Sábado, 20 Outubro 2018

Aquela esquerda iludida com a “democracia” burguesa

Written by  Published in Últimas notícias Quinta, 12 Abril 2018 21:00
Rate this item
(0 votes)

demo

O golpe de Estado no Brasil está se encaminhando para um golpe militar. Toda a campanha imperialista contra a corrupção anunciada na imprensa elitista está fazendo com que aumentem as tendências fascistas. Como a campanha da corrupção propagandeada na imprensa,  a qual recai em sua maioria sobre o PT, muitos pequenos burgueses despolitizados entram nela, reforçando assim o fascismo. Em contrapartida os partidos da esquerda pequeno burguesa recorrem à “democracia” burguesa e ao aparato do Estado para investigar os ataques fascistas, principalmente os ataques que ocorreram contra a caravana do PT pela região Sul do país.

O que essa esquerda esquece é que as mentes pensantes dos fascistas estão ocupando cargos dentro do Estado burguês. Esse fato veio a se confirmar com a negação do habeas corpus a Lula e o pedido de prisão decretado pelo agente imperialista Sérgio Moro. Ou essa esquerda perde a ilusão na “democracia burguesa e suas instituições” ou terá que enfrentar os trabalhadores que começam a entender a quem serve o estado burguês e sua justiça. Por outro lado, a ilusão da esquerda pequena burguesa se mantém devido a seu interesse em cargos dentro do aparato do Estado, com isso garantir as migalhas caídas da mesa do capitalismo, principalmente as que caem da mesa do imperialismo norte-americano que é quem manda na colônia denominada Brasil.

A  covardia desses pequenos burgueses é tamanha que eles esquecem que foram eleitos pela classe trabalhadora.

Aos trabalhadores resta perder a ilusão nas eleições, afinal não vai ser elegendo e reelegendo esses traidores da classe operária que será possível mudar alguma coisa em prol da nossa classe.

Os que gerenciam o Estado não passam de representantes do patronato e é a eles que servem. Aos trabalhadores o Estado mal proporciona o necessário para a sua subsistência, assim como o patronato só lhes paga o salário necessário para a alimentação e vestimenta, afinal o trabalhador não pode andar nu e sem se alimentar não é possível repor a força de trabalho que será explorada no dia seguinte.

A libertação da classe operária da exploração só será possível quando os trabalhadores adquirirem consciência e criarem o partido operário revolucionário, que deve ser controlado por todos para que não se perca ao longo do caminho e se venda à burguesia, como vários partidos que se diziam revolucionários se perderam.

Com a criação do partido revolucionário aqui temos que buscar vínculo com outros trabalhadores de outros países, pois a revolução tem que ser mundial. É quase impossível que a revolução aconteça em um só país devido ao risco de uma contra revolução por parte dos capitalistas. Porém se acontecesse a revolução no Brasil, por exemplo,  essa se espalharia por toda América Latina e influenciaria até alguns países subdesenvolvidos da África e da Ásia. Há que se perguntar por que a revolução operária não deu certo em país nenhum do mundo? A resposta já foi explicada acima, a revolução deve ser mundial caso contrário corre-se o risco que o capitalismo assuma novamente o poder por meio da contrarrevolução. Esse país isolado ainda corre o risco de ser boicotado pelo capitalismo como algumas experiências já vividas, por exemplo, em Cuba.

Por um longo período a Revolução Russa deu certo e, após essa, vários outros países aderiram ao comunismo criando assim a UNIÃO SOVIÉTICA, porém com a morte do principal revolucionário russo, Vladimir Ilich Lênin, assumiu o poder soviético um militante da ala burocrática do partido bolchevique, Josef Stálin pondo a perder todos os ideais da revolução. Na década de 90 o Estado Soviético caiu com a guerra fria.

Temos que partir desses exemplos para criarmos o Partido Revolucionário controlado por todos os trabalhadores da cidade e do campo.

Pelo Fim do Capitalismo!
Pela Criação do Partido Operário Revolucionário!
Pela Socialização dos Meios de Produção!
Pelo Fim da Exploração do Homem pelo Homem!
Socialismo Já!

Read 490 times Last modified on Sexta, 13 Abril 2018 18:53

Nacional

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

19 Outubro 2018
Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu, e Bolsonaro (PSL), uma aposta do imperialismo norte-americano, ambos foram para o segundo turno da...

Haddad faz gol contra

18 Outubro 2018
Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno. É corrente que o segundo turno é considerado outra eleição, mas enquanto Bolsonaro manteve o...

Haddad, semeando derrotas

16 Outubro 2018
Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo à vitória de Bolsonaro. É possível ver nas entrevistas que tanto Bolsonaro como Fernando Haddad...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

05 Outubro 2018
Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de Bolsonaro, que culminou com o movimento #EleNão no sábado, dia 29 de setembro, com atos...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

01 Outubro 2018
Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia” brasileira quando derrubou a presidenta Dilma Rousseff, e que mesmo antes disso buscava um gerente...

Gazeta Revolucionária [pdf]

 gr11 Setembro 2018

 gr11 Setembro 2018 capa

Setembro 2018


 

Saiba Mais

Massacre ao povo palestino (parte...

A Intifada palestina     Intifada significa revolta, ou literalmente...

Massacre ao povo palestino (parte...

A criação do Estado de Israel Não foi da noite...

Massacre ao povo palestino (parte...

Sionismo praticando a necropolítica em Gaza     A propósito,...

Massacre ao povo palestino (parte...

Nakba, 70 anos de assassinatos No dia 14 de maio...