Segunda, 20 Agosto 2018

dute1

A convocação da “Greve Geral” para o dia 5 de dezembro acabou se transformando num abacaxi que a burocracia hiper desmoralizada não conseguiu descascar. No melhor dos casos, deveria ter sido uma paralisação, porque o que está colocado não é generalizar grandes e fortes greves senão a tentativa de manter o controle do movimento de massas. Conforme os ataques continuam contra os trabalhadores, existe a ameaça de que o movimento de massas ultrapasse a burocracia sindical, a política de conciliação de classes da “frente popular” encabeçada pelo PT. A crise é enorme, o arrocho salarial brutal e o desemprego se transformou num componente estrutural da crise.

Os últimos números divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), o desemprego e o subemprego somam, no Brasil 27,8 milhões de pessoas. Mas esses números consideram uma força de trabalho de apenas 65 milhões de trabalhadores e camuflam que apenas pouco mais de 33 milhões de trabalhadores contam com Carteira de Trabalho assinada e que, de acordo com os próprios números do IBGE, a metade desses trabalhadores ganha um mísero salário mínimo.

Na realidade, a força de trabalho no Brasil se encontra em torno aos 120 milhões de trabalhadores. O desemprego real, atinge pelo menos 70 milhões de pessoas. A situação é dramática, tão crítica que é preciso acompanhar com muito cuidado até quando os trabalhadores irão continuar paralisados. Há ainda o impacto da intensificação da crise no mundo que está indo para um novo colapso do capitalismo mundial.

A burocracia sindical e a “frente popular” fazem parte do regime

A votação da “reforma” da Previdência Social que iria acontecer no dia 6 de dezembro, não aconteceu por causa da crise do governo Temer, mesmo quando os componentes da “reforma” seriam muito menores do que o imperialismo queria. Mas o governo tenta sobreviver manobrando nos bastidores.

A burocracia de todas as centrais rapidamente marcaram a suposta “Greve Geral” para o dia 5 de dezembro, logo após a fraude que foi a “paralisação” que tinha acontecido algumas semanas atrás, quando não houve paralisação nenhuma; inclusive foi a pior paralisação desde 2013, no mínimo.

A “greve geral”, se depender da burocracia e da “frente popular”, só pode ser um fracasso total porque essa é a política que eles aplicam. Eles estão com muito medo. Eles querem controlar e canalizar o movimento grevista o máximo que puderem para os mecanismos institucionais. A burocracia sindical tenta usar os trabalhadores como massa de manobra para pressionar o governo porque perdeu o imposto sindical e ela está querendo algum mecanismo para voltar a ter essa verba.

Um caso escandaloso apareceu na CUT que criou um PDV, um plano de demissão voluntária ou incentivado, para demitir os próprios funcionários. Isso revela que a crise é enorme e que a capacidade de luta dessa burocracia está praticamente extinta. Poderá dar uma viradinha à esquerda no caso de haver um grande ascenso de massas? Poderá, mas em bloco não. O normal é que aconteça como sempre aconteceu, com rachas enormes; mas é preciso levar em conta que são 30 anos de paralisia e altas traições. O que tende a acontecer neste momento é um grande bloco da burocracia sindical ir ainda mais para a direita junto com a burguesia, como sempre aconteceu, a burguesia mais reacionária. Alguns setores dela deverão rachar principalmente com a perda da base material da burocracia, que é o dinheiro do imposto sindical, e a pressão do movimento de massas que ameaça passar por cima.

É possível se preparar uma greve geral em três dias?

Preparar uma greve geral num curto período de tempo é impossível, principalmente no contexto de paralisia das lutas, que é provocado, como um dos principais pilares, pela contenção da burocracia e da política de “frente popular”.

Uma greve geral é a generalização de um conjunto de greves. Se não há greves, se trataria de uma grande paralisação. Mas para se preparar uma mobilização é preciso ir à base, discutir com os trabalhadores, elaborar e entregar panfletos; preparar a logística, carros de som, os piquetes para fechar as entradas das principais empresas, “convencer” os sindicatos dos transportes. É preciso ter uma política, um comando, palavras de ordem. O que houve na preparação das últimas duas “greves gerais”? Não houve absolutamente nada. Pura manipulação, mais uma farsa.

Em paralelo, aparecem algumas mobilizações espontâneas como, por exemplo, as mobilizações de antifascistas em vários lugares. Esses protestos semi espontâneos já tiveram importância em 2013 e 2014, apesar de que, no geral, acabaram manipulados pela direita.

Se acelera a traição da “frente popular”, a política da conciliação de classes, cada vez mais. Apesar do Brasil estar entrando no ritmo de final de ano e a burocracia estar conduzindo, como boiada para o matadouro, os trabalhadores para o abismo de final de ano, é óbvio que os ataques só irão continuar.

O revolucionários precisamos nos preparar para orientar o movimento de massas que, mesmo paralisado agora, tende a se colocar em movimento no próximo período.

A saída da crise é extraparlamentar

A saída da crise não pode acontecer por meio de eleições. A saída da crise num momento de grande crise só pode ser extraparlamentar, conforme o próprio Karl Marx explicou no livro O 18 Brumário de Luís Bonaparte, e em vários outros.

O imperialismo busca varrer o regime político atual e colocar outro no lugar. Essa é uma tese central. Por causa do aprofundamento da crise, que se transformou numa crise estrutural, precisa mudar o regime político para adequá-lo a essa situação. Precisa ser mais duro, com menos partidos, com maior facilidade para o grande capital controlar as massas, com maior capacidade de reação contra o movimento operário que, inevitavelmente, deverá entrar em movimento no próximo período.

Uma greve geral de verdade deverá ser construída retomando as greves gerais que aconteceram na década de 1980, principalmente com a generalização das greves com ocupações de fábrica de 1985 e 1986, as greves gerais de dezembro de 1987 e a de 1989; esta, proporcionalmente, foi a maior da história do Brasil, com mais de 30 milhões de trabalhadores que aderiram.

O papel dos revolucionários, neste momento em que o movimento de massas se encontra paralisado, deve ter no eixo se preparar para atuar no movimento de massas. A greve geral de verdade, como uma das formas de luta mais revolucionárias, precisa ser construída. Para isso, a classe operária precisa ser mobilizada por meio de palavras de ordem, por meio de boletins. É preciso atuar nas principais categorias. É precisa ter um órgão político central forte que oriente a luta geral. Nós nos esforçamos para construir o Jornal Gazeta Revolucionária. Apesar do medo da recessão e do desemprego, os trabalhadores começam a sentir os efeitos das “reformas” que, na prática, são verdadeiros massacres contra as condições de vida dos trabalhadores.

+ Política

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

A candidatura de Lula e o bonapartismo do Judiciário

  O Partido dos Trabalhadores (PT) registrou a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva...

A China no mercado mundial

A China no mercado mundial

A China é um elemento muito importante de estabilidade do capitalismo mundial. Para estabilizar a...

Crise na Turquia

Crise na Turquia

O caso da Turquia é muito interessante porque revela que a crise se desenvolve meio...

PT. Nem demônio como fala a direita, nem anjo como defende a esquerda

PT. Nem demônio como fala a direita, nem anjo como defende a esquerda

Os erros da política do PT são mantidos ocultos aos olhos da maioria dos trabalhadores....

Debate ridículo entre os presidenciáveis

Debate ridículo entre os presidenciáveis

O fato mais relevante dessa semana foi o debate dos candidatos à Presidência da República...

O PT enrolado em miríades de recursos judiciais

O PT enrolado em miríades de recursos judiciais

Após a deposição do PT do governo em 2016, orquestrada pelos Estados Unidos e aplicada...

O Alckminduto do PSDB e do Centrão

O Alckminduto do PSDB e do Centrão

Geraldo Alckmin, ou Chuchu como já foi chamado, com seu nariz de Pinóquio, que nos...

A crise capitalista pelo mundo

A crise capitalista pelo mundo

Dia a após dia, a crise da economia capitalista mundial aprofunda e se manifesta nos...

O desemprego, o golpe e as eleições

O desemprego, o golpe e as eleições

A situação do Brasil é gravíssima devido o alto grau de desemprego. O desemprego não...

A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

O golpe de Estado no Brasil, capitaneado pelo Poder Judiciário, avança de vento em popa....

Programa de governo do PT favorece o golpe

Programa de governo do PT favorece o golpe

Nos últimos dias, vimos no site do PT que a cúpula desse partido divulgou um...

Estratégia extraparlamentar do imperialismo

Estratégia extraparlamentar do imperialismo

O avanço do imperialismo é totalmente extraparlamentar, para impor um governo duro, devido à crise...

O PT como um partido da ordem

O PT como um partido da ordem

O PT tem uma estratégia totalmente atrelada ao regime político e não ultrapassa em absolutamente...

A crise das eleições de 2018

A crise das eleições de 2018

A crise política no Brasil abarca o conjunto do regime político. Não é à toa...

Desvendando "as loucuras" de Donald Trump

Desvendando "as loucuras" de Donald Trump

O governo de Donald Trump se encontra cada vez mais numa aparente loucura total. Recentemente...

O imperialismo está pedindo água

O imperialismo está pedindo água

A decadência do sistema capitalista imperialista é monumental. A taxa de lucros dos monopólios, segundo...

Devorados pelo Judiciário

Devorados pelo Judiciário

A ilusão da esquerda nas instituições do Estado burguês fica manifesta com a postura quase...

Esquerda dá verniz democrático às eleições golpistas

Esquerda dá verniz democrático às eleições golpistas

Qual é a relação entre o golpe de Estado em curso no país e as...

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do...

A política do imperialismo alimenta a crise

A política do imperialismo alimenta a crise

A política mundial é um reflexo da crise econômica, ela tem papel de responder essa...

Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos...

A crise da direita e as contradições do golpe

A crise da direita e as contradições do golpe

  As ações golpistas, no Brasil, seguem no sentido do controle do regime político pelo...

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

Seria importante, neste momento, que a esquerda pudesse evitar fazer a repetição da história como...

Luta operária e sindical no Brasil

Luta operária e sindical no Brasil

Para contextualizar dialeticamente os sindicatos e a luta operária devemos analisar a partir do início...

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

  A situação nacional está marcada por uma enorme crise econômica que atinge o país...

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

  A “luta contra a corrupção” não é nada mais do que uma desculpa utilizada...

O STF no centro do furacão

O STF no centro do furacão

   Para avaliar em que ponto o golpe de Estado no Brasil se encontra hoje...

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

  A esquerda pequeno-burguesa promove a ideia de que a revolução seria feita pelo conhecimento,...

Contagem regressiva para a guerra mundial

Contagem regressiva para a guerra mundial

Após a crise capitalista mundial de 2008 as contradições interimperialistas começaram a aumentar, principalmente entre...

A Rede Globo e o FBI

A Rede Globo e o FBI

  Desde a crise de 2008 o mundo não e mais o mesmo, os grandes...

Copa do Mundo e Golpe de Estado

Copa do Mundo e Golpe de Estado

É absolutamente normal que a burguesia, principalmente sua ala direita, promova manipulações utilizando o futebol...

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Estamos vivendo, hoje, no Brasil, um processo político de golpe de Estado. Apesar de que...

A Coreia do Norte e a crise mundial

A Coreia do Norte e a crise mundial

Para entender a crise geral que está aberta é preciso entender a evolução política mundial...

Estava cheia de si e dormiu

Estava cheia de si e dormiu

 A situação nacional ainda está marcada pela ressaca do movimento dos caminhoneiros. Aumentou o desgaste...

Ciro Gomes com o pé na lama

Ciro Gomes com o pé na lama

A crise política no Brasil dispara como reflexo da crise econômica. Os candidatos da direita...

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

O problema no Brasil deve ser sempre entendido dentro da evolução da crise capitalista mundial...

Os caminhoneiros e a guerra híbrida

Os caminhoneiros e a guerra híbrida

O ponto central do balanço é se essa greve foi uma greve em si, se...

Bate continência aqui e mantenha o respeito

Bate continência aqui e mantenha o respeito

Reunião de militares candidatos em Brasília, dia 8 de maio de 2018 Apareceram nos últimos...

A crise capitalista na Itália

A crise capitalista na Itália

 Há dez anos da crise de 2008, a economia capitalista mundial vem se mantendo em...

E por falar na CIA

E por falar na CIA

  O regime político no Brasil e no mundo avança para um regime mais duro,...

A esquerda sobre rodas

A esquerda sobre rodas

    O movimento dos caminhoneiros, ocorrido nos últimos dias de maio, colocou o governo...

A Crise na Venezuela

A Crise na Venezuela

A Venezuela é um caso muito interessante, sui generis. Foi o primeiro país a entrar...

 A política de terra arrasada para a Petrobras

A política de terra arrasada para a Petrobras

  A política que tem sido aplicada na Petrobras é uma política de terra arrasada...

A "frente popular" e o balaio de gatos

A "frente popular" e o balaio de gatos

A política real do PT, que encabeça a Frente Popular, é a política de Frente...

A crise das eleições e da "legalidade" golpista

A crise das eleições e da "legalidade" golpista

  Nesses dias se "comemorou" dois anos de governo Temer no Brasil. Neste governo Temer o...

A verdade sobre a  luta contra a corrupção

A verdade sobre a luta contra a corrupção

  Em primeiro lugar o imperialismo norte americano assim como o imperialismo como um todo,...

Pela unificação das lutas dos trabalhadores rumo a uma Greve Geral

Pela unificação das lutas dos trabalhadores rumo a uma Greve Geral

  Era certo que, mais dia, menos dia, aconteceria um movimento de protesto dos caminhoneiros...

A esquerda integrada ao regime

A esquerda integrada ao regime

Marx estabeleceu uma luta muito grande contra os setores oportunistas dentro do movimento operário europeu...

A crise do regime político

A crise do regime político

  A teoria fundamental sobre o Estado burguês foi colocada amplamente na Ideologia Alemã, no...

A luta de classes

A luta de classes

  No Manifesto Comunista, escrito em 1848, Marx e Engels distinguem as classes sociais fundamentais...

Nacional

A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

03 Agosto 2018
A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

O golpe de Estado no Brasil, capitaneado pelo Poder Judiciário, avança de vento em popa. Com a aproximação do prazo final para inscrições de candidatos ao cargo de Presidente da...

Devorados pelo Judiciário

20 Julho 2018
Devorados pelo Judiciário

A ilusão da esquerda nas instituições do Estado burguês fica manifesta com a postura quase que religiosa de confiança na Justiça burguesa. Porém, esse crédito na isenção dos julgadores brasileiros...

Esquerda dá verniz democrático às eleições golpistas

19 Julho 2018
Esquerda dá verniz democrático às eleições golpistas

Qual é a relação entre o golpe de Estado em curso no país e as eleições marcadas para o mês de outubro? Temos que entender que esses dois eventos não...

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

18 Julho 2018
O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que funciona como segunda instância da "República de...

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

13 Julho 2018
Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos analisar dialeticamente o sindicalismo no Brasil. A ditadura Vargas do Estado Novo nos anos 40...

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

Massacre ao povo palestino (parte...

A Intifada palestina     Intifada significa revolta, ou literalmente...

Massacre ao povo palestino (parte...

A criação do Estado de Israel Não foi da noite...

Massacre ao povo palestino (parte...

Sionismo praticando a necropolítica em Gaza     A propósito,...

Massacre ao povo palestino (parte...

Nakba, 70 anos de assassinatos No dia 14 de maio...