Quarta, 18 Julho 2018

imperialismo2.fw

No Brasil, o imperialismo norte-americano depôs a presidenta Dilma Rousseff, encarcerou o ex presidente Lula e avança a passos largos na tentativa de atacar em cheio os trabalhadores.

No Peru, depôs o ex presidente Pedro Paulo Kuczinski. Assumiu no lugar o vice presidente Martin Viscarra, seguindo o roteiro que já conhecemos no Brasil por conta de Michel Temer. Supostamente Viscarra promoveria uma série de medidas no Peru para estabilizar o país. Mas ele próprio se encontra envolvido em denuncias de corrupção, igual a Temer, como, por exemplo, a denúncia que o relaciona com a construção do aeroporto da cidade de Cusco, no Peru. Se trata de um circo armado para ir evoluindo em cima do endurecimento do regime político na América Latina.

O imperialismo está com extremo medo de aplicar ataques diretos principalmente em uma situação em que a lembrança das ditaduras militares na região está muito fresca. No Brasil, as atrocidades foram relativamente menores; nos números oficiais, teriam desaparecido supostamente 400 pessoas. Já a Comissão da Verdade elevou esse número para quase 1.000, além de mais de 9.000 índios que tinham desaparecido na pressão para se apropriar de terras indígenas. Foi um número relativamente pequeno se comparado com as atrocidades que a ditadura militar cometeu na Argentina onde desapareceram pelo menos 30.000 pessoas, da maneira mais abominável possível, até com sequestros de crianças.

O grande fato no Peru foi que um elemento diretamente ligado ao imperialismo mas que não contava com a confiança do grosso da burguesia, apesar dele ter sido ministro da Economia nos últimos governos, foi colocado para fora do governo peruano. Se trata de um passo a passo direcionado ao endurecimento do governo no país e é a mesma política que está colocada para toda a América Latina e até para o mundo inteiro.


A crise terminal da esquerda burguesa e pequeno burguesa

O papel da esquerda no Peru e que também segue o mesmo roteiro que a esquerda no Brasil tem sido nefasto, assim como acontece em toda a região e o mundo. A chamada Frente Ampla peruana apoiou diretamente o governo de Pedro Pablo Kucinski com a desculpa de que estaria defendendo a democracia contra a ditadura da extrema direita fujimorista. Isso lembra muito o que o PT tem feito no Brasil; ficar o tempo inteiro fazendo negociatas com a direita com um principal objetivo que é preservar os próprios cargos e regalias, preservar a estabilidade institucional com a integração absoluta da frente popular ao regime burguês. Quando essa Frente Ampla acabou se dividindo surge um grupo chamado Novo Peru, que se absteve na votação de impeachment contra Kucinski que imediatamente adotou a medida de indultar o ex-presidente Alberto Fujimori, que foi um dos maiores sanguinários do país.

O imperialismo avança rapidamente para endurecer o regime político. Isso é extremamente importante porque é uma discussão, um debate, colocado na esquerda, se o governo Macri ou o governo Temer seriam os governos ideais. Há uma boa parte da esquerda dizendo que o Brasil não iria para uma ditadura militar, para um governo de cunho bonapartista em primeiro lugar, mas sempre apontando para um regime de extrema direita bravo, como foi o AI-5 (Ato Institucional), porque esses governos dariam conta do recado. Só agora, depois da intervenção militar no Rio de Janeiro, a situação política começou a ficar muito mais clara.

A integração da esquerda oficial ao regime político burguês tem crescido de maneira absoluta e relativa, levando-a a um desligamento cada vez maior do movimento de massas, o que é natural, pois se trata de uma esquerda em fase terminal.

Em direção ao bonapartismo

No "O 18 Brumário de Luís Bonaparte”, escrito por Karl Marx em 1852, foi mostrado como a direita, devido à evolução da luta de classes, ao medo da extrema direita e do movimento de massas, acaba adotando uma série de medidas reacionárias que levam o país diretamente para um novo golpe militar.

Neste momento, uma tese importante é que o imperialismo está com muito medo de avançar para impor um golpe militar aberto, como as ditaduras fascistoides que infectaram a América Latina na década de 1970. A política do imperialismo é impor regimes bonapartistas na América Latina, onde controla a região a ferro e fogo para extrair até a última gota de sangue dos trabalhadores. É a mesma política que intenta impor no mundo inteiro, mas com muitas maiores dificuldades.

Neste momento, com os governos de frente popular sob controle e a maior parte deles sendo retirados dos governos, o imperialismo está dando o próximo passo, está atacando a direita centrista de todos os países. Isso tem acontecido no caso do Brasil com Michel Temer, no caso do Peru com Pedro Paulo Kucinski, no Uruguai com o governo da Frente Ampla em que a probabilidade de ganhar as eleições no próximo ano é praticamente zero. No Chile, o governo da Consertación de Michelle Bachelet foi vencido pelo direitista Sebastian Piñeira que ainda é um governo centrista, apesar dele ser um elemento importante da direita que manteve, como empresário importante, ligações próximas ao ditador Augusto Pinochet.

Na América Latina inteira, o imperialismo avança para impor governos de cunho bonapartista, por fora do regime parlamentar, porque não tem escolha já que os governos atuais estão extremamente enfraquecidos por conta do aprofundamento da crise capitalista mundial.

O grande capital tem medo do novo colapso capitalista mundial que está colocado. O último aconteceu em 2008. As crises têm se repetido a cada 10 anos, mais ou menos. No próximo período, deverá acontecer um novo enorme colapso, que deverá levar inevitavelmente a um novo ascenso do movimento de massas. E quem irá contê-lo? As frentes populares atuais estão praticamente liquidadas, extremamente desgastadas e muito integradas ao regime político. A direita centrista também está extremamente desgastada.

Quem irá defender o regime contra um forte ascenso de massas mesmo que se trate de movimento espontâneo? Só pode ser a força bruta, a força militar.

O movimento de massas se encontra neste momento paralisado no Brasil e no mundo apesar de que houve alguns movimentos da classe operária na França. Mas por quanto tempo permanecerá paralisado? E o que irá acontecer se esse movimento conseguir ultrapassar a burocracia sindical e a burocracia política das frentes populares?

É óbvio que se o movimento de massas, em cima de uma grande crise, não for contido a própria sobrevida do capitalismo será colocada em xeque. Estamos vivendo uma época de guerras cada vez mais ampla em vários pontos do globo. As revoluções ainda não aparecem de maneira muito clara. As últimas foram as revoluções que aconteceram por causa do impacto da crise de 2008, mas foram rapidamente cooptadas pelos serviços de inteligência, da extrema direita mundial, do imperialismo, das monarquias reacionárias do Oriente Médio, do norte da África e do Sahel. Mas o enfraquecimento do capitalismo avança a passos largos em direção aos grandes centros.

+ Política

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do...

A política do imperialismo alimenta a crise

A política do imperialismo alimenta a crise

A política mundial é um reflexo da crise econômica, ela tem papel de responder essa...

Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos...

A crise da direita e as contradições do golpe

A crise da direita e as contradições do golpe

  As ações golpistas, no Brasil, seguem no sentido do controle do regime político pelo...

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

Seria importante, neste momento, que a esquerda pudesse evitar fazer a repetição da história como...

Luta operária e sindical no Brasil

Luta operária e sindical no Brasil

Para contextualizar dialeticamente os sindicatos e a luta operária devemos analisar a partir do início...

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

  A situação nacional está marcada por uma enorme crise econômica que atinge o país...

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

  A “luta contra a corrupção” não é nada mais do que uma desculpa utilizada...

O STF no centro do furacão

O STF no centro do furacão

   Para avaliar em que ponto o golpe de Estado no Brasil se encontra hoje...

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

  A esquerda pequeno-burguesa promove a ideia de que a revolução seria feita pelo conhecimento,...

Contagem regressiva para a guerra mundial

Contagem regressiva para a guerra mundial

Após a crise capitalista mundial de 2008 as contradições interimperialistas começaram a aumentar, principalmente entre...

A Rede Globo e o FBI

A Rede Globo e o FBI

  Desde a crise de 2008 o mundo não e mais o mesmo, os grandes...

Copa do Mundo e Golpe de Estado

Copa do Mundo e Golpe de Estado

É absolutamente normal que a burguesia, principalmente sua ala direita, promova manipulações utilizando o futebol...

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Estamos vivendo, hoje, no Brasil, um processo político de golpe de Estado. Apesar de que...

A Coreia do Norte e a crise mundial

A Coreia do Norte e a crise mundial

Para entender a crise geral que está aberta é preciso entender a evolução política mundial...

Estava cheia de si e dormiu

Estava cheia de si e dormiu

 A situação nacional ainda está marcada pela ressaca do movimento dos caminhoneiros. Aumentou o desgaste...

Ciro Gomes com o pé na lama

Ciro Gomes com o pé na lama

A crise política no Brasil dispara como reflexo da crise econômica. Os candidatos da direita...

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

O problema no Brasil deve ser sempre entendido dentro da evolução da crise capitalista mundial...

Os caminhoneiros e a guerra híbrida

Os caminhoneiros e a guerra híbrida

O ponto central do balanço é se essa greve foi uma greve em si, se...

Bate continência aqui e mantenha o respeito

Bate continência aqui e mantenha o respeito

Reunião de militares candidatos em Brasília, dia 8 de maio de 2018 Apareceram nos últimos...

A crise capitalista na Itália

A crise capitalista na Itália

 Há dez anos da crise de 2008, a economia capitalista mundial vem se mantendo em...

E por falar na CIA

E por falar na CIA

  O regime político no Brasil e no mundo avança para um regime mais duro,...

A esquerda sobre rodas

A esquerda sobre rodas

    O movimento dos caminhoneiros, ocorrido nos últimos dias de maio, colocou o governo...

A Crise na Venezuela

A Crise na Venezuela

A Venezuela é um caso muito interessante, sui generis. Foi o primeiro país a entrar...

 A política de terra arrasada para a Petrobras

A política de terra arrasada para a Petrobras

  A política que tem sido aplicada na Petrobras é uma política de terra arrasada...

A "frente popular" e o balaio de gatos

A "frente popular" e o balaio de gatos

A política real do PT, que encabeça a Frente Popular, é a política de Frente...

A crise das eleições e da "legalidade" golpista

A crise das eleições e da "legalidade" golpista

  Nesses dias se "comemorou" dois anos de governo Temer no Brasil. Neste governo Temer o...

A verdade sobre a  luta contra a corrupção

A verdade sobre a luta contra a corrupção

  Em primeiro lugar o imperialismo norte americano assim como o imperialismo como um todo,...

Pela unificação das lutas dos trabalhadores rumo a uma Greve Geral

Pela unificação das lutas dos trabalhadores rumo a uma Greve Geral

  Era certo que, mais dia, menos dia, aconteceria um movimento de protesto dos caminhoneiros...

A esquerda integrada ao regime

A esquerda integrada ao regime

Marx estabeleceu uma luta muito grande contra os setores oportunistas dentro do movimento operário europeu...

A crise do regime político

A crise do regime político

  A teoria fundamental sobre o Estado burguês foi colocada amplamente na Ideologia Alemã, no...

A luta de classes

A luta de classes

  No Manifesto Comunista, escrito em 1848, Marx e Engels distinguem as classes sociais fundamentais...

Argentina: o elo mais fraco

Argentina: o elo mais fraco

    O governo Macri é uma verdadeira escola de neoliberalismo tentando aplicar as políticas...

A crise capitalista total

A crise capitalista total

  A teoria da crise capitalista está bem desenvolvida justamente nesse colosso do marxismo que...

O resto do mundo e o Oriente Médio

O resto do mundo e o Oriente Médio

Ao aprofundamento da crise capitalista nos países desenvolvidos tem se somado a crise de países...

O aprofundamento da crise na América Latina

O aprofundamento da crise na América Latina

    No Brasil, em 1997, houve uma situação parecida com a da Argentina hoje,...

Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

  Agora, o que está acontecendo, dentro da caixa de Pandora aberta pela Operação Lava...

Mortes e prisões no dia do trabalhador

Mortes e prisões no dia do trabalhador

  A política oficial do PT teve como resultado um 1 º de maio, em...

O desespero petista

O desespero petista

    O 1 º de maio de 2018 representou um divisor de águas, marcou...

Quem poderia atender melhor o imperialismo?

Quem poderia atender melhor o imperialismo?

Há uma luta entre alas da burguesia. A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, aderiu ao...

O primeiro motor do golpe

O primeiro motor do golpe

De acordo com a revista The Economist, de 28 de janeiro de 2017, a taxa...

Um golpe sem pausas

Um golpe sem pausas

    No último período, o golpe de Estado no Brasil, continua se desenvolvendo a...

A América Latina nas garras do imperialismo

A América Latina nas garras do imperialismo

A política do imperialismo norte-americano para a América Latina é única. Não se trata de...

O imperialismo quer um Bonaparte para governar o Brasil

O imperialismo quer um Bonaparte para governar o Brasil

Além do que está na linha de frente do golpismo, há o que está na...

A insustentável defesa do menchevismo

A insustentável defesa do menchevismo

As atividades do 1º de maio de 2018 demonstraram o fracasso absoluto da frente popular,...

A paralisia vai durar até quando?

A paralisia vai durar até quando?

  Até esse momento, o imperialismo ainda não impulsionou grandes mobilizações de massas dirigidas pela...

Não se trata da luta do bem contra o mal

Não se trata da luta do bem contra o mal

  O imperialismo organiza sua política para aumentar os ataques contra as massas A esperança...

1º de Maio de 2018 foi um fiasco no Brasil

1º de Maio de 2018 foi um fiasco no Brasil

   O fiasco do 1º de Maio no Brasil mostrou a evidente crise da política...

O fim do governo Temer e a prisão de Aécio Neves

O fim do governo Temer e a prisão de Aécio Neves

  A crise política avança no Brasil. O governo Temer está liquidado. Tanto é assim...

Três projetos políticos que enganaram o povo brasileiro

Três projetos políticos que enganaram o povo brasileiro

Por Florisvaldo Lopes Claro que desde sempre o eleitor é enganado com os discursos demagógicos...

Nacional

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

18 Julho 2018
O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que funciona como segunda instância da "República de...

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

13 Julho 2018
Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos analisar dialeticamente o sindicalismo no Brasil. A ditadura Vargas do Estado Novo nos anos 40...

Luta operária e sindical no Brasil

06 Julho 2018
Luta operária e sindical no Brasil

Para contextualizar dialeticamente os sindicatos e a luta operária devemos analisar a partir do início da organização sindical no Brasil que ocorre ainda em meados do século XIX com o...

Estava cheia de si e dormiu

14 Junho 2018
Estava cheia de si e dormiu

 A situação nacional ainda está marcada pela ressaca do movimento dos caminhoneiros. Aumentou o desgaste do governo Temer e este só se mantém no cargo devido a que estamos a...

Ciro Gomes com o pé na lama

14 Junho 2018
Ciro Gomes com o pé na lama

A crise política no Brasil dispara como reflexo da crise econômica. Os candidatos da direita e da esquerda integrada ao regime estão inviabilizados e os votos brancos e nulos dispararam....

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

Massacre ao povo palestino (parte...

A Intifada palestina     Intifada significa revolta, ou literalmente...

Massacre ao povo palestino (parte...

A criação do Estado de Israel Não foi da noite...

Massacre ao povo palestino (parte...

Sionismo praticando a necropolítica em Gaza     A propósito,...

Massacre ao povo palestino (parte...

Nakba, 70 anos de assassinatos No dia 14 de maio...