Sábado, 15 Dezembro 2018

portoalegre

Com oito dias de greve os municipários de Porto Alegre ocuparam o paço municipal para forçar a abertura de uma mesa de negociação.
O governo Nelson Marchezan Jr (PSDB) não cumpre a lei orgânica do município e não reajusta os salários há dois anos, parcela salários e ataca diretos da categoria. Na última segunda (6/8) conseguiu aprovar um fundo de previdência complementar que em médio prazo coloca em risco a aposentadoria dos atuais e futuros servidores.
Sem diálogo com a categoria e retrocessos para a cidade, os municipários lutam em defesa dos direitos e do serviço público.

Gazeta Revolucionária [pdf]

 gr19 capa

Números Anteriores


AcordaTI 01capa  


 Acorda Vargem Grande 0 capa


Acorda Educador 0 capa