Segunda, 20 Agosto 2018

A crise das camadas médias

Published in Market Data Segunda, 13 Novembro 2017 22:00
Rate this item
(1 Vote)

criseclm

 

Neste momento, o fascismo não tem uma base social forte no Brasil. O MBL e o "Vem Pra Rua" são movimentos bastante artificiais que se encontram semi congelados. Mas há também o movimento dos evangélicos que cresceu muito, e uma camada crescente da pequena burguesia que está pedindo o golpe militar. Em cima da pressão da extrema direita, do imperialismo, pode crescer a base de apoio golpista nessas camadas médias da população.

Com a forte campanha contra a corrupção, a base da massa do golpismo tem crescido e tende a aumentar em cima da crise do PSDB e do PT, que são os partidos pequeno burgueses por excelência. A política desses partidos foi tolerada pelo imperialismo, mas se tornou cara e frágil para aplicar os ataques contra as massas que a crise do grande capital impõe. O imperialismo busca varrer o regime que foi colocado em pé com a Constituição de 1988; foi isso o que tentou por meio das eleições indiretas e com as delações da JSB, mas fracassou.

A intervenção militar neste momento, implicaria na imposição de uma saída bonapartista: os militares entrariam, limpariam o regime de "corruptos", permitiriam somente dois ou três partidos, como Castelo Branco fez em 1964, e a partir daí imporiam um regime mais duro, mais controlado, encabeçado por “corruptos” mais estreitamente ligado ao imperialismo.

Para onde vão as camadas médias da população?

A chave da crise política, portanto, se encontra na resposta a essa pergunta: Para onde vão as camadas médias da população? Por trás da crise política, há uma crise social insolúvel que conduz ao enfrentamento entre a burguesia e os trabalhadores.

Os setores superiores das camadas médias da pequena burguesia são diretamente ligados ao imperialismo, e, no geral, são abertamente golpistas.

Os setores intermediários das camadas médias tendem a buscar uma saída democrática. Mas, devido ao moralismo da pequeno burguesia, são muito influenciados pela campanha da anti corrupção da extrema direita, principalmente conforme a crise se aprofunda e os partidos pequeno burgueses mais importantes não conseguem dar mais respostas que a da retórica parlamentar oportunista. Em primeiro lugar o PT e todos os grupos da Frente Popular, envolvendo aqui também o PSDB. A crise parlamentar, do regime político de conjunto, determina que a esquerda democrática brasileira se encontre em crise terminal.

As alas inferiores da pequeno burguesia podem ir à esquerda, mas a esquerda revolucionária, nesse momento, está muito fraca como reflexo da crise do movimento operário que se encontra paralisado. Há a crise terminal do PT, que é visto como um partido super paralisado, inclusive porque, além da campanha, o dinheiro que destinava à educação, para programas culturais etc., basicamente acabou. No desespero, esses setores também podem se converter em base de massa para o golpe, em cima da campanha de “combate à corrupção”.

A única maneira para conter a contrarrevolução, a virada da pequena burguesia à direita, passa pela entrada em movimento da classe operária, pela revolução operária mundial.

Read 173 times

Nacional

A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

03 Agosto 2018
A Ditadura do Judiciário e a libertação de Lula

O golpe de Estado no Brasil, capitaneado pelo Poder Judiciário, avança de vento em popa. Com a aproximação do prazo final para inscrições de candidatos ao cargo de Presidente da...

Devorados pelo Judiciário

20 Julho 2018
Devorados pelo Judiciário

A ilusão da esquerda nas instituições do Estado burguês fica manifesta com a postura quase que religiosa de confiança na Justiça burguesa. Porém, esse crédito na isenção dos julgadores brasileiros...

Esquerda dá verniz democrático às eleições golpistas

19 Julho 2018
Esquerda dá verniz democrático às eleições golpistas

Qual é a relação entre o golpe de Estado em curso no país e as eleições marcadas para o mês de outubro? Temos que entender que esses dois eventos não...

O judiciário golpista e a liberdade de Lula

18 Julho 2018
O judiciário golpista e a liberdade de Lula

No domingo, dia 8 de julho, fomos surpreendidos com o ato de um desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que funciona como segunda instância da "República de...

Luta operária e sindical no Brasil - Parte II

13 Julho 2018
Luta operária e sindical no Brasil  - Parte II

Para entender qual deve ser a tendência da burocracia para o futuro dos sindicatos devemos analisar dialeticamente o sindicalismo no Brasil. A ditadura Vargas do Estado Novo nos anos 40...

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

Massacre ao povo palestino (parte...

A Intifada palestina     Intifada significa revolta, ou literalmente...

Massacre ao povo palestino (parte...

A criação do Estado de Israel Não foi da noite...

Massacre ao povo palestino (parte...

Sionismo praticando a necropolítica em Gaza     A propósito,...

Massacre ao povo palestino (parte...

Nakba, 70 anos de assassinatos No dia 14 de maio...