes mobilizações de massas dirigidas pela...

Não se trata da luta do bem contra o mal

Não se trata da luta do bem contra o mal

  O imperialismo organiza sua política para aumentar os ataques contra as massas A esperança...

1º de Maio de 2018 foi um fiasco no Brasil

1º de Maio de 2018 foi um fiasco no Brasil

   O fiasco do 1º de Maio no Brasil mostrou a evidente crise da política...

O fim do governo Temer e a prisão de Aécio Neves

O fim do governo Temer e a prisão de Aécio Neves

  A crise política avança no Brasil. O governo Temer está liquidado. Tanto é assim...

Três projetos políticos que enganaram o povo brasileiro

Três projetos políticos que enganaram o povo brasileiro

Por Florisvaldo Lopes Claro que desde sempre o eleitor é enganado com os discursos demagógicos...

Governo Pimentel, a ex-querda capitalista

Governo Pimentel, a ex-querda capitalista

O governo de Fernando Pimentel (PT) é uma lástima e de uma venalidade impressionante. Fingindo...

O ovo da serpente contra a noite dos proletários

O ovo da serpente contra a noite dos proletários

Tudo na vida e na sociedade nasce, evolui, chega à sua maturidade e depois entra...

Frente ampla com Ciro Gomes e outros golpistas

Frente ampla com Ciro Gomes e outros golpistas

No atual cenário político, com Lula fora do cenário eleitoral, os candidatos que realmente têm...

A crise material da política de frente popular

A crise material da política de frente popular

No Brasil, a política de frente popular começou a entrar em crise de maneira muito...

Bashar al-Assad, Putin, Xi Jinping, Lula – Que defesa?

Bashar al-Assad, Putin, Xi Jinping, Lula – Que defesa?

Uma coisa interessante é que o bombardeio da Síria pelos Estados Unidos, França e Reino...

O declínio da frente popular e a prisão de Lula - I

O declínio da frente popular e a prisão de Lula - I

A prisão de Lula e os acontecimentos da Síria com o bombardeio recente dos Estados...

A crise do Oriente Médio no contexto mundial

A crise do Oriente Médio no contexto mundial

Temos observado na imprensa capitalista mundial que os Estados Unidos tenta fazer uma campanha contra...

A crise mundial e a implosão do PT

A crise mundial e a implosão do PT

Em 2012, a política de contenção da crise mundial acabou fracassando. A tentativa de contê-la...

O nacionalismo do PT

O nacionalismo do PT

A política do PT no governo gerou algumas contradições, embora que pequenas, com o imperialismo....

As leis do capital em ação

As leis do capital em ação

O desenvolvimento tecnológico é imposto pela própria concorrência capitalista porque, se ele não avançar, leva...

Série: Golpe de Estado

Série: Golpe de Estado

O efeito borboleta e a prisão de Lula  Recentemente a prisão de Lula ocorreu da...

O efeito borboleta e a prisão de Lula

O efeito borboleta e a prisão de Lula

Recentemente a prisão de Lula ocorreu da maneira mais incrível e, para os analistas mais...

O imperialismo no epicentro dos golpes

O imperialismo no epicentro dos golpes

No Brasil, o imperialismo norte-americano depôs a presidenta Dilma Rousseff, encarcerou o ex presidente Lula...

Contra Lula e Temer: a mesma política imperialista na América Latina

Contra Lula e Temer: a mesma política imperialista na América Latina

    Neste momento após o indeferimento do habeas corpus do ex-presidente Lula no STF...

Construir um partido para a revolução e não para a eleição

Construir um partido para a revolução e não para a eleição

Um fantasma gerado pela maior crise econômica do capitalismo ronda o mundo, uma guerra catastrófica...

Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

Todos às ruas para barrar o avanço do golpe de Estado!

O sinistro juiz Sérgio Moro não perdeu tempo para expedir a ordem de prisão de...

STF nega Habeas Corpus para Lula

STF nega Habeas Corpus para Lula

GOLPE DE ESTADO DÁ UM PASSO ADIANTE O Supremo Tribunal Federal em sessão plenária realizada...

A crise capitalista se espalha

A crise capitalista se espalha

Recentemente, fomos surpreendidos pela prisão dos amigos do presidente da República do Brasil, Michel Temer,...

A prisão dos amigos de Michel Temer

A prisão dos amigos de Michel Temer

O que significa a prisão dos amigos de Temer envolvidos no esquema de propinas recebidas...

Racha no STF eleva a crise às alturas

Racha no STF eleva a crise às alturas

O racha no Supremo Tribunal Federal (STF) ficou evidente e sua crise foi às alturas...

As eleições sem Lula e o golpe militar

As eleições sem Lula e o golpe militar

  Quatro pontos devem ser considerados na hora de avaliar essas duas questões. Em primeiro...

A crise do STF e a luta de classes

A crise do STF e a luta de classes

O fato de não ter ocorrido a reunião informal dos ministros do STF marcada para...

O governo do PT e o golpe contra os trabalhadores

O governo do PT e o golpe contra os trabalhadores

As coisas devem ser analisadas como elas são, a política vai avançando conforme a evolução...

Concentração da crise no governo federal

Concentração da crise no governo federal

A crise se concentra justamente no governo federal. Um caso que ilustra bem essa realidade...

 O assassinato da vereadora do PSOL no Rio  e a reação errada da esquerda

O assassinato da vereadora do PSOL no Rio e a reação errada da esquerda

  O assassinato de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro, do PSOL, representa mais...

Combate ao tráfico é novo álibi do golpe

Combate ao tráfico é novo álibi do golpe

Chama muito a atenção que o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, tenha partido para...

A prisão de Lula e a ditadura do Judiciário

A prisão de Lula e a ditadura do Judiciário

Cada vez fica mais claro que o estado de exceção que existe hoje no Brasil...

A classe operária está morta?

A classe operária está morta?

No Brasil, somados a todos os ataques que o imperialismo impõe que sejam aplicados, como...

América Latina, a onda agora é contra o crime organizado

América Latina, a onda agora é contra o crime organizado

O aprofundamento da crise capitalista se reflete em todas as regiões do mundo, inclusive na...

Mar do Sul da China, uma zona de risco

Mar do Sul da China, uma zona de risco

O aprofundamento da crise também se revela na crise do imperialismo no Mar do Sul...

Os gasodutos da discórdia

Os gasodutos da discórdia

Como explicar as contradições entre a Administração Trump e a Rússia, sendo que Trump tentou...

Os deslocamentos na Síria e região

Os deslocamentos na Síria e região

No Oriente Médio, a crise escala em cima da Síria e do Iêmen. O governo...

Incertezas europeias

Incertezas europeias

Na Europa, a situação é dramática. Após as eleições de outubro na Alemanha, a principal...

A dramática crise nos Estados Unidos

A dramática crise nos Estados Unidos

A crise capitalista nos Estados Unidos é dramática. O endividamento é enorme. A dívida pública...

Nacional

Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

11 Maio 2018
Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

  Agora, o que está acontecendo, dentro da caixa de Pandora aberta pela Operação Lava Jato, é que os procuradores querem ir além do PT porque são elementos, no geral,...

Mortes e prisões no dia do trabalhador

11 Maio 2018
Mortes e prisões no dia do trabalhador

  A política oficial do PT teve como resultado um 1 º de maio, em 2018, tão comportado que, além de ter sido um desastre, ninguém chegou a ser preso....

O desespero petista

11 Maio 2018
O desespero petista

    O 1 º de maio de 2018 representou um divisor de águas, marcou o colapso da política de “frente popular”, encabeçada pelo PT. A esquerda burguesa e pequeno...

Quem poderia atender melhor o imperialismo?

11 Maio 2018
Quem poderia atender melhor o imperialismo?

Há uma luta entre alas da burguesia. A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, aderiu ao golpe e à “teoria do domínio do fato” de mala e cuia. Aquela estória de...

Não se trata da luta do bem contra o mal

04 Maio 2018
Não se trata da luta do bem contra o mal

  O imperialismo organiza sua política para aumentar os ataques contra as massas A esperança da “frente popular” de que o órgão do Judiciário A, B ou C, venha a...

Educação

Fatiamento na luta da educação em Belo horizonte

09 Maio 2018
Fatiamento na luta da educação em Belo horizonte

  A Educação Infantil está em greve desde o dia 23 de março em busca de melhores salários e condições de trabalho. Na última assembleia foi rejeitada a proposta do...

A greve da Educação Infantil continua em Belo Horizonte

03 Maio 2018
A greve da Educação Infantil continua em Belo Horizonte

Dia 03 de maio de 2018 – 7º dia de greve da Educação Infantil em BH Alexandre Kalil (o Kalílgula), prefeito de Belo Horizonte, mandou um recado para as professoras...

Corre a repressão sobre os educadores em Belo Horizonte

23 Abril 2018
Corre a repressão sobre os educadores em Belo Horizonte

No fim do ano de 2017, em Belo Horizonte, o prefeito Alexandre kalil (PHS), uma espécie de Dória mineiro, resolveu abrir mais vagas na Educação Infantil e para isso utilizou-se...

"É que Narciso acha feio o que não é espelho"

22 Abril 2018
"É que Narciso acha feio o que não é espelho"

  "É que Narciso acha feio o que não é espelho" Caetano Veloso    Na semana passada, na tentativa de dar respostas à insatisfação da categoria com o governo Fernando Pimentel...

MORENO COMO VOCÊS? O REI SE INCLINA E MATA

19 Abril 2018
MORENO COMO VOCÊS? O REI SE INCLINA E MATA

Termina a greve dos educadores de Minas Gerais   No dia 18 de abril de 2018, com uma assembleia lotada, mas menor que as anteriores, foi aprovado o fim da...

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

A economia vai de mal...

  A inflação no Brasil teria caído para 3%, segundo...

A mais-valia ameaçada

Com o aprofundamento da crise mundial, a margem de manobra...

Bashar al-Assad, Putin, Xi Jinping,...

Uma coisa interessante é que o bombardeio da Síria pelos...

As guerras híbridas

Trata-se de um método imperialista para atacar os países sem...

A crise da direita tradicional

A direita tradicional passou a ser colocada pelo imperialismo na...