Quarta, 24 Outubro 2018

Educação

Educadores de Minas Gerais precisam de uma plano de luta

26 Junho 2018
Educadores de Minas Gerais precisam de uma plano de luta

No dia 8 de março de 2018, numa assembleia lotada na Praça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em Belo Horizonte, os educadores votaram pela deflagração de uma greve estadual...

Parcelamento de salário de professor virou negócio da China

17 Junho 2018
Parcelamento de salário de professor virou negócio da China

  No dia 13 de junho de 2018, o funcionalismo público estadual, incluindo os trabalhadores em Educação de Minas Gerais, aguardava o seu salário, que já seria pago atrasado, após...

Educação Infantil não é segunda classe

11 Junho 2018
Educação Infantil não é segunda classe

  A Educação Infantil de Belo Horizonte está em greve desde o dia 23 de março em busca de melhores salários e condições de trabalho. Na penúltima assembleia, foi anunciado...

O tronco está no centro, tragam o chicote!

11 Junho 2018
O tronco está no centro, tragam o chicote!

 Depois da longa greve dos trabalhadores da Rede Estadual de Educação de Minas Gerais, que durou mais de 40 dias, vimos a greve terminar com sabor de derrota e com...

Fatiamento na luta da educação em Belo horizonte

09 Maio 2018
Fatiamento na luta da educação em Belo horizonte

  A Educação Infantil está em greve desde o dia 23 de abril em busca de melhores salários e condições de trabalho. Na última assembleia foi rejeitada a proposta do...

inter.fw

golpe estado.fw

Friedrich Engels: um grande mestre da classe operária

Friedrich Engels: um grande mestre...

(20/07/2017) Grande teórico revolucionário e companheiro de Karl Marx, com quem elaborou o socialismo científico, Engels foi um dos maiores pensadores e mestre da classe...

O petróleo tem que ser nosso!

O petróleo tem que ser...

  Um programa democrático e anti-imperialista para o petróleo brasileiro passa pela estatização sob o controle dos trabalhadores, com o objetivo de atender as necessidades...

Haddad joga para perder

A campanha de Fernando Haddad, como candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno das eleições presidenciais de 2018, não consegue sair do lugar. A imprensa golpista tenta apresentar
Fordlândia, um lugar no futuro

Fordlândia, um lugar no futuro

Fordlândia fica às margens do rio Tapajós, no Estado do Pará, uma área de 14 568 km², dentro do município de Aveiro, concedida pelo governo estadual ao produtor rural Jorge Dumont...

A Atualidade de Trotsky

A Atualidade de Trotsky

Por Florisvaldo Lopes O que estamos presenciando neste momento no Brasil é praticamente o que Leon Trotsky alertava aos trabalhadores da Índia, em 1939, no texto "Carta Aberta aos Trabalhadores...

Fique por dentro

O “neoliberalismo” para o grande capital

(20/07/2017) A aplicação das “políticas neoliberais” tem...

Mais Informações

Massacre ao povo palestino (parte 4)

Massacre ao povo palestino (parte 4)

A Intifada palestina     Intifada significa revolta, ou literalmente...

Massacre ao povo palestino (parte 3)

Massacre ao povo palestino (parte 3)

A criação do Estado de Israel Não foi da noite...

Massacre ao povo palestino (parte 2)

Massacre ao povo palestino (parte 2)

Sionismo praticando a necropolítica em Gaza     A propósito,...

Massacre ao povo palestino (parte 1)

Massacre ao povo palestino (parte 1)

Nakba, 70 anos de assassinatos No dia 14 de maio...

A economia vai de mal a pior

A economia vai de mal a pior

  A inflação no Brasil teria caído para 3%, segundo...

A mais-valia ameaçada

A mais-valia ameaçada

Com o aprofundamento da crise mundial, a margem de manobra...

Essencial

Estado, Regime e Governo - Parte IV – O Regime Político

Estado, Regime e Governo - Parte IV – O Regime Político

O “neoliberalismo”: tábua de salvação da crise de 2008

O “neoliberalismo”: tábua de salvação da crise de 2008

Friedrich Engels: um grande mestre da classe operária

Friedrich Engels: um grande mestre da classe operária

process

por Mario Medina

Ontem fui no cinema ver o filme do golpe. "O Processo" , da Maria Augusta Ramos. O nome não é à toa. Faz referência ao célebre romance do Kafka. O impeachment da Dilma foi praticamente uma peça kafkiana, e isso o documentário aponta com sobriedade. Não é um filme imparcial; não é um filme pra coxinhas. É um filme pra mostrar mesmo toda a sacanagem que foi o processo. A diretora focou seu trabalho no acompanhamento da bancada petista do senado, enquanto tramitava ali o indecoroso pedido de impeachment defendido pela advogada Janaina Pascoal. Aliás, esta senhora também foi filmada em sua estada pelos corredores do senado federal ao longo das arguições. A diretora Maria Augusta Ramos optou por esse enfoque: bancada petista versus Janaina Pascoal na votação do impeachment no senado. O filme só foge disso pra contextualizar em forma de legenda algumas movimentações vindas da câmara e pra mostrar a reação de manifestantes pró e contra golpe na esplanada dos ministérios; além do início do filme, que é um resumo de imagens da famosa tarde de votação do impeachment na câmara, comandada pelo bandido Eduardo Cunha. O filme começa assim: uma espécie de panorâmica da esplanada e logo em seguida o referido show de horrores no congresso. Evidente que, como assinalei acima, o filme não é imparcial. A edição do vasto material coletado converge para duas horas e meia de filme em que o telespectador é colocado diante do ardiloso plano executado por Cunha, PSDB e Janaina Pascoal para afastar ilegimamente a presidente Dilma. O filme desnuda toda essa maquinação. Fica claro o jogo de cartas marcadas no congresso, fica cristalino o cinismo de Janaina Pascoal. Chega a ser risível de tanta hipocrisia que é exposta da parte dos que comandaram o processo do golpe.
Fiz questão de ver o filme no cinema porque queria notar a reação do público. Tá ok que o filme tende a ficar restrito a um circuito alternativo; eu mesmo fui numa sessão na avenida Paulista, em um cinema frequentado por público mais ilustrado; mas queria ver a reação das pessoas. E não deu outra, a reação é de comicidade diante de tanta patifaria e cara de pau. As cenas da advogada Janaina são de longe as mais hilariantes. O cinema veio abaixo em risadas com uma cena da advogada tomando um Toddynho. A semiótica da cena não podia ser mais pertinente. Janaina Pascoal atuou como uma criança mimada, por pura birra. Maria Augusta fez questão de mostrar a ligação de Janaina à bancada evangélica, aos interesses conservadores; mostrando suas motivações ideológicas e sua paixão partidária. Mas Janaina começou tudo, é verdade, e é importante dizer, recebendo 45 mil reais do PSDB pra elaborar a peça acusatória.
Quer dizer, o impeachment foi mesmo um golpe deslavado, um golpe jurídico-parlamentar, com apoio midiático, pra sacar do poder por motivações políticas e econômicas uma presidente que já não era mais a primeira opção do mercado. Eduardo Cunha fez questão de acelerar ao máximo todo o trâmite, em retaliação pelo PT não tê-lo salvado da comissão de ética da câmara, que posteriormente o afastaria de suas funções na condução da casa por envolvimento em corrupção pesada. Ou seja, o processo todo é uma desmoralização completa.
O filme é bom mesmo. Eu recomendo. Fica meio arrastado lá pela metade, com tantas discussões de cunho burocrático que ao telespectador realmente não faz muito sentido. Digamos que é a forma burocrática contida na coisa. O que é determinante mesmo é o conteúdo político. Mas é um registro histórico. Bom pra ver como estamos imersos em jogos de aparência.

Obs 1: Interessante notar o brilhantismo da defesa de José Eduardo Cardoso. Praticamente impecável.

Obs 2: A senadora Gleisi Hoffman é uma gracinha. (Comentário meramente estético. As companheiras certamente ficarão com o charme cinquentão do Zé Eduardo Cardoso...rs)

 

Nacional

Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

19 Outubro 2018
Segundo turno. Duas caras da mesma moeda

Por Florisvaldo Lopes Após uma grande polarização entre Haddad (PT), uma aposta do imperialismo europeu, e Bolsonaro (PSL), uma aposta do imperialismo norte-americano, ambos foram para o segundo turno da...

Haddad faz gol contra

18 Outubro 2018
Haddad faz gol contra

A campanha do PT no segundo turno está bem diferente da campanha do primeiro turno. É corrente que o segundo turno é considerado outra eleição, mas enquanto Bolsonaro manteve o...

Haddad, semeando derrotas

16 Outubro 2018
Haddad, semeando derrotas

A recente campanha de Fernando Haddad tem se mostrado um desastre completo que está conduzindo à vitória de Bolsonaro. É possível ver nas entrevistas que tanto Bolsonaro como Fernando Haddad...

Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

05 Outubro 2018
Voto nulo nas eleições golpistas #00confirma

Na semana passada foi realizada na grande mídia uma campanha de desconstrução da candidatura de Bolsonaro, que culminou com o movimento #EleNão no sábado, dia 29 de setembro, com atos...

Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

01 Outubro 2018
Mudança imperialista aos 45 minutos do 1.º tempo do jogo político no Brasil.

Por Florisvaldo Lopes O imperialismo, principalmente o norte-americano, que deu o golpe na dita “democracia” brasileira quando derrubou a presidenta Dilma Rousseff, e que mesmo antes disso buscava um gerente...

Gazeta Revolucionária [pdf]

Saiba Mais

Massacre ao povo palestino (parte...

A Intifada palestina     Intifada significa revolta, ou literalmente...

Massacre ao povo palestino (parte...

A criação do Estado de Israel Não foi da noite...

Massacre ao povo palestino (parte...

Sionismo praticando a necropolítica em Gaza     A propósito,...

Massacre ao povo palestino (parte...

Nakba, 70 anos de assassinatos No dia 14 de maio...