Quarta, 18 Julho 2018

trump 2

A política protecionista dos Estados Unidos, sob a Administração de Donald Trump, acirra a competição no mercado mundial que se expressa na política militar e em contradições em vários lugares no mundo. Essa política é ainda mais acirrada pelo confusionismo total da política de Trump. A política Trump implodiu a política não só do Obama, mas dos Estados Unidos como um todo, para o Oriente Médio, que agora se tornou um caos. Aumentaram as contradições com a Turquia, que é um aliado muito próximo, membro da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte); a situação está muito crítica na Síria, no Iêmen e na Palestina; a situação é periclitante na Arábia Saudita e em Israel; a situação é grave em relação ao Japão, à Coréia do Norte e, principalmente, a China e a Rússia, etc. Portanto, o imperialismo está aplicando políticas que cada vez mais têm se tornado mais arriscadas para a própria supervivência do capitalismo mundial. As contradições com a Europa têm disparado.

A crise mundial é muito grande. Os Estados Unidos têm uma bomba relógio que é a dívida pública. Desde as décadas de 1970 e 1980 para cá, os Estados Unidos têm se transformado num grande devedor. Possuem uma dívida pública explosiva, que já supera os U$ 20 trilhões. E tudo isso numa situação em que a China tem vendido títulos do tesouro norte americano, e isso tem criado descompensações com outros mecanismos da disputa mundial como a China e a Rússia tentando suplantar o padrão ouro, apesar de que mais de 60% das transações ainda continuam sendo feitas em dólares.

Sob o impacto de um novo colapso capitalista mundial, os Estados Unidos serão obrigados a manter a economia girando. E como farão isso? Por enquanto a inflação está baixa, mas se sair do controle, que acontecerá? Será necessário acelerar a emissão de títulos públicos, a moeda podre etc., e isso, conduz a uma situação de descontrole. Ou seja, se trata da saída de uma situação mais ou menos de inflação sob controle e até de deflação, para ir à uma situação hiper inflacionária.

A Alemanha, em parte, se recuperou da crise pós-Segunda Guerra Mundial basicamente dessa maneira, mas hoje a mesma política impactaria uma economia mundial atingida por enorme crise que somente vem piorando.

Rumo a uma grande destruição de forças produtivas

Para o próximo período, se tem uma situação que não necessariamente continuará a deflacionar. A deflação é um problema grave, pois há uma baixa de consumo reprimido junto com uma recessão grande, que pode levar a uma estagflação, ou seja, uma economia recessiva com uma situação de hiperinflação. E essa poderia ser a maneira que o imperialismo norte americano encontraria para continuar com a economia funcionando. Porém, conforme Vladimir Ilich Lênin apontou, há mais de cem anos atrás, não há nada mais revolucionário do que a inflação, porque tende a criar uma grande situação de desestabilização. Em resumo, a situação de crise é grande e tende a acontecer no próximo período, em algum momento, uma nova crise semelhante a de 2008, pois tudo o que levou a crise de 2008 está presente novamente e tende a se exacerbar.

O papel da China como estabilizador ainda continua. É um ponto muito importante, mas é preciso ver por quanto tempo. Em algum momento, mais cedo ou mais tarde, a tendência é que venha a estourar. Quanto mais demorar o novo estouro, maior ele será. A partir daí, há outra série de considerações. Uma delas relacionadas às crises inter imperialistas; outra relacionada com as potências regionais, que é uma situação em que há uma série de acordos e desacordos. Por exemplo, recentemente, houve a declaração do presidente russo, Vladimir Putin, sobre novas armas de defesa, principalmente de mísseis nucleares balísticos; obviamente, há as eleições russas, mas fica claro que se num certo momento a situação sair do controle, facilmente poderá passar para uma guerra de enormes proporções nucleares, e mundial. E tudo isso se relaciona com a atual situação de crise mundial que só pode ir para mais crise, porque a crise é estrutural e não tem saída por vias normais.

A única saída capitalista, para a crise capitalista mundial, seria uma grande destruição de forças produtivas, que pode ser por uma enorme guerra, com muito maior destruição da que já existe hoje. Isso é o que sempre aconteceu desde 1847, quando da primeira crise capitalista mundial, que inclusive esteve na base das revoluções europeias de 1848. O capitalismo continua o mesmo, mas com crises ainda mais exacerbadas. Hoje, as contradições sociais estão relativamente contidas, com a classe operária mundial paralisada, mas em algum momento, no próximo período, a situação irá estourar rumo a um grande enfrentamento das classes sociais contraditórias, a burguesia e o proletariado.

Rumo a um confronto aberto de classes

As contradições sociais aparecem hoje, em primeiro lugar, entre diversos setores da burguesia, devido a que a classe operária está paralisada por causa da traição da burocracia que é gigantesca e vergonhosa, tanto a nível político, sindical, social etc. Essa luta que, na aparência, parece uma luta entre os setores da burguesia, tem no fundo a luta de classes.

No Brasil, o objetivo do imperialismo não é expropriar a Odebrecht, ainda que já esteja expropriando, também busca expropriar a Embraer, a Petrobras, o setor aéreo, o setor elétrico etc. A luta, em última instância, é uma luta econômica, mas o objetivo principal é expropriar a classe operária, aplicar a reforma trabalhista, a reforma da Previdência, reduzir os salários, retirar os programas sociais, e assim sucessivamente.

Portanto, não se trata de uma luta de classes entre frações da burguesia, que, até certo ponto, estão aliadas contra os trabalhadores. A burguesia local acaba se submetendo à burguesia imperialista, por causa do temor a uma insurreição popular. Mas o golpe principal vem contra os trabalhadores, e isso que é a base da luta de classes. A luta econômica em primeiro lugar, tende a se refletir em algum momento na superestrutura política. Sempre aconteceu assim nos últimos 10 mil anos de civilização; sempre a toda ação corresponde uma reação. Sempre quando há um acúmulo de ataques, a situação social estoura. Há toda uma série de manobras para que os ataques venham num crescendo gradual para evitar uma grande desestabilização.

O papel estabilizador principalmente da China, na região Pacífico da Ásia, ainda serve como um certo pulmão do mundo capitalista. Mas é preciso verificar a sobrevida desse papel. Há a política do Novo Caminho da Seda, e uma outra série de manobras que de conjunto representam uma maneira de apagar incêndio com gasolina, pois ainda que dê resultados no início, só pode levar a maiores crises. O aumento da circulação de mercadorias numa situação de superprodução só pode dar lugar a crises ainda piores. O funcionamento das leis intrínsecas ao capitalismo não pode ser eliminado.

+ Política

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do...

A política do imperialismo alimenta a crise

A política do imperialismo alimenta a crise

A política mundial é um reflexo da crise econômica, ela tem papel de responder essa...

Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos...

A crise da direita e as contradições do golpe

A crise da direita e as contradições do golpe

  As ações golpistas, no Brasil, seguem no sentido do controle do regime político pelo...

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

A esquerda ornitorrinco e as eleições de outubro

Seria importante, neste momento, que a esquerda pudesse evitar fazer a repetição da história como...

Luta operária e sindical no Brasil

Luta operária e sindical no Brasil

Para contextualizar dialeticamente os sindicatos e a luta operária devemos analisar a partir do início...

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

Nem Lula transferindo votos salva a esquerda da crise

  A situação nacional está marcada por uma enorme crise econômica que atinge o país...

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

Para os amigos as benesses da lei, para os inimigos o rigor da lei!

  A “luta contra a corrupção” não é nada mais do que uma desculpa utilizada...

O STF no centro do furacão

O STF no centro do furacão

   Para avaliar em que ponto o golpe de Estado no Brasil se encontra hoje...

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

Na crise capitalista mundial: revolução cultural ou revolução proletária?

  A esquerda pequeno-burguesa promove a ideia de que a revolução seria feita pelo conhecimento,...

Contagem regressiva para a guerra mundial

Contagem regressiva para a guerra mundial

Após a crise capitalista mundial de 2008 as contradições interimperialistas começaram a aumentar, principalmente entre...

A Rede Globo e o FBI

A Rede Globo e o FBI

  Desde a crise de 2008 o mundo não e mais o mesmo, os grandes...

Copa do Mundo e Golpe de Estado

Copa do Mundo e Golpe de Estado

É absolutamente normal que a burguesia, principalmente sua ala direita, promova manipulações utilizando o futebol...

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Voto Nulo nas Eleições Golpistas!

Estamos vivendo, hoje, no Brasil, um processo político de golpe de Estado. Apesar de que...

A Coreia do Norte e a crise mundial

A Coreia do Norte e a crise mundial

Para entender a crise geral que está aberta é preciso entender a evolução política mundial...

Estava cheia de si e dormiu

Estava cheia de si e dormiu

 A situação nacional ainda está marcada pela ressaca do movimento dos caminhoneiros. Aumentou o desgaste...

Ciro Gomes com o pé na lama

Ciro Gomes com o pé na lama

A crise política no Brasil dispara como reflexo da crise econômica. Os candidatos da direita...

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

A crise da direita é a crise da dominação capitalista

O problema no Brasil deve ser sempre entendido dentro da evolução da crise capitalista mundial...

Os caminhoneiros e a guerra híbrida

Os caminhoneiros e a guerra híbrida

O ponto central do balanço é se essa greve foi uma greve em si, se...

Bate continência aqui e mantenha o respeito

Bate continência aqui e mantenha o respeito

Reunião de militares candidatos em Brasília, dia 8 de maio de 2018 Apareceram nos últimos...

A crise capitalista na Itália

A crise capitalista na Itália

 Há dez anos da crise de 2008, a economia capitalista mundial vem se mantendo em...

E por falar na CIA

E por falar na CIA

  O regime político no Brasil e no mundo avança para um regime mais duro,...

A esquerda sobre rodas

A esquerda sobre rodas

    O movimento dos caminhoneiros, ocorrido nos últimos dias de maio, colocou o governo...

A Crise na Venezuela

A Crise na Venezuela

A Venezuela é um caso muito interessante, sui generis. Foi o primeiro país a entrar...

 A política de terra arrasada para a Petrobras

A política de terra arrasada para a Petrobras

  A política que tem sido aplicada na Petrobras é uma política de terra arrasada...

A "frente popular" e o balaio de gatos

A "frente popular" e o balaio de gatos

A política real do PT, que encabeça a Frente Popular, é a política de Frente...

A crise das eleições e da "legalidade" golpista

A crise das eleições e da "legalidade" golpista

  Nesses dias se "comemorou" dois anos de governo Temer no Brasil. Neste governo Temer o...

A verdade sobre a  luta contra a corrupção

A verdade sobre a luta contra a corrupção

  Em primeiro lugar o imperialismo norte americano assim como o imperialismo como um todo,...

Pela unificação das lutas dos trabalhadores rumo a uma Greve Geral

Pela unificação das lutas dos trabalhadores rumo a uma Greve Geral

  Era certo que, mais dia, menos dia, aconteceria um movimento de protesto dos caminhoneiros...

A esquerda integrada ao regime

A esquerda integrada ao regime

Marx estabeleceu uma luta muito grande contra os setores oportunistas dentro do movimento operário europeu...

A crise do regime político

A crise do regime político

  A teoria fundamental sobre o Estado burguês foi colocada amplamente na Ideologia Alemã, no...

A luta de classes

A luta de classes

  No Manifesto Comunista, escrito em 1848, Marx e Engels distinguem as classes sociais fundamentais...

Argentina: o elo mais fraco

Argentina: o elo mais fraco

    O governo Macri é uma verdadeira escola de neoliberalismo tentando aplicar as políticas...

A crise capitalista total

A crise capitalista total

  A teoria da crise capitalista está bem desenvolvida justamente nesse colosso do marxismo que...

O resto do mundo e o Oriente Médio

O resto do mundo e o Oriente Médio

Ao aprofundamento da crise capitalista nos países desenvolvidos tem se somado a crise de países...

O aprofundamento da crise na América Latina

O aprofundamento da crise na América Latina

    No Brasil, em 1997, houve uma situação parecida com a da Argentina hoje,...

Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

Geraldo Alkmin, dois passos para o alvo

  Agora, o que está acontecendo, dentro da caixa de Pandora aberta pela Operação Lava...

Mortes e prisões no dia do trabalhador

Mortes e prisões no dia do trabalhador

  A política oficial do PT teve como resultado um 1 º de maio, em...

O desespero petista

O desespero petista

    O 1 º de maio de 2018 representou um divisor de águas, marcou...

Quem poderia atender melhor o imperialismo?

Quem poderia atender melhor o imperialismo?

Há uma luta entre alas da burguesia. A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, aderiu ao...

O primeiro motor do golpe

O primeiro motor do golpe

De acordo com a revista The Economist, de 28 de janeiro de 2017, a taxa...

Um golpe sem pausas

Um golpe sem pausas

    No último período, o golpe de Estado no Brasil, continua se desenvolvendo a...

A América Latina nas garras do imperialismo

A América Latina nas garras do imperialismo

A política do imperialismo norte-americano para a América Latina é única. Não se trata de...

O imperialismo quer um Bonaparte para governar o Brasil

O imperialismo quer um Bonaparte para governar o Brasil

Além do que está na linha de frente do golpismo, há o que está na...

A insustentável defesa do menchevismo

A insustentável defesa do menchevismo

As atividades do 1º de maio de 2018 demonstraram o fracasso absoluto da frente popular,...

A paralisia vai durar até quando?

A paralisia vai durar até quando?

  Até esse momento, o imperialismo ainda não impulsionou grandes mobilizações de massas dirigidas pela...

Não se trata da luta do bem contra o mal

Não se trata da luta do bem contra o mal

  O imperialismo organiza sua política para aumentar os ataques contra as massas A esperança...

1º de Maio de 2018 foi um fiasco no Brasil

1º de Maio de 2018 foi um fiasco no Brasil

   O fiasco do 1º de Maio no Brasil mostrou a evidente crise da política...

O fim do governo Temer e a prisão de Aécio Neves

O fim do governo Temer e a prisão de Aécio Neves

  A crise política avança no Brasil. O governo Temer está liquidado. Tanto é assim...

Três projetos políticos que enganaram o povo brasileiro

Três projetos políticos que enganaram o povo brasileiro

Por Florisvaldo Lopes Claro que desde sempre o eleitor é enganado com os discursos demagógicos...

Nacional

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

18 Julho 2018
O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que funciona como segunda instância da "República de...

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

13 Julho 2018
Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos analisar dialeticamente o sindicalismo no Brasil. A ditadura Vargas do Estado Novo nos anos 40...

Luta operária e sindical no Brasil

06 Julho 2018
Luta operária e sindical no Brasil

Para contextualizar dialeticamente os sindicatos e a luta operária devemos analisar a partir do início da organização sindical no Brasil que ocorre ainda em meados do século XIX com o...

Estava cheia de si e dormiu

14 Junho 2018
Estava cheia de si e dormiu

 A situação nacional ainda está marcada pela ressaca do movimento dos caminhoneiros. Aumentou o desgaste do governo Temer e este só se mantém no cargo devido a que estamos a...

Ciro Gomes com o pé na lama

14 Junho 2018
Ciro Gomes com o pé na lama

A crise política no Brasil dispara como reflexo da crise econômica. Os candidatos da direita e da esquerda integrada ao regime estão inviabilizados e os votos brancos e nulos dispararam....

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

Massacre ao povo palestino (parte...

A Intifada palestina     Intifada significa revolta, ou literalmente...

Massacre ao povo palestino (parte...

A criação do Estado de Israel Não foi da noite...

Massacre ao povo palestino (parte...

Sionismo praticando a necropolítica em Gaza     A propósito,...

Massacre ao povo palestino (parte...

Nakba, 70 anos de assassinatos No dia 14 de maio...