Sábado, 15 Dezembro 2018

 fimdocapitalismo

A teoria da crise capitalista está bem desenvolvida justamente nesse colosso do marxismo que é O Capital e os pilares foram colocados no livro de Lenin O Imperialismo, Etapa Superior do Capitalismo. Marx demonstra como as crises são inerentes ao capitalismo porque é um sistema anárquico. Essa "liberdade de comércio" do capitalismo leva a que o capital migre para onde há mais lucro e os capitais tendem a se deslocar do setor produtivo para o setor parasitário, financeiro. Chega à situação atual onde o grau de parasitismo é enorme, por exemplo, somente os derivativos financeiros, que são a forma mais parasitária de especulação financeira, movimentam mais de 10 vezes a economia capitalista mundial.

As crises no século XIX, na época do capitalismo neoliberal, aconteciam em círculos, ou seja, o capital entrava numa fase de ascenso onde os capitais buscavam o lucro nos setores da economia que proviam mais lucro. Num certo momento esses setores ficavam saturados, havia uma crise de superprodução relativa porque os trabalhadores, com uma maioria passando fome,  não tinham dinheiro para comprar o excedente de produtos e isso acabava gerando uma crise nas vendas. Toda a crise começava com uma crise financeira que levava a uma paralisia geral da produção e com a destruição de forças produtivas. Depois da destruição havia uma espécie de limpeza, de rearranjo, e o capital começava outra vez seu funcionamento.

Com o desenvolvimento do capitalismo, em um processo que se inicia mais ou menos na década de 1870, começa a haver um grau de concentração enorme das empresas e surgem os grandes cartéis. As empresas alemãs, por exemplo, que tinham no máximo 1.000 trabalhadores, no período de concentração chegam a situações onde existem montadoras que têm 1,5 milhão de trabalhadores em escala mundial.

As crises já não são mais circulares porque o sistema passa a não funcionar mais, começa a ficar muito amarrado pelas próprias leis e, dessa maneira, começa a entravar. A destruição das forças produtivas fica muito mais emperrada devido ao desenvolvimento tecnológico. Então, as crises na época do imperialismo não fazem uma limpeza circular mas fazem uma limpeza em espiral para baixo. O capitalismo está cada vez mais decadente.

Das crises cíclicas à crise total

No livro O Imperialismo, Etapa Superior do Capitalismo, Lenin explica isso e diz que com o início da fase imperialista se abre um período onde a tônica, o normal, são as crises e os momentos de superação dessas crises seriam períodos excepcionais. Tivemos no século passado grandes crises como a crise de 1929, que somente foi fechada na 2ª Guerra Mundial. Depois tivemos a crise de 1967, também a de 1974, que foi gigantesca. Houve uma série de crises e por último a de 2008. Todas essas acabaram dando lugar a uma enorme destruição das forças produtivas.

A crise de 1974 elevou enormemente a inflação e o desemprego em escala mundial. A inflação chegou, em 1980, a mais de 20% nos Estados Unidos, o que é enorme, e o desemprego foi brutal. Isso levou a um ascenso do movimento operário mundial e a grandes revoluções como, por exemplo, a revolução no Irã e a revolução na Nicarágua, essas duas em 1979, a revolução na Polônia em 1980, que foi um movimento operário muito importante apesar de que ele tenha sido infiltrado pela CIA e controlado pela igreja católica. Foi uma movimentação extremamente importante da classe operária polonesa que avançou na derrubada, por completo, de toda a burocracia soviética, de forma reacionária com certeza, mas que a colocou abaixo.

Para conter essa situação o imperialismo elabora a política do neoliberalismo, onde as plantas industriais foram transferidas para a Ásia e, ao mesmo tempo, a classe operária dos países ocidentais acabou sendo esvaziada porque perdeu o emprego, ficando acuada. Ao mesmo tempo houve uma política imperialista de compra maciça da burocracia e da esquerda. Essa última acabou se entregando de mala e cuia ao capitalismo mundial. Na Alemanha, por exemplo, a suposta esquerda do Partido Socialista Unificado Alemão que estava no poder na República Democrática Alemã, acabou sendo a base da formação da chamada Die Linke (A Esquerda), o principal partido da esquerda burguesa na Alemanha unificada hoje. Um produto desse processo é a formação do PT no Brasil e de outros vários partidos.

Em cima dessa pressão, a esquerda, como um todo, acabou se enfraquecendo. A política neoliberal teve como laboratório ditaduras militares brutais, principalmente a do Chile, a da Argentina e a do Uruguai, que foram sangrentas. Todos os regimes militares tinham no controle dos ministérios da economia elementos diretamente vinculados ao imperialismo, formados principalmente pela Escola de Chicago, que impunha uma visão de livre mercado, de privatizar tudo, de entregar todas as empresas públicas para o imperialismo, abrir as fronteiras, etc.

O Uruguai começou a aplicar esse ditames em junho de 1973 quando começa a ditadura. O Chile também nesse mesmo ano mas a partir de setembro. A Argentina começa em março de 1976.

No Chile, essa política se esgota em três anos por conta da crise de 1974 e o país só não entrou em colapso total porque não tinha dado tempo de privatizar a principal empresa, que tinha sido estatizada na época de Allende, a empresa estatal chilena de mineração de cobre a CODELCO, que é a maior empresa produtora de cobre do mundo.

O neoliberalismo foi imposto por meio de muita truculência e de muita força. No célebre livro de Naomi Klein, A Doutrina do Choque, isso é explicado com muitos detalhes interessantes, inclusive, foi feito um documentário sobre esse livro.  O neoliberalismo defende a política "de que agora seria a vez da democracia", que o marxismo, o comunismo, etc., estão enterrados e que seria necessário acabar com o socialismo e com o radicalismo, incorporar o operário ao capital, como "colaborador", porque nem classe operária existiria mais.

A decadência do neoliberalismo e a crise de 2008

Essa política começa a entrar em colapso rapidamente. Tivemos o "caracazo" em 1989 em Caracas na Venezuela, um levante do movimento de massas enorme que deixou quase 400 mortos. E depois, uma série de crises parciais na década de 90, no México, na Turquia no início dos 90, a crise da Rússia, a crise dos chamados "tigres asiáticos", que começa em 1997 num banco de Bancoc na Tailândia e que atinge rapidamente todos os demais países. Há crise na Argentina, há crise no Brasil. No início dos anos 2000 tivemos grandes movimentos hiper radicalizados na Bolívia e no Equador. Começa a se desenvolver um movimento parecido no Brasil que vai ser contido rapidamente pelos governos Lula, por meio de uma série de políticas sociais emergenciais.

As políticas neoliberais junto com as derrotas do imperialismo nas guerras do Iraque, da qual sai quase que fugido com o acordo com os aiatolás em 2007, e do Afeganistão, acabam levando ao colapso de 2008, que já tinha apresentado fortes sintomas no início dos anos 2000, quando George Bush entra no governo. A situação foi estabilizada entre 2008 e 2009 até 2012 com uma grande injeção de recursos públicos no mercado mundial e de endividamento generalizado, principalmente nos Estados Unidos. E a burguesia, por não ter uma política alternativa, acaba aplicando a mesma receita, ou seja, mais do mesmo, mais do neoliberalismo, com um gigantesco aprofundamento na especulação financeira.

Em algum momento, para o próximo período, nós vamos ter um novo colapso mundial só que muito mais forte que o de 2008 e com o Brasil na linha de frente. Já temos sintomas disso com a crise que acabou de acontecer na Argentina.

+ Política

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

Fora Bolsonaro e o Golpe Militar!

A crise está instalada no futuro governo com a denúncia de corrupção contra a família...

O que está acontecendo na França?

O que está acontecendo na França?

Os protestos que têm acontecido na França nas últimas semanas representam um dos principais sintomas...

A classe operária entrará em movimento?

A classe operária entrará em movimento?

A situação de levante popular na França indica uma mudança na situação da luta de...

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

A crise do lulismo e a luta dos trabalhadores

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou esta semana o julgamento de...

O fim do Lulismo

O fim do Lulismo

  A condenação de Lula de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção...

Liberdade para Lula!  Fora Bolsonaro e o golpe militar!

Liberdade para Lula! Fora Bolsonaro e o golpe militar!

O depoimento de Lula no dia 14 de novembro, sobre o processo do sítio de...

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

Militares brasileiros, nacionalistas ou golpistas?

A vitória de Jair Bolsonaro no Brasil faz parte da guerra “silenciosa” (híbrida, assíncrona, ou...

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

Dia de luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro/Paulo Guedes

  A chapa Bolsonaro/Paulo Guedes venceu as eleições presidenciais de 2018 porque o PT, apoiado...

Agora como farsa?

Agora como farsa?

Por Paulo Uribe A partir de golpe de Estado, em 31 de março de 1964,...

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Golpe militar em andamento. O que fazer?

Os ataques contra os trabalhadores vêm de maneira acelerada com o governo Bolsonaro. Praticamente todos...

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

“Lei do Abate”, autonomia da polícia

Quais as consequências para os trabalhadores e a população pobre e negra dos subúrbios? Por...

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

As centrais sindicais devem chamar uma Plenária Nacional de Mobilização

O governo Bolsonaro já está, de fato, no comando do país. Nenhuma medida do governo...

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

A “esquerda” legalizou o golpe “bolsonarista”

  Desde o impeachment de Dilma, que foi um golpe parlamentar, a direita apertou o...

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

Como lutar contra o governo Bolsonaro?

As eleições de outubro de 2018 representaram uma das maiores fraudes dos últimos tempos. A...

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

Contra o golpe militar em andamento! Nenhum acordo com Bolsonaro!

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, venceu a fraude eleitoral do imperialismo norte-americano,...

Against the military coup in progress

Against the military coup in progress

BRAZIL No agreements with Bolsonaro   In the second round of presidential elections in Brazil,...

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

28 de outubro - Eleições de carta marcada - 00confirma

Nos últimos dias antes das eleições, ficou claro que além de ser um circo eleitoral,...

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Bolsonaro, o Trump brasileiro

Encontro de Eduardo Bolsonaro com Steve Bannon Foto: Reprodução A vitória de Donald Trump em...

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Muito mais que eleições, os trabalhadores precisam se organizar para lutar

Por Antônio Fernando Analisando a conjuntura atual, vemos que a crise do sistema, que só...

O PT como oposição golpista consentida

O PT como oposição golpista consentida

É importante fazer a discussão do processo eleitoral compreendendo o contexto do golpe de Estado...

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Bolsonaro não é fascista! Pode ser uma ameaça ainda maior!

Por Sergio Lessa Há uma enorme confusão na avaliação do cenário político nacional, nestes dias...

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

Por que a vitória de Bolsonaro é praticamente certa?

O grande ponto que deve ser avaliado, em se tratando das eleições no Brasil, é...

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

A saga de um traidor. Doria e sua política (neo) liberal

Por Florisvaldo Lopes     No debate realizado pela TV Bandeirantes, o candidato do PSDB...

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu,...

Haddad faz gol contra

Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno....

Haddad é Lula?

Haddad é Lula?

Recentemente apareceu nas notícias que Fernando Haddad teria visitado o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal...

Haddad, semeando derrotas

Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo...

Haddad joga para perder

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno...

Haddad joga para perder no 2º turno?

Haddad joga para perder no 2º turno?

    As eleições de 2018 acontecem como parte do processo golpista e servem para...

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

A delação de Palocci pode derrubar Haddad?

Recentemente foram liberadas pelo juiz Sergio Moro as delações do ex-ministro Antonio Palocci, há 6...

O STF e o Golpe

O STF e o Golpe

O golpe de Estado no Brasil progride com contradições, mas progride. Já temos falado várias...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia”...

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

Haddad “adotado” pelos Rothschild?

É corrente nos meios de comunicação de massas a afirmação de que as eleições deste...

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

Rachaduras na candidatura Bolsonaro

O evento mais importante da semana foi a matéria de capa da revista The Economist,...

O roteiro golpista no Brasil

O roteiro golpista no Brasil

O golpe de Estado deve ser visto como um processo que começa em 2005 na...

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

A candidatura Haddad e as eleições golpistas

Esta semana tivemos a oportunidade de observar como a burguesia manipula o processo eleitoral especificamente...

América Latina rumo ao precipício

América Latina rumo ao precipício

A crise capitalista mundial tem forte influência no Brasil e na América Latina. O centro...

Bolsonaro e os militares

Bolsonaro e os militares

  Na atual conjuntura, é muito válida a célebre máxima do grande filósofo alemão Friedrich...

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

Haddad, Bolsonaro e o Golpe

O “atentado” contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL),...

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

Venezuela – qual o significado das novas medidas econômicas?

  Entrou em vigor, no dia 20 de agosto, o pacote de medidas econômicas adotas...

Aos trabalhadores brasileiros

Aos trabalhadores brasileiros

Por Florisvaldo Lopes Caros camaradas, Nesse momento em nosso país enfrentamos uma das maiores crises...

Bolsonaro - mais que uma facada

Bolsonaro - mais que uma facada

O recente ataque a Bolsonaro durante caminhada em Juiz de Fora/MG, acabou representando todo um...

Como se posicionar nas eleições golpistas?  #00Confirma

Como se posicionar nas eleições golpistas? #00Confirma

O candidato tucano do PT, Fernando Haddad, pode até decolar, mas vai encontrar muitos ataques...

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

É ilusão pensar que é possível repetir o governo Lula

  A propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores está calcada em cima da perseguição política...

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

Lula com 40% e o imperialismo ainda não definiu seu candidato

  Lula é líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto para presidente da república....

Haddad X Bolsonaro no 2º turno?   #00confirma

Haddad X Bolsonaro no 2º turno? #00confirma

  Esta semana, as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República deram a...

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

O que revelam as pesquisas eleitorais - #00confirma

A esquerda ligada à política eleitoreira e de conciliação de classes tem impulsionado uma série...

#00confirma

#00confirma

A ditadura do judiciário fica cada vez mais clara em todos os sentidos, apesar deste...

O imperialismo e os donos da padaria

O imperialismo e os donos da padaria

Para quem diz que Alckmin é o candidato natural do imperialismo tem de ver que...

Gazeta Revolucionária [pdf]

 gr19 capa

Números Anteriores


AcordaTI 01capa  


 Acorda Vargem Grande 0 capa


Acorda Educador 0 capa